segunda-feira, 19 de março de 2018

PRÊMIO: José Roberto Guimarães é eleito melhor técnico no Prêmio Brasil Olímpico 2017

José Roberto Guimarães, do Hinode Barueri e da Seleção Feminina, é eleito melhor técnico no Prêmio Brasil Olímpico 2017
Ao lado de Mario Tsutsui e Kiko Pereira, treinador do Hinode Barueri irá receber a premiação no dia 28 de março, na Cidade das Artes

O técnico do Hinode Barueri e da Seleção Brasileira Feminina de Vôlei, José Roberto Guimarães, foi eleito pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) como o melhor técnico do país em 2017 em modalidades coletivas. Essa é a quarta vez que o treinador recebe tal homenagem. Além de Zé Roberto, serão premiados Mario Tsutsui, da Confederação Brasileira de Judô, e Antonio Carlos Pereira, o Kiko, da Sociedade de Ginástica Porto Alegre (Sogipa), em reconhecimento ao trabalho feito com a bicampeã mundial Mayra Aguiar. O Prêmio Brasil Olímpico acontece no dia 28 de março, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro.

“Esse prêmio representa o que a gente busca ano a ano, que é a superação. Foi muito gratificante encontrar um grupo jovem, mas que passou uma energia muito positiva e um espírito de luta que me deixaram muito satisfeito. Eu só tenho a agradecer a todos da minha comissão técnica por estarem me ajudando constantemente em todos os sentidos. No sentimento, nas atitudes, na determinação, na força e no fato de não desistirmos nunca. E às jogadoras pela energia que uma passa para outra e a vontade de estarem juntas lutando por uma causa. O que me marcou mais nesse novo grupo é que elas não eram o melhor time do mundo, mas com a força do grupo conseguimos fazer ótimos resultados no início do ciclo olímpico e a esperança que isso continue até Tóquio 2020”, destacou José Roberto Guimarães.

Zé Roberto Guimarães já conquistou o Prêmio Brasil Olímpico em 2008, 2012 e 2013, sendo um dos mais vitoriosos treinadores da história do esporte nacional. Recebe agora seu quarto prêmio, comandando uma seleção de vôlei feminino renovada, que conquistou seu 12º título do Grand Prix, o Torneio de Montreux e o Campeonato Sul-Americano, além do vice-campeonato da Copa dos Campeões.

Com seu clube, o Hinode Barueri, José Roberto também fez grande trabalho, criando um time do zero e levando o mesmo aos títulos da Taça Prata (terceira divisão), Superliga B (segunda divisão) e ao vice-campeonato Paulista, logo em sua primeira temporada. Já na elite, pela primeira vez, a equipe terminou a fase classificatória da Superliga Feminina 2017/18 na quinta colocação, à frente de times tradicionais, como E.C. Pinheiros, Fluminense e São Caetano, e agora disputa os playoffs da competição.

“Desejo parabéns ao Zé Roberto, esse prêmio é muito merecido, já que com a Seleção ele pegou um novo ciclo, com novas jogadoras, a saída de algumas de algumas das principais referências do time e ainda conseguiu manter do Brasil no topo, com títulos importantes”, disse Erika Coimbra, capitã do Hinode Barueri. “Eu, como capitã do Hinode, sei o quanto ele ama o vôlei, sei o quanto ele se dedica e abdica de um monte de coisas para estar doando sua vida ao vôlei. É um excelente técnico, perfeccionista e trabalhador, e merece ganhar esse prêmio”, complementou.

“É uma conquista merecido, até pelo que ele fez essa ano, recuperando diversas atletas e dando oportunidades para outras, como a Thaísa, por exemplo, que veio de uma lesão gravíssima e que ele está se recuperando, a Jaque, que estava sem clube, a Kasia Skowronska e a Carli Lloyd, que ele também recuperou. É um cara incrível, tenho muito orgulho de poder trabalhar com ele”, finaliza Erika.

Fonte: Assessoria de Imprensa Barueri 
Foto: Marcio Bruno / Hinode
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...