sábado, 10 de junho de 2017

LIGA MUNDIAL 2017: Brasil bate a Polônia e conquista quarta vitória na Liga Mundial

Brasil bate a Polônia e conquista quarta vitória na Liga Mundial 

A seleção brasileira masculina de vôlei acumula quatro vitórias e apenas um resultado negativo na Liga Mundial. A derrota havia acontecido para a Polônia, na partida de estreia, por 3 sets a 2. Neste sábado (10.06), no Palace Of Culture and Sports, em Varna, na Bulgária, a equipe dirigida pelo técnico Renan Dal Zotto devolveu o resultado sobre os poloneses, porém conseguiu a vitória por 3 sets a 1 (25/21, 25/20, 17/25 e 25/19), em 1h58 de jogo.


O oposto Renan saiu de quadra como maior pontuador do confronto, com 18 acertos. Com uma boa distribuição do levantador Bruninho, a pontuação foi bem dividida. O ponteiro Lucarelli foi responsável por 14 pontos, o central Lucão marcou 11 vezes, o ponteiro Maurício Borges, 10, e o central Maurício Souza, 9.

O técnico Renan Dal Zotto ficou satisfeito com a vitória, especialmente com mais um bom desempenho do oposto que vem começando como titular nesta etapa da Bulgária. “O Renan vem crescendo muito, evoluindo a cada jogo e todo o bom rendimento do time vem nos agradando bastante, mas, é claro, ainda precisamos melhorar. Temos que encontrar ainda um melhor ritmo para não dar umas travadas no meio do jogo, como aconteceu hoje”, comentou Dal Zotto.

O central Maurício Souza também destacou a evolução da seleção brasileira neste quinto jogo da Liga Mundial. “Essa vitória foi um passo importante. Estamos melhorando a cada partida, mas sabemos que ainda temos muito o que crescer. Nosso time vem ganhando o melhor entrosamento, o melhor ritmo de jogo para chegar com tudo na Fase Final em casa”, concluiu Maurício Souza.

A seleção brasileira volta à quadra neste domingo (11.06), às 14h40 (Horário de Brasília), para a última partida na Bulgária. O confronto vai ser justamente contra os donos da casa e terá transmissão ao vivo dos canais SporTV. Na primeira semana, em Pesaro, na Itália, a equipe brasileira foi superada pela Polônia na estreia por 3 a 2, e venceu o Irã e a Itália por 3 a 1.

A equipe já está classificada para a Fase Final por ser país sede e buscará o decacampeonato em casa, em Curitiba (PR), no Estádio Atlético Paranaense. Os ingressos estão à venda no http://www.ingressoscap.com.br/.

O JOGO

Depois de bom saque de Lucarelli, o Brasil abriu o placar do jogo. O segundo lance foi um ace do ponteiro. Brasil 2/0. Com Renan, a equipe brasileira abriu 5/2 e forçou o adversário a pedir tempo. A Polônia encostou em 4/5. No ace de Maurício Borges, conferido no desafio pedido pelo técnico Renan, o Brasil marcou 7/4. Lucão levou o placar a 10/6. A vantagem brasileira aumentou para cinco pontos em 14/9. No ataque de Maurício Souza, 16/11. Em boa passagem de Maurício Souza pelo saque, o time de Renan Dal Zotto chegou a 18/11. No erro do adversário, a seleção brasileira fez 20/12 e a Polônia pediu tempo. Os poloneses reagiram e fizeram 16/20. Em bom ataque de Maurício Borges, 23/17. No bloqueio, o adversário chegou a 19/23 e Dal Zotto parou o jogo. No final, com Renan, 25/21.

O segundo set começou com equilíbrio (2/2). No ace de Lucarelli, o Brasil abriu a vantagem de dois pontos: 4/2. Depois de boa defesa de Maurício Borges, Renan pontuou no contra-ataque e a seleção brasileira marcou 8/5. Lucarelli fez 9/6. A Polônia encostou em 8/9. Renan voltou a colocar o Brasil em vantagem (12/8) e o adversário pediu tempo. Os poloneses buscaram e diminuíram a desvantagem para 12/14. No bloqueio, a seleção brasileira voltou a abrir vantagem e fez 16/12. Com Renan pontuando bem, a equipe verde e amarela colocou cinco a frente: 18/13. A diferença caiu para 16/18 e Renan Dal Zotto pediu tempo. Com ponto de saque de Maurício Souza, o Brasil marcou 20/16. O placar voltou a ficar equilibrado em 21/19. Renan marcou 23/19 e a Polônia pediu tempo. No erro do adversário, a seleção brasileira fechou em 25/20.

O Brasil começou melhor o terceiro set e abriu 4/2. Com ponto de saque, a seleção polonesa deixou tudo igual em 5/5. O adversário ainda assumiu o comando do marcador (7/6). No bloqueio, a Polônia chegou a 10/7 e Renan Dal Zotto pediu tempo. Com bloqueio simples de Lucarelli, o Brasil encostou em 9/10. Com mais um bloqueio, dessa vez de Maurício Borges, a equipe brasileira fez 12/14. O adversário voltou a abrir vantagem: 16/12. Melhor no terceiro set, a Polônia pontuou no bloqueio do gigante Lemanski e chegou a 18/12. O placar ainda foi a 19/12 e Dal Zotto pediu tempo. A vantagem polonesa foi a 21/13. E, no final, a seleção da Polônia fechou em 25/17.

A quarta parcial teve um início com as equipes trocando pontos. No erro do adversário, o Brasil abriu dois de vantagem (4/2). O set esteve igual em 7/7. A equipe brasileira assumiu o comando do placar em 10/9. Com Maurício Souza, o marcador apontou 13/12. Depois de bom saque de Bruninho, o adversário atacou na antena e o Brasil colocou dois a frente: 16/14. Lucarelli fez 18/16 para a seleção verde e amarela. No ponto de saque de Lucão, o time brasileiro marcou 20/16 e a Polônia pediu tempo. O Brasil ainda fez 23/17, abrindo boa vantagem sobre o adversário. E, no último ponto, Maurício Souza conseguiu um ace, fechando para o Brasil em 25/19.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Renan, Lucão, Maurício Souza, Maurício Borges e Lucarelli. Líbero – Thales

Entraram – Tiago Brendle, Éder, Douglas, Murilo Radke, Rodriguinho

Técnico: Renan Dal Zotto

POLÔNIA – Konarski, Kurek, Lemanski, Drzyzga, Sliwka e Bieniek. Líbero - Zatorski

Entraram – Muzaj, Lomacz, Szalpuk, Klos

Técnico: Ferdinando de Giorgi

Fonte: Clarissa Laurence - CBV
Foto: Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...