quarta-feira, 13 de novembro de 2019

SUPERLIGA FEMININA 2019/20: Itambé/Minas vai ao Rio de Janeiro e vence o Flamengo

Itambé/Minas vai ao Rio de Janeiro e vence o Flamengo na estreia da Superliga

O atual campeão estreou com vitória na Superliga Feminina 2019/20. Na noite dessa terça-feira, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ), o Itambé/Minas mostrou a sua força e que é uma equipe em evolução. Ainda sem poder contar com a venezuelana Acosta, que segue em recuperação de uma lesão na panturrilha direita, o time do técnico Nicola Negro foi consistente, minimizou erros e venceu o Flamengo, por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/21 e 32/30. A americana Didi (Deja McClendon) foi o nome do jogo. A ponteira minastenista marcou 15 pontos, foi eleita a melhor jogadora em quadra e ficou com o primeiro Troféu Viva Vôlei da temporada.

O Itambé/Minas retorna a Belo Horizonte na manhã desta quarta-feira e, à noite, a partir das 18h, já volta à quadra para treinamento. Na quinta, pela manhã, a equipe viaja para o duelo desta sexta-feira (15/11), às 19h, contra o Valinhos, no interior de São Paulo, pela segunda rodada da competição nacional.

Análise
A ponteira Didi destacou a atuação e disse que ficou feliz com estreia do time. “Fiquei feliz com a estreia na Superliga. Eu queria ir bem neste primeiro jogo e consegui, juntamente com a minha equipe”, comentou a atleta minastenista.

A levantadora Macrís destacou a força da equipe para minimizar erros ao longo do jogo. “Ainda tivemos alguns erros, mas, isso, é algo que a gente tem focado muito para diminuir. Erramos muito nos jogos anteriores e, isso, fez toda a diferença. Apesar de alguns erros que ainda cometemos, hoje, tivemos consistência para, como equipe, conseguir recuperar os sets adversos. Foi muito importante ter essa resiliência e saber sair das situações difíceis. Podem esperar muita evolução. Estamos focadas e trabalhando bastante para buscar o melhor e fazer bons jogos”, analisou Macrís.

A estreia...
O duelo iniciou equilibrado. O Itambé/Minas, porém, aos poucos fez o seu jogo e conseguiu abrir vantagem na metade do set (15/11). Com bom entrosamento entre Macrís e Gattaz, o ataque teve muita consistência para manter a vantagem. A norte-americana Deja McClendon apresentou boa evolução no ataque e foi um o destaque do primeiro set, com oito pontos. Na reta final, o Flamengo conseguiu equilibrar o set, porém, com mais calma na finalização, o Itambé/Minas abriu 1 a 0 no jogo: 25/22.

No segundo set, o Flamengo esteve melhor no início, mas após a metade do set, a equipe mineira conseguiu diminuir ampla vantagem das donas da casa, que venciam, por 19/14, quando o técnico Nicola Negro pediu tempo e corrigiu o time. De volta à quadra, a equipe minastenista virou o jogo (21/19) e venceu a segunda parcial com tranquilidade: 25/21 (2 sets a 0).

A história no terceiro set se repetiu. O Itambé/Minas mostrou uma reação incrível. A equipe minastenista cometeu alguns erros no início e o Flamengo aproveitou para abrir boa vantagem (16/9). A partir daí, o time mineiro mostrou a sua força, foi ao ataque e conseguiu empatar o duelo: 18/18. O Flamengo abriu vantagem de novo (21/18), mas o Itambé/Minas encostou (21/20). Na reta final, a disputa ficou muito acirrada. No ponto a ponto, os dois lados usaram suas estratégias e tiveram chances de fechar o set. Mais consistente, o Itambé/Minas aproveitou de um erro de ataque do adversário para colocar um ponto final na partida: 32/30 (3 a 0).

EQUIPES:

Flamengo: Mayer, Malu, Fê Isis, Roberta, Carla, Natalia e Gabi Dutra (líbero). 
Entraram: Jéssica, Valéria, Francine, Bia e Stephany. 
Técnico: Alexandre Ferrante.

Itambé/Minas: Macrís, Bruna Honório, Kasiely, Deja, Thaísa, Carol Gattaz e Léia (líbero). 
Entraram: Sheilla, Bruna Costa, Vivian e Lana. 
Técnico: Nicola Negro.

Fonte: Minas Tênis Clube
Foto: Orlando Bento/MTC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...