quarta-feira, 7 de junho de 2017

Montreux Volley Masters 2017: Alemanha vence Brasil

No tie-break, Alemanha vence Brasil no Montreux Volley Masters 2017

A seleção brasileira feminina de vôlei lutou muito, mas acabou superada pela Alemanha na segunda rodada da edição 2017 da Montreux Volley Masters. O renovado time do treinador José Roberto Guimarães foi superado, nesta quarta-feira (07.06), pelas alemãs por 3 sets a 2 (25/17, 20/25, 25/22, 23/25 e 15/13), em 2h04 de jogo, na Salle Omnisports Perrier, em Montreux, na Suíça.

O Brasil voltará à quadra nesta sexta-feira (09.06), às 13h45 (horário de Brasília), contra a Tailândia. Brasileiras e tailandesas formam, ao lado da Polônia e da Alemanha, o grupo B. Já a chave A conta com China, Holanda, Argentina e Suíça. As seleções se enfrentam dentro dos seus respectivos grupos e as duas mais bem classificadas passarão às semifinais. O Brasil luta pelo sétimo título da competição.

As brasileiras aparecem na liderança do grupo B, com quatro pontos (um vitória e um resultado negativo). A Polônia está em segundo lugar, com três pontos e a mesma campanha das brasileiras. A Alemanha aparece em terceiro lugar, com dois, mas com um jogo a menos que brasileiras e polonesas.

A oposta Tandara foi mais uma vez a maior pontuadora entre as brasileiras, com 19 pontos. A ponteira Natália marcou 14 acertos e as atacantes Amanda e Drussyla colaboraram com 11 pontos cada. A central Adenízia também se destacou com nove pontos de bloqueio. Pelo lado da Alemanha, destaque para a atacante Lippmann, com 21 acertos.

O treinador José Roberto Guimarães lamentou a derrota, mas enalteceu o espírito de luta das brasileiras.

"A Alemanha se comportou bem principalmente na defesa. Nosso time ainda está com altos e baixos e cometendo muitos erros. Sabemos que começamos a treinar há pouco tempo e, por isso, ainda vamos sofrer um pouco até tudo se encaixar. Lutamos até o final e isso foi positivo. Agora temos que pensar no jogo contra a Tailândia, pois a classificação para semifinal é importante para o nosso time", disse José Roberto Guimarães.

A ponteira Natália chamou a atenção para a importância da próxima partida das brasileiras na competição.

"Sabíamos que seria difícil e também temos que parabenizar a Alemanha que jogou muito bem, principalmente na defesa. Ainda temos muito o que melhorar e com treinamento e disputando mais partidas vamos evoluir e ganhar mais ritmo de jogo. Vamos estudar o que erramos nessa partida e ir com tudo para a partida contra a Tailândia", explicou Natália.

O JOGO

O Brasil começou bem no bloqueio e fez 4/1. A Alemanha cresceu de produção e encostou (6/5). O time brasileiro voltou a abrir no marcador (8/5) e o treinador alemão pediu tempo. A paralização fez bem as alemãs que encostaram (9/8). O volume de jogo das europeias era eficiente e a Alemanha virou o marcador (13/11). No segundo tempo técnico, a vantagem das europeias era de três pontos (16/13). Quando as alemãs fizeram 19/15, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Mesmo com a paralização, a Alemanha seguiu melhor até o final e venceu o primeiro set por 25/17.

A oposta Tandara conseguiu um ace e o Brasil fez 3/1. Quando as brasileiras fizeram 5/1, o treinador da Alemanha parou o jogo. O time europeu cresceu de produção e encostou (9/8). Numa boa sequência de saques da ponteira Natália, o Brasil abriu quatro pontos (13/9). Bem no bloqueio e no saque, o time verde e amarelo fez 17/13. O Brasil segurou uma reação da Alemanha e fechou o segundo set por 25/20.

A Alemanha voltou melhor para o terceiro set e fez os três primeiros pontos da parcial. Quando as alemãs fizeram 7/3, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Numa boa sequência de saques da levantadora Roberta, o Brasil encostou (9/8). A ponteira Amanda foi determinante no saque e as brasileiras viraram o marcador (16/15). Bem no boqueio, o Brasil aumentou a vantagem para três pontos (18/15). A Alemanha voltou a crescer de produção e virou o marcador (19/18). O final da parcial foi disputado ponto a ponto. A Alemanha foi melhor na parte final da parcial e levou a melhor no terceiro set por 25/22.

O Brasil melhorou no início do quarto set e fez 4/1. A Alemanha cresceu de produção e empatou (6/6). Bem no saque, as europeias abriram três pontos (11/8). Com um ponto de saque da ponteira Natália, o time verde e amarelo encostou (12/11). O set ficou disputado ponto a ponto até o final. E foi com um ponto de ataque da ponteira Drussyla que o time verde e amarelo levou a melhor no quarto set por 25/23. 

A Alemanha começou melhor o quinto set e fez 5/2. Neste momento, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Mesmo com a paralização, a Alemanha seguiu melhor na parcial e chegou a abrir 10/3. As europeias seguraram uma grande reação do time verde e amarelo e venceram o set por 15/13 e o jogo por 3 sets a 2.

EQUIPES:

Brasil - Roberta, Tandara, Natália, Amanda, Adenízia e Carol. Líbero - Suelen
Entraram - Naiane, Fernanda Tomé, Drussyla
Técnico - José Roberto Guimarães

Alemanha: Brinker, Geerties, Lippmann, Schoelzel, Mollers e Schwertmann. Líbero - Lenka Durr
Entraram - Kemmsies, Stigrot e Grosser
Técnico - Felix Koslowski

Árbitros: 

1º: Sanja Miklosic (Eslováquia) 
2 º Nathanon Sowapark (Tailândia)

Fonte: CBV
Foto: Divulgação Montreux Volley Masters
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...