terça-feira, 29 de maio de 2018

LIGA DAS NAÇÕES 2018: Brasil vence Coréia do Sul

Brasil vence Coréia do Sul pela Liga Das Nações

A seleção brasileira feminina de vôlei começou a terceira semana da Liga das Nações com vitória. Nesta terça-feira (29.05), a equipe do treinador José Roberto Guimarães superou a Coréia do Sul por 3 sets a 1 (25/11, 25/14, 31/33 e 25/20), no Omnisport, em Apeldoorn, na Holanda. Foi a sexta vitória do time verde e amarelo na competição. Destaque para a oposta Tandara, maior pontuadora do confronto, com 33 pontos (27 de ataque, cinco de saque e um de bloqueio).

O Brasil voltará à quadra às 11h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (30.05) contra a Polônia. O SporTV 2 transmitirá ao vivo.

A equipe do treinador José Roberto Guimarães segue em segundo lugar na classificação geral, com 18 pontos (seis vitórias e uma derrota). Os Estados Unidos é o líder da competição, com 19 pontos.

Além dos 33 pontos de Tandara, as centrais Bia e Adenízia também se destacaram, com 19 e 11 pontos, respectivamente.

A oposta Tandara comentou sobre a atuação do Brasil contra a Coréia do Sul e destacou a recuperação do time verde e amarelo no quarto set.

“Foi uma vitória muito importante na nossa briga pela classificação para a fase final da Liga das Nações. Conseguimos o sexto resultado positivo contra uma equipe muito difícil de se enfrentar que é a Coréia do Sul. No terceiro set perdemos algumas oportunidades de fechar a partida, mas nos recuperamos no quarto e conseguimos os três pontos”, disse Tandara.

A levantadora e capitã Roberta elogiou a disciplina tática do grupo brasileiro e fez uma análise da partida.

“Sabíamos que seria um jogo complicado. Começamos bem taticamente e fizemos o que tínhamos estudado com a comissão técnica. Nosso saque foi agressivo nos dois primeiros sets e isso nos ajudou. No terceiro set entramos no jogo delas e cometemos muitos erros. No quarto conseguimos voltar para o jogo com um saque forçado e volume de jogo”, analisou Roberta, que ainda comentou sobre o adversário de amanhã das brasileiras.

“Hoje vamos estudar a Polônia. É um time com um estilo de jogo completamente diferente da Coréia do Sul. Elas têm um bloqueio alto e são uma escola tradicional do voleibol”, afirmou Roberta.

A competição

A Liga das Nações acontece pela primeira vez em 2018, substituindo o Grand Prix, onde o Brasil é o maior vencedor, com 12 títulos, e atual campeão. Agora, com novo nome e formato, a competição tem 16 equipes na disputa pelo título.

A cada semana são formados quatro grupos com quatro seleções cada, definidos em sorteio. Ao fim da fase classificatória, as cinco equipes mais bem classificadas avançarão à Fase Final, que contará ainda com a China, país sede. A Fase Final acontecerá de 27 de junho a 1º de julho.

O JOGO

A oposta Tandara fez os dois primeiros pontos da partida. Quando o placar estava 5/1 para as brasileiras, o treinador da Coréia do Sul pediu tempo. Bem nas viradas de bolas, o time verde e amarelo abriu cinco pontos (8/3). Quando as brasileiras fizeram 12/5, o técnico coreano voltou a parar o jogo. Com Tandara bem nas viradas de bola, o Brasil foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/7. O Brasil dominou a parcial até o final e venceu o primeiro set por 25/11.

O segundo set começou equilibrado. A Coréia do Sul voltou melhor para parcial e fez 7/5. Bem no saque, o time asiático abriu quatro pontos (10/6). Numa boa sequência de saques da levantadora Roberta, o Brasil empatou o placar (10/10). Com um ponto de saque da oposta Tandara, as brasileiras mantiveram a igualdade (14/14). O time do treinador José Roberto Guimarães tinha dois de vantagem no segundo tempo técnico (16/14). Liderados pela oposta Tandara, o time verde e amarelo levou a melhor no segundo set por 25/14.

O terceiro set também iniciou equilibrado. Bem no saque, a Coréia do Sul fez 8/6. Com eficiência no saque e no bloqueio, o time verde e amarelo empatou (8/8). A Coréia do Sul fez quatro pontos seguidos (12/8). O bloqueio as brasileiras voltou a funcionar e o time verde e amarelo encostou no marcador (12/11). O set foi equilibrado e emocionante até o final e a Coréia do Sul venceu a parcial por 33/31.

A Coréia do Sul seguiu melhor no início do terceiro set e fez 8/5. Bem no bloqueio e se aproveitando dos erros das coreanas, o time verde e amarelo empatou o placar (9/9). Com Tandara bem na virada de bola, as brasileiras abriram dois pontos (15/13). Quando a equipe do treinador José Roberto Guimarães fez 19/15, o treinador coreano pediu tempo. O Brasil continuou melhor até o final e venceu o quarto set por 25/20 e o jogo por 3 sets a 1.

EQUIPES:

Brasil: Roberta, Tandara, Gabi, Amanda, Adenízia e Bia. Líbero – Suelen 
Entraram – Monique, Macris e Rosamaria 
Técnico – José Roberto Guimarães

Coréia do Sul: Park, Kang, Lee, Kim, E.Park e Lee. Líbero – Yim e Na 
Entraram – Lee, Jeong e Yoo
Técnico – Cha Haewon

Fonte: CBV
Foto: Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...