domingo, 30 de setembro de 2018

MUNDIAL FEMININO DE VÔLEI 2018: Brasil vence a República Dominicana

Brasil vence a República Dominicana e conquista a segunda vitória no Mundial

A seleção brasileira feminina de vôlei conseguiu a segunda vitória na Campeonato Mundial. Na madrugada deste domingo (30.09), o Brasil superou a República Dominicana por 3 sets a 0 (25/15, 25/20 e 25/22), na Hamamatsu Arena, no Japão. Na estreia, o time verde e amarelo passou por Porto Rico pelo mesmo placar. A equipe do treinador José Roberto Guimarães luta por um título inédito e tem como melhores resultados na competição três medalhas de prata (1994, 2006 e 2010) e uma de bronze (2014).

O Brasil voltará à quadra às 7h20 desta segunda-feira (01.10) contra a Sérvia. O SporTV 2 transmitirá vivo. As brasileiras estão no grupo D do Campeonato Mundial ao lado da Sérvia, da República Dominicana, de Porto Rico, do Cazaquistão e do Quênia. As equipes se enfrentarão dentro do grupo e as quatro melhores classificadas passarão à segunda fase.

A ponteira Gabi foi a maior pontuadora entre as brasileiras contra a República Dominicana, com 15 pontos. A oposta Tandara, com 14, e a ponteira Fernanda Garay, com 11, também pontuaram bem para o Brasil. Pelo lado da República Dominicana, a atacante Lopez marcou 10 pontos.

Ao final da partida, a ponteira Gabi analisou o resultado contra a República Dominicana e falou da importância da vitória.

“Sabíamos que a República Dominicana viria com um ataque forte. O nosso volume de jogo se sobressaiu na partida de hoje. Conseguimos sacar bem e quebramos o passe delas. O nossa relação entre o bloqueio e a defesa foi eficiente e aproveitamos os contra-ataques. Ainda oscilamos um pouco no passe, mas vamos buscar melhorar isso a cada jogo. Estou feliz porque a equipe vem crescendo a cada partida e esse é o nosso objetivo”, analisou Gabi, que ainda falou do duelo desta segunda-feira contra a Sérvia.

“Amanhã teremos um jogo muito importante contra a Sérvia. É um dos times favoritos nesse Campeonato Mundial. Duas jogadoras fazem a diferença na equipe delas, a Boskovic e a Brankika. A Rasic, central, também é uma grande jogadora. Vamos estudar o time delas para buscar essa vitória”, explicou Gabi.

O treinador José Roberto Guimarães ressaltou o bom desempenho do bloqueio brasileiro na partida. O time verde e amarelo fez um total de 14 pontos nesse fundamento.

“Apresentamos uma dinâmica de jogo muito boa do primeiro set até quase o final do segundo quando encontramos um pouco mais de resistência. O terceiro set foi disputado ponto a ponto até o final. Estou vendo uma melhora na nossa velocidade, na dinâmica de jogo e no sistema defensivo. Tivemos uma quantidade de bloqueios importantes na partida e o nosso saque foi preciso. A entrada da Peña mudou um pouco o jogo porque ela passou a virar as bolas tanto na entrada quanto na saída de rede. Essa vitória foi primordial para nossa continuidade na competição”, explicou José Roberto Guimarães.

O JOGO

A República Dominicana começou melhor e fez 5/2. Com um ponto de saque, o time verde e amarelo empatou a parcial (5/5). Quando as brasileiras viraram o marcador (6/5), o treinador da República Dominicana pediu tempo. O Brasil passou a contra-atacar com eficiência e abriu cinco pontos (14/9). Com um ponto de bloqueio, as brasileiras foram para o segundo tempo técnico vencendo por 16/11. O Brasil foi melhor até o final do primeiro set e venceu a parcial por 25/15.

A segunda parcial começou equilibrada. Com um ataque pelo fundo da oposta Tandara, o Brasil fez 6/4. O time verde e amarelo foi para a primeira parada técnica com quatro de vantagem (8/4). Depois de um longo rally, a ponteira Fernanda Garay conseguiu um ponto de bloqueio e as brasileiras fizeram 11/6. O Brasil ditou o ritmo da parcial e foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/10. O Brasil segurou uma reação da República Dominicana e levou a melhor no segundo set por 25/20.

O terceiro set começou disputado ponto a ponto. Com um erro de posicionamento da República Dominicana, o time verde e amarelo fez 7/6. A República Dominicana cresceu de produção e fez 8/7. As caribenhas abriram três pontos no marcador (13/10) e o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. O Brasil passou a bloquear com eficiência e virou o marcador (17/16). O Brasil foi melhor na parte final da parcial e levou a melhor no terceiro set por 25/22 e no jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES:

Brasil – Dani Lins, Tandara, Fê Garay, Gabi, Carol e Bia. Líbero – Suelen 
Entraram – Roberta, Rosamaria e Natália
Técnico – José Roberto Guimarães

República Dominicana – Marte, Martinez, De La Cruz, Vargas, Lopez e Jineiry Martinez. Líbero – Brenda Castillo 
Entraram – Peña, Eve, Rivera, Dominguez Martinez e Mambru 
Técnico – Marco Kwiek

Tabela – Primeira fase – Hamamatsu (Japão)

29.09 (SÁBADO) – Brasil 3 x 0 Porto Rico (27/25, 25/12 e 25/7)
30.09 (DOMINGO) – Brasil 3 x 0 República Dominicana (25/15, 25/20 e 25/22)
01.10 (SEGUNDA-FEIRA) – Brasil x Sérvia às 7h20 (Horário de Brasília) – SporTV 2
03.10 (QUARTA-FEIRA) – Brasil x Quênia às 7h20 (Horário de Brasília) – SporTV 2 
04.10 (QUINTA-FEIRA) – Brasil x Cazaquistão às 7h20 (Horário de Brasília) – SporTV 2

Fonte: CBV
Foto: Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...