domingo, 4 de junho de 2017

LIGA MUNDIAL 2017:Brasil encerra primeira etapa da Liga Mundial com vitória sobre a Itália

Brasil encerra primeira etapa da Liga Mundial com vitória sobre a Itália


Duas vitórias por 3 sets a 1 e um resultado negativo por 3 a 2. Assim, a seleção brasileira masculina de vôlei encerra a primeira semana da Liga Mundial 2017, na Adriatic Arena, em Pesaro, na Itália. A equipe dirigida pelo técnico Renan Dal Zotto enfrentou a Itália neste domingo (04.06), em uma reedição da final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, e mais uma vez venceu. Desta vez, por 3 sets a 1 (25/15, 17/25, 25/23 e 25/22), em 2h06 de partida.

O oposto Evandro voltou a ser o maior pontuador da seleção brasileira, assim como nos dois primeiros jogos. Nesta tarde, o atacante pontuou 19 vezes, seguido pelo ponteiro Lucarelli, responsável por 15 pontos. O ponteiro Maurício Borges também teve boa participação na pontuação, com 10 anotados. O oposto italiano Vettori também marcou 19 pontos na partida de hoje.

Após a partida, Lucarelli falou sobre o valor da vitória, além dos três pontos conquistados. “Estamos muito felizes. Precisávamos dessa vitória para continuar dando confiança para este grupo. Estamos trabalhando com mudanças, alguns testes, primeiro ano do Renan também, então é muito importante conseguir essa confiança. Saímos felizes desta primeira fase”, analisou o ponteiro do Brasil.

Na partida de estreia, a seleção brasileira foi superada pela Polônia por 3 sets a 2, no jogo seguinte venceu o Irã por 3 a 1 e voltou a repetir o placar neste domingo, diante dos donos da casa. O técnico Renan Dal Zotto demonstrou satisfação, mas segue destacando a importância de buscar a evolução a cada jogo.

“Quando vencemos, saímos satisfeitos, claro, mas é preciso analisar tecnicamente. Sabemos que ainda temos uma longa estrada para evoluir. Estou muito feliz porque a garotada se empenhou ao máximo o tempo todo, jogamos cada ponto como se fosse o último e esse espírito está muito legal. Além disso, tivemos bons momentos no jogo, algumas oscilações durante o set, mas vamos melhorar”, afirmou Dal Zotto.

Após esta partida, a seleção brasileira segue a programação da Liga Mundial. A próxima etapa será em Varna, na Bulgária, onde a equipe de Renan Dal Zotto enfrentará o Canadá, novamente a Polônia e os donos da casa. As partidas serão nos dias 9, 10 e 11. 

O Brasil é o maior vencedor da Liga Mundial, com nove títulos, conquistados em 1993, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009, 2010. 

O JOGO

Depois de uma bola bastante disputada já no primeiro lance do jogo, a Itália abriu o placar. O início do set seguiu bem disputado, com as equipes trocando pontos e empatando em 4/4. O Brasil abriu dois de vantagem em 7/5. No bloqueio de Bruninho, 9/6. Com Lucarelli, a seleção brasileira chegou a 12/7, forçando os italianos a pedirem tempo. Imprimindo seu ritmo, o Brasil colocou sete de vantagem em 16/9. Com Maurício Borges duas vezes seguidas, o placar foi a 18/11. A equipe de Renan Dal Zotto aumentou a diferença no placar para 21/13 e a Itália pediu tempo. Lucarelli fez 23/15. No final, Éder deu números finais ao primeiro set: 25/15.

A Itália voltou empolgada para a segunda parcial, abriu 4/1 e forçou o técnico Renan Dal Zotto a pedir tempo. Com Maurício Borges, o Brasil encostou em 4/5. Melhor no segundo set, a seleção da casa voltou a abrir vantagem em 8/4. Com dois bloqueios seguidos, os italianos chegaram a 10/4. No bloqueio de Vettori, a Itália fez 13/6. Renan Dal Zotto fez a inversão. O oposto Renan pontuou duas vezes e o placar foi a 8/13. A Itália errou, o Brasil fez 9/13 e o treinador da casa pediu tempo. Os italianos voltaram a abrir e fizeram 16/10 e, quando marcaram 17/10, Dal Zotto pediu tempo. Diferente do set anterior, o domínio foi da Itália, que chego a 20/14. Vettori fechou a parcial para a Itália em 25/17.

Lucarelli abriu o placar do terceiro set. O início foi bem equilibrado, com as equipes empatando em 4/4. No ace de Éder, o Brasil passou a frente no placar, fazendo 5/4. Evandro levou a seleção brasileira a 7/4. Com dois pontos seguidos de Lucarelli, a seleção brasileira marcou 11/7 e os italianos pediram tempo. Na volta, mais um ponto do ponteiro (12/7). Evandro pontuou e o placar foi a 15/10. A Itália reagiu e, bem no bloqueio, reduziu a diferença para 15/13. Renan Dal Zotto parou o jogo. Os italianos seguiram com bom aproveitamento o bloqueio e encostaram no placar em 17/18. Pedido de tempo do Brasil. Com Antonov, a Itália deixou tudo igual em 20/20. Os donos da casa fizeram 22/20. A equipe brasileira empatou em 23/23. Os italianos pediram tempo. Com dois pontos de saque de Lucarelli, o Brasil fechou em 25/23.

A seleção brasileira começou melhor o quarto set e abriu 3/1. Com Evandro, o time de Renan Dal Zotto marcou 7/4. A vantagem de três pontos a favor da equipe verde e amarela seguiu em 11/8. Com Lucarelli pontuando bem, a seleção visitante chegou a 13/10. A seleção da Itália buscou e reduziu a diferença no marcador para 14/15. No bloqueio, os donos da casa chegaram ao ponto de empate em 16/16. Renan pediu tempo. O Brasil voltou a abrir vantagem em 18/16 no ataque de Evandro. Foi a vez de a Itália pedir tempo. No bloqueio, 19/16. Com Ace de Maurício Borges, 21/16. Éder bloqueou e o Brasil fez 23/18. Os italianos reagiram, fizeram 21/24 e Renan pediu tempo. No final, 25/22.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Evandro, Éder, Maurício Souza, Lucarelli e Maurício Borges. Líbero – Thales 
Entraram – Tiago Brendle, Renan, Murilo Radke, Rodriguinho, Otávio
Técnico: Renan Dal Zotto

ITÁLIA – Giannelli, Vettori, Buti, Piano, Lanza e Randazzi. Líbero – Colaci
Entraram – Balaso, Pesaresi, Antonov, Sabbi, Botto
Técnico: Gianlorenzo Blengini

Fonte:Divulgação CBV
Foto: Divulgação/FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...