quinta-feira, 20 de setembro de 2018

PAULISTA FEMININO 2018: Vôlei Osasco-Audax vence São Cristóvão Saúde/São Caetano

Jogando fora de casa, Vôlei Osasco-Audax vence São Cristóvão Saúde/São Caetano e conquista segunda vitória consecutiva no Paulista

O Vôlei Osasco-Audax derrotou o São Cristóvão Saúde/São Caetano para conquistar a segunda vitória consecutiva no Campeonato Paulista 2018. A partida foi disputada na noite desta quinta-feira (20), no ginásio Lauro Gomes, e a equipe de Osasco marcou 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/19 e 25/15, em 1h17min. A oposta Lorenne foi a maior pontuadora do duelo, com 20 acertos, repetindo o bom aproveitamento da estreia, diante de Valinhos, quando obteve a mesma pontuação para ser a mais efetiva em quadra. Na próxima rodada, o time de Luizomar volta a jogar fora de casa. Enfrenta o Pinheiros, na sexta-feira (28), às 20h, no ginásio do clube paulistano.

O técnico Luizomar elogiou o foco e a obediência tática de suas atletas. “São Caetano é sempre um adversário perigoso em sua casa e sabíamos que a responsabilidade de vencer era toda nossa. Por isso, reforçamos a necessidade de manter a concentração. Gostei da postura da equipe. Primeiro, pelo respeito ao rival durante os três sets. Segundo, porque após um começo na base do ponto a ponto, nosso grupo se ajustou e seguiu o plano que havíamos traçado e treinado ao longo da semana. Mantivemos a regularidade, exploramos os pontos certos e pressionamos para construir a vitória”, analisou o treinador.

Claudinha também saiu de quadra satisfeita com a postura do Vôlei Osasco. “Acredito muito nesse grupo, que é guerreiro, unido e trabalhador. Estamos apenas na nossa segunda partida e já é possível notar uma evolução em relação à primeira rodada. Claro que ainda temos pontos para corrigir e é isso que a comissão técnica vem buscando a cada treino”, explicou a levantadora, que após a partida seguiu com o grupo para agradecer o apoio dos cerca de 40 torcedores osasquenses presentes ao ginásio.

O técnico Luizomar fez questão de reconhecer a importância dos torcedores, representados em São Caetano, em sua maioria, pela “Loucos de Osasco”. “Essa paixão da nossa cidade pelo vôlei foi construída ao longo dos anos, pelo respeito que a equipe tem por sua torcida e pela forma como atua, com garra, paixão e vontade de vencer. Entrar em quadra para um jogo no meio da semana, contando com esse apoio todo, com certeza, fez muita diferença a favor do nosso time. Ainda mais sabendo da dificuldade de locomoção, do trânsito, para chegar até aqui. Espero que eles estejam voltando para casa felizes”, completa o treinador.

Na estreia do estadual, o Vôlei Osasco-Audax bateu o Valinhos Vôlei por 3 sets a 0, no José Liberatti cheio, recebendo mais de duas mil pessoas. Na ocasião, a oposta Lorenne foi a maior pontuadora da partida contra Valinhos, com 20 acertos, enquanto Paula Pequeno, que voltou a vestir a camisa do time após quase dez anos, foi a segunda mais eficiente no ataque, com 16 pontos.

O jogo – O Vôlei Osasco demorou um pouco para esquentar na noite desta quinta-feira. Com dificuldades na recepção, permitiu que São Caetano comandasse o placar até Lorenne empatar no 9/9. A partir desse ponto, as comandadas de Luizomar engrenaram e passaram a segurar uma vantagem de dois pontos. E coube novamente à oposta, a mais eficiente no ataque, decidir e fechar a parcial em 25/21.

A situação se inverteu no segundo set. O Vôlei Osasco voltou com tudo para quadra e abriu 6/1, com ponto de saque de Mari Paraíba. O serviço foi um dos pontos fortes das visitantes, que garantiram aces com Lorenne (no 11/4), Vivi (15/6) e Natasha (17/8). As comandadas de Luizomar encaminharam a vitória, que veio com tranquilidade, apesar de o São Caetano tentar esboçar uma reação no final da parcial. Com isso, venceram por 25/19 para fazer 2 sets a 0.

São Caetano ameaçou engrossar a partida no início do terceiro set. Esteve à frente até que Claudinha, no bloqueio, empatou em 8/8. A levantadora fez as escolhas certas na distribuição ofensiva e colocou suas atacantes para jogar, especialmente Mari Paraíba e Lorenne. As centrais também apareceram. Natasha e Walewska viraram bolas importantes, além de montarem o paredão osasquente. Não por acaso, um bloqueio da capitã Wal deu números finais à partida: 25/15 na parcial e 3 sets a 0.

EQUIPES:

Vôlei Osasco-Audax: Claudinha (3), Lorenne (20), Walewska (11), Natasha (7), Mari Paraíba (11), Paula Pequeno (4) e a líbero Camila Brait. 
Entraram: Vivi (2), Zeni, Domingas.
Técnico Luizomar de Moura. 

São Cristóvão Saúde/São Caetano: Diana (4), Fe Isis (6), Karina (13), Ana Flavia, Sonaly (6), Andressa e Deise (10). 
Entraram: Duda (2), Gabi Ponte.
Técnico: Fernando Gomes. 

Fonte: ZDL
Foto:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...