quinta-feira, 28 de setembro de 2017

PAULISTA FEMININO DE VÔLEI 2017: Vôlei Bauru vence Sesi e garante vaga nas semifinais

Vôlei Bauru vence Sesi e garante vaga nas semifinais do Paulista
Equipe bauruense bateu rivais duas vezes e vai encarar Osasco na próxima fase do Estadual

O Vôlei Bauru está nas semifinais do Campeonato Paulista 2017. A equipe bauruense venceu o Sesi por 3 sets a 0 (parciais de 25/20, 27/25, 25/11) e também o set desempate (golden set) por 25 a 20 nesta quarta-feira, no Ginásio Panela de Pressão, no segundo confronto das quartas de final do Estadual.

Com o resultado, o time bauruense avançou à próxima fase para enfrentar o atual campeão Osasco nos próximos dia 4 (quarta-feira), às 19h30, em Bauru, e 7 (sábado), às 9h30, em Osasco. A outra semifinal, que será realizada nos dias 3 (terça-feira), às 22h, e 6 (sexta-feira), às 17h45, terá Barueri x Pinheiros, que eliminaram, respectivamente, São Caetano e Valinhos.

O jogo

O primeiro set, em que o Vôlei Bauru iniciou com Juma, Dayse, Paula Pequeno, Palacio, Angélica, Andressa Picussa e Shara Venegas, foi marcado pelo domínio do time bauruense. Com cerca de nove minutos de parcial, o técnico bauruense Fernando Bonatto é obrigado a alterar a formação titular com a entrada da central Valquiria no lugar de Andressa Picussa, que saiu sentindo dores no pé esquerdo. O time bauruense não só sustenta a vantagem, como também amplia para 15 a 11 com cerca de 14 minutos e o Sesi pede tempo. O Vôlei Bauru mantém o ritmo, não permitindo reação ao Sesi, e fecha a parcial em 25 a 20 em 26 minutos, fazendo 1 a 0.

O segundo set começa equilibrado até 4 a 4, mas o Vôlei Bauru, consistente na defesa e no ataque, abre 7 a 4 e o Sesi para o jogo. No reinício, o time bauruense se desconcentra e permite ao Sesi empatar em 10 a 10. A parcial se mantém equilibrada, com os dois times sem conseguir se distanciar no placar. O Sesi passa à frente após dois erros consecutivos do Vôlei Bauru e chega aos 18 a 16, com Bonatto pedindo tempo. No retorno, o Sesi amplia para 19 a 16, mas o Vôlei Bauru, em boa passagem no saque de Juma, reage e empata em 19 a 19, com o Sesi parando o jogo. O time bauruense não volta bem e o Sesi volta a comandar o placar fazendo 22 a 20 e Bonatto para o jogo novamente. No retorno o Sesi amplia para 23 a 20 com bloqueio sobre Palacio. Mas o Vôlei Bauru reage, empata e avança para fechar em 27 a 25 em 30 minutos fazendo 2 a 0.

No terceiro set, o Sesi começa à frente e vai a 3 a 1, mas o Vôlei Bauru se recupera, vira o placar e faz 6 a 3 graças a bom aproveitamento no bloqueio. Com melhor aproveitamento no contra-ataque, o time bauruense amplia para 13 a 5 e o Sesi para o jogo. No retorno, o Vôlei Bauru mantém o bom ritmo e, aproveitando-se dos erros do Sesi, amplia para 19 a 8. Com a vantagem confortável, o time bauruense tem tranquilidade para administrar o jogo e fecha a parcial em 25 a 11 em 22 minutos, fazendo 3 a 0 e levando a decisão da vaga para o set desempate (golden set).

No golden set, o time bauruense faz 4 a 1 no início e o Sesi para o jogo. No retorno o Vôlei Bauru mantém a vantagem e faz 6 a 3, mas o Sesi reage e encosta em 6 a 5. O duelo segue equilibrado, com nenhuma das duas equipes conseguindo se distanciar, mas com o Vôlei Bauru sustentando vantagem de três pontos. Com 14 a 11, o Sesi para o duelo, mas o Vôlei Bauru volta melhor e amplia para 16 a 12. O Sesi reage e encosta em 16 a 15, com Bonatto parando o jogo. No reinício, o time bauruense embala e vai a 22 a 16, rumando para fechar a parcial em 25 a 20 em 29 minutos e conquistar a vaga às semifinais.

As maiores pontuadoras do Vôlei Bauru no duelo foram as ponteiras Paula Pequeno, com 17 pontos, Palacio, com 16 pontos, e Dayse, com 12 pontos, e as centrais Angelica, com 12, e Valquiria, com 10.

Para o técnico Fernando Bonatto, o fator mais importante demonstrado pela equipe foi a consistência de fundamentos e do sistema de jogo durante toda a partida. “A consistência foi muito importante. Nosso bloqueio funcionou muito bem e fizemos 18 pontos. E o jogo de voleibol nesse nível não perdoa inconsistências e conseguimos fazer grande partida e um grande resultado. Agora teremos Osasco, um grande time e com grande estrutura contra quem precisamos saber as nossas limitações e nossas qualidades. Quando entendemos isso e montamos um bom sistema, conseguimos jogar de igual para igual. Precisamos trabalhar para igualar o jogo contra o Osasco, que é grande equipe, mas precisamos buscar vencer nossas próprias limitações dentro de quadra”, analisou o treinador.

Fonte: Assessoria Vôlei Bauru
Foto: Neide Carlos/Vôlei Bauru
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...