quarta-feira, 20 de março de 2019

SUPERLIGA 2018/19: Hinode Barueri supera Osasco-Audax

Em batalha de cinco sets, Hinode Barueri supera Osasco-Audax

Em uma noite especial da jovem ponteira Tainara Santos, de 19 anos, a equipe do Hinode Barueri superou Osasco-Audax após uma verdadeira batalha de cinco set, por 3 sets a 2, parciais de 22/25, 25/23, 25/23, 19/25 e 16/14 em 2h39min, noite desta terça-feira (19), no ginásio José Correa, em Barueri. A jogadora entrou durante o confronto, marcou 18 pontos, foi a mais votada no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei. Ao final do duelo, a atacante comentou sobre a partida.

“Tenho que agradecer ao Zé Roberto por ele ter confiado em mim. Foi uma responsabilidade muito grande, mas Dani Lins e todo o time me ajudaram bastante. Espero que todas as vezes que eu sair do banco eu possa ajudar a equipe como hoje. Estou muito feliz e só tenho que agradecer”, disse Tainara.

A oposta Skowronska também se destacou e foi a maior pontuadora do confronto, com 26 pontos.

Pelo lado do Osasco-Audax, a central Walewska lamentou a derrota, mas mostrou confiança na recuperação no playoff.

“Historicamente, o confronto entre Osasco e Barueri tem sido duro. Sabíamos que não seria fácil aqui na casa delas. Mas nosso time jogou bem e soube reverter as situações difíceis. Agora vamos jogar no nosso ginásio, com o apoio da nossa torcida e vamos com tudo, com a mesma pegada. Claro que sempre há margem para melhorar. Vamos trabalhar até sexta-feira para fazer alguns ajustes táticos, tentar evoluir nosso bloqueio e defesa e vamos em busca da vitória para empatar a série”, afirmou Walewska.

O jogo – Uma chuva de aces. Um de Hooker. Outro de Angela Leyva. Três de Claudinha. Além dos pontos diretos, o saque forçado foi o responsável pela vitória de Osasco no primeiro set. O time de Luizomar chegou a estar cinco pontos atrás (9/14), mas seguiu na luta. E no saque. Com uma sequência da Claudinha, empatou no 14/14, após ace da levantadora. Virou com Mari Paraíba na entrada de rede e rumou para fechar em 25/22, com dois pontos da peruana Leyva.

Embalado, o Audax começou quente no segundo set. Quando fez 5/2, Barueri pediu tempo. Com um ace de Nati Martins, chegou ao 9/3. Porém, as donas da casa conseguiram equilibrar o jogo. Empataram no 14/14 e a partir daí a parcial foi na base do tomaladacá. Na reta final, Osasco consegui abrir dois pontos após mais um grande saque, desta vez de Mari Paraíba (21/19). Contudo, as donas da casa souberam aproveitar melhor as chances que surgiram e ganharam por 25/23.

O início de terceiro set foi complicado para o Vôlei Osasco. Luizomar precisou pedir tempo quando as donas da casa marcaram 7/3. Seu time esboçou uma reação, mas as donas da casa voltaram a abrir no 14/9, obrigando o treinador a parar o jogo novamente. Na valentia e no saque forçado, o Audax seguiu lutando até empatar em 21/21, com uma martelada de Hooker após defesa de Camila Brait. Com mais um ace, desta vez de Walewska, veio a virada (22/21). Porém, como na parcial anterior, as donas da casa souberam ser mais consistentes para fechar em 25/23 e fazer 2 sets a 1.

Só a vitória interessava a Osasco no quarto set. E ela veio. A parcial foi equilibrada, com os dois times alternando a ponta no placar com uma média de dois pontos de vantagem. Sempre calcado no saque eficiente, o Audax se impôs a partir do 19/15. Nati Martins cravou mais um ace no 21/16 e Hooker fechou a parcial em 25/19 para empatar o jogo e levar a decisão para o tie break.

Osasco teve que correr atrás no tie break. Barueri jogou na frente até a virada de lado na quadra, quando fez 8/5. Com um bloqueio de Walewska, o Audax baixou a diferença para um ponto (9/10). O empate veio no desafio de Luizomar, contestando uma bola fora que havia sido marcada dentro (11/11). Um bloqueio de Wal garantiu a virada (12/11). As comandadas de Luizomar chegaram a ter o ponto da partida no 14/13, mas o Hinode conseguiu fechar em 16/14.

EQUIPES:

Hinode Barueri: Dani Lins (4), Thaisa (18), Milka (6), Elina (6), Amanda (8), Skowronska (25) e a líbero Natinha. 
Entraram: Juma, Sara, Tai Santos (18), Maira
Técnico: José Roberto Guimarães. 

Vôlei Osasco-Audax: Claudinha (4), Hooker (20), Walewska (19), Nati Martins (15), Mari Paraíba (14), Angela Leyva (19) e a líbero Camila Brait. 
Entraram: Kika (1), Carol Albuquerque, Lorenne (2)
Técnico: Luizomar de Moura. 

Fonte: ZDL
Foto: Divulgação
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...