quarta-feira, 27 de novembro de 2019

SUPERLIGA 2019/20: Vôlei Osasco-Audax vence o São Paulo

Vôlei Osasco-Audax vence o São Paulo e segue invicto na Superliga

O Vôlei Osasco-Audax segue invicto na temporada 2019/20 da Superliga. O time comandado pelo técnico Luizomar venceu a quarta partida consecutiva nesta terça-feira (26), no ginásio José Correa, em Barueri, onde bateu o São Paulo por 3 sets a 2, parciais de 25/23, 15/25, 17/25, 25/23 e 15/10. Todos os detalhes do jogo e bastidores podem ser conferidos no canal oficial do clube, a Osasco Vôlei TV (https://osascovoleitv.tvnsports.com.br/).

Após duas partidas fora de casa, Bia, Jaque, Mara, Camila Brait, Casanova e cia voltam para Osasco na próxima sexta-feira (29), quando recebem o Sesc/RJ no José Liberatti, naquele que é considerado o maior clássico do vôlei mundial.

Pri Heldes, que entrou no quarto set, não saiu mais e levou para a casa o troféu VivaVôlei, fez questão de valorizar a vitória do grupo. “Não tem jogo fácil na Superliga e conseguimos superar situações difíceis juntas. Essa vitória é fruto de muito trabalho e muito estudo”, afirmou a levantadora, que deixou um convite para o torcedor de Osasco. “Espero ver todo mundo no José Liberatti nesta sexta-feira para nos apoiar no jogo contra o Sesc Rio”.

A ponteira Ellen, que entrou em quadra com Pri Heldes para ajudar Osasco a vencer a partida, destacou a raça do time. “Entrei em uma situação complicada, na qual, para muitos, parecia perdido. Mas entrei para tentar fazer o melhor, tocar o terror dentro de quadra, com muita vontade. Hoje foi uma vitória mais na raça, na vibração, que temos de sobra. E temos que usar isso para conquistar a vitória, sempre”, completou.

O jogo – Osasco mostrou raça e força para reverter uma desvantagem que chegou a sete pontos (5/12), virar o primeiro set e ganhar por 25/23. Para isso, contou com a condução de Luizomar, que conseguiu acalmar suas atletas, e atuações baseadas na superação. Bjelica – maior pontuadora com seis acertos - marcou no ataque e no bloqueio para sua equipe encostar no placar (13/15). A virada veio com um paredão de Mara no 18/17. Na sequência, Roberta encaixou um ace (19/17). Mesmo com a reação, o final da parcial teve toques de dramaticidade. Quando o São Paulo igualou no 22/22, Jaque atacou pela ponta para fazer 23/22. Coube a cubana Casanova fechar o set com uma pancada do fundo de quadra.

O Vôlei Osasco voltou com tudo no segundo set, abrindo 5/1. Mas as donas da casa conseguiram equilibrar e viraram no 6/5. Luizomar precisou pedir tempo quando o São Paulo inverteu a vantagem (10/5). Porém, sua equipe não conseguiu diminuir o número de erros para reagir. Jaque interrompeu uma sequência de pontos das donas da casa no 8/16. Casanova soltou um foguete no saque e Osasco encostou um pouco mais (11/17). Mas, apesar da luta, o time do Audax não foi capaz de repetir a reação da etapa inicial e as sãopaulinas fecharam em 25/15.

O terceiro set começou equilibrado, mas com Osasco perseguindo o São Paulo no placar, que alternava pequena vantagem de um ou dois pontos. Com Mara, as comandadas de Luizomar empataram no 8/8. Mas, com problemas na recepção, as osasquenses permitiram ao adversário fazer 12/9, obrigando Luizomar a pedir tempo. O treinador parou o jogo novamente quando o adversário fez 17/11. Contudo, as falhas continuaram e o São Paulo ganhou por 25/17.

O quarto set começou complicado para Osasco, que viu o São Paulo faz 6/1. As comandadas de Luizomar não se entregaram. Seguiram ‘remando’ e, ponto a ponto, foram diminuindo a desvantagem. Com bons saques de Bia, abaixou para dois (10/12). Com Bjelica caiu para um (12/13). O empate veio em um bloqueio duplo de Mara e Pri Heldes (14/14) e a virada chegou com um erro das adversárias após o serviço de Mara. Com o set equilibrado, o jogo ficou lá e cá. Ellen atacou forte no 20/19. Bjelica virou no 23/21 e Ellen, com um ace, levou Osasco ao set point. Coube a ponteira sérvia fechar no 25/23 para empatar o jogo em 2 sets a 2.

Osasco entrou confiante no tie break, mantendo Ellen e Pri Heldes em quadra, deslocando Bjelica para a posição de oposta. E com bons ataque da dupla Bjelica e Ellen, o visitante chegou ao 8/5 após Jaque explorar o bloqueio triplo. Depois de trocar de lado na frente com três pontos de vantagem, as comandadas de Luizomar seguiram lutando. Mara fez 10/7 em uma bola rápida pelo meio. Ellen marcou duas vezes, no ataque e no bloqueio e garantiu o match point (14/10). Bia, no bloqueio, fez 15/10 para confirmar a vitória por 3 sets a 2.

EQUIPES:

Vôlei Osasco-Audax: Roberta (3), Casanova (11), Bjelica (14), Jaque (10), Mara (9), Bia (10) e a líbero Camila Brait. 
Entraram: Kika, Pri Heldes (), Ellen (9), Vanessa Janke (1).
Técnico: Luizomar de Moura.

São Paulo/Barueri jogou com Juma (1), Lays (6), Maira (14), Tai Santos (21), Mayany (6), Lorenne (28) e a líbero Nyeme. 
Entraram: Dani Terra, Jacke (1), Kisy (3).
Técnico: José Roberto Guimarães.

Fonte: ZDL
Foto: João Pires/Fotojump
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...