quarta-feira, 27 de março de 2019

SUPERLIGA 2018/19: Sesi Vôlei Bauru vence Sesc RJ

Sesi Vôlei Bauru vence Sesc RJ e conquista vaga inédita à semi da Superliga 

Jogando no RJ, equipe bate cariocas por 3 a 1 e, pela primeira vez na história, avança à semifinal da competição tendo o Dentil/Praia Clube como próximo rival

O Sesi Vôlei Bauru está na semifinal da Superliga Cimed 2018/2019. A equipe escreveu mais um capítulo glorioso em sua história ao vencer o Sesc RJ por 3 a 1 (26/24, 25/27, 23/25 e 19/25), nesta terça-feira à noite, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ), e classificar-se pela primeira vez à semifinal da competição.

Com o resultado, o Sesi Vôlei Bauru fechou o playoff das quartas de final em 2 a 1 e carimbou a inédita vaga à semifinal, fase em que terá como adversário o Dentil/Praia Clube, que eliminou o Fluminense também por 2 a 0 nas quartas.

O jogo

O Sesi Vôlei Bauru iniciou o jogo contra o Sesc RJ com Fabíola, Tifanny, Palacio, Valentina Diouf, Andressa Picussa, Valquiria e Tássia. O primeiro set começa com o Sesi Vôlei Bauru errando muito, permitindo ao Sesc RJ dominar as ações e abrir oito pontos no 14/6. Com Vanessa Janke em quadra no lugar de Palacio, o Sesi Vôlei Bauru melhora o passe, reduz a diferença para quatro pontos no 17/13 e Bernardinho pede tempo. O Sesi Vôlei Bauru mantém o bom momento e diminui para dois pontos no 18/16 e Bernardinho volta a parar o jogo. O Sesc RJ volta a ficar quatro pontos à frente no 22/18 e Anderson Rodrigues pede tempo. Com boa sequência no saque de Fabíola, defesa consistente e bom aproveitamento nos contra-ataques, o Sesi Vôlei Bauru diminui para um ponto no 22/21 e empata em 23/23 com bloqueio de Andressa Picussa. Monique faz 24/23 para o Sesc RJ e Tifanny empata em 24/24. Tifanny erra ataque e o Sesc RJ faz 25/24 e fecha em 26/24.

O segundo set começa bastante equilibrado até o 7/7, quando o Sesi Vôlei Bauru inicia boa sequência e abre três pontos no 10/7, com Bernardinho pedindo tempo. O Sesc RJ reduz a diferença para um ponto no 15/14 e Anderson Rodrigues para o jogo. O Sesc RJ empata no 18/18, vira para 19/18 após erro de recepção e Anderson volta a pedir tempo. O duelo segue ponto a ponto até o Sesi Vôlei Bauru conseguir ser mais eficiente na reta final da parcial e fechar em 27/25.

O terceiro set começa com o Sesc RJ melhor e abrindo vantagem de quatro pontos no 6/2, quando Anderson Rodrigues pede tempo. Em boa passagem no saque de Valentina Diouf, que complica a recepção carioca, o Sesi Vôlei Bauru passa à frente no 8/7. Com saque eficiente de Valquiria desestabilizando a linha de passe do Sesc RJ, o Sesi Vôlei Bauru aumenta a distância para quatro pontos no 14/10 e Bernardinho para o jogo. O Sesi Vôlei Bauru amplia para seis pontos no 16/10, mas com erros consecutivos de ataque permite ao Sesc RJ encostar em 16/14 e Anderson pede tempo. O Sesi Vôlei Bauru se reequilibra e aumenta para quatro pontos no 20/16 com ace de Arlene. O Sesi Vôlei Bauru controla os nervos e, apesar do Sesc RJ esboçar reação, fecha a parcial em 25/23.

O quarto set começa com o Sesi Vôlei Bauru consistente e, aproveitando os erros do Sesc RJ, abre quatro pontos de vantagem no 12/8, obrigando Bernardinho a parar o jogo. O Sesi Vôlei Bauru segue com o domínio das ações e aumenta a vantagem para seis pontos no 14/8. Com a vantagem, o Sesi Vôlei Bauru ganhou tranquilidade e sustentou a vantagem para fazer história e fechar a parcial em 15/9 e o jogo em 3 a 1.

As maiores pontuadoras do Sesi Vôlei Bauru no confronto foram a ponteira Tifanny, com 28 pontos, a oposta Valentina Diouf, com 23, a central Andressa Picussa, com 10, a central Valquiria, com 9, e a levantadora Fabíola, com 6. O Troféu Viva Vôlei como destaque do jogo foi para Tifanny.

Fonte/foto: SESI Vôlei Bauru
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...