domingo, 29 de janeiro de 2017

SUPERLIGA B 2017: Jogando fora de casa, Hinode/Barueri vence Abel Havan Brusque e mantém liderança

Jogando fora de casa, Hinode/Barueri vence Abel Havan Brusque e mantém liderança na Superliga B

A Superliga B feminina 2017 continua neste fim de semana com mais três partidas. Neste sábado (28.01) o Hinode/Barueri (SP) manteve a liderança e a invencibilidade com a vitória sobre o Abel Havan Brusque (SC) por 3 sets a 0 (25/19, 25/22 e 25/16), em 1h26 de duelo na Arena Havan, em Brusque (SC).

O segundo resultado positivo consecutivo deixa a equipe paulista na liderança isolada da competição com seis pontos. Já a equipe catarinense desceu para a quarta colocação com dois pontos.

A torcida brusquense fez uma grande festa para a estreia da Abel jogando na Arena, que não estava completamente lotada, mas recebeu bom público. A partida foi vencida por Barueri com parciais de 25 a 19, 25 a 22 e 25 a 16.

O primeiro ponto do jogo foi do Barueri, em um ataque errado da equipe brusquense, após uma bola ser levantada muito perto da rede. No primeiro set, a ansiedade fez a Abel cometer erros: de saque, por exemplo, foram cinco. O Barueri chegou a abrir 5×1 de vantagem.

Apesar da desvantagem no placar, as meninas da Abel demonstraram muita vibração a cada ponto conquistado, empurradas pela barulhenta torcida que compareceu à Arena.

A equipe chegou a encostar no placar na metade do set, ficando a dois pontos de empatar, mas no final o time paulista conseguiu virar mais bolas, sobretudo explorando o bloqueio .

Equilíbrio

No segundo set, a Abel jogou de igual para igual com Barueri, e esteve à frente no placar durante boa parte do tempo. O começo foi bastante promissor: o time brusquense abriu 3 a 0 com dois pontos de saque.

Barueri encostou e, a partir daí, o jogo foi lá e cá, sem nenhum time abrir mais do que dois pontos de diferença. Com 16 a 15 para a equipe visitante, o técnico Maurício Thomas pediu tempo. No retorno, Barueri abriu três pontos que encaminharam o resultado final de 25 a 22.

Para Thomas, o equilíbrio do segundo set foi conseguido com a redução dos erros, sobretudo de saque. O técnico diz que, no primeiro set, a Abel tentou forçar demais o saque para quebrar o passe das adversárias, e acabou por cometer muitos erros.

“A gente errou muito o saque no primeiro set por causa da ansiedade, estava querendo forçar. No segundo set a gente diminuiu os erros, conseguiu equilibrar o jogo”, diz Thomas.

Vantagem maior

O equilíbrio do segundo set ficou para trás no terceiro, quando as donas da casa perderam por uma diferença de nove pontos. A abel precisava da vitória para se manter viva no jogo, mas a ansiedade novamente fez com que o time cometesse muitos erros.

A equipe paulista mostrou força no ataque, virando diversas bolas na diagonal, onde a cobertura da Abel não funcionou corretamente.

Outros jogos da rodada

Nesta sexta-feira (27.01), na abertura da jornada o ACV/UnoChapecó/Orbenk (SC) passou pelo BRH-Sulflex/Clube Curitibano (PR) por 3 sets a 2 (25/16, 19/25, 20/25, 25/16 e 15/11), em 2h08, no Ivo Silveira, em Chapecó (SC). A equipe da casa subiu para o terceiro lugar com dois pontos.

No domingo (29.01) será a vez do São José dos Pinhais (PR) medir forças com o São Bernardo Vôlei (SP), no Ney Braga, em São José dos Pinhais (PR), às 17h. As paranaenses também sofreram revés na última partida, enquanto o time do ABC paulista joga pela primeira vez na competição.

SUPERLIGA B FEMININA 2017

SEGUNDA RODADA

27.01 (SEXTA-FEIRA) ACV/UnoChapecó/Orbenk (SC) 3x2 BRH-Sulflex/Clube Curitibano (PR), no Ivo Silveira, em Chapecó (SC) (25/16, 19/25, 20/25, 25/16 e 15/11)

28.01 (SÁBADO) Abel Havan Brusque (SC) 0x3 Hinode/Barueri (SP), na Arena Havan, em Brusque (SC) (19/25, 22/25 e 16/25)

29.01 (DOMINGO) São José dos Pinhais (PR) x São Bernardo Vôlei (SP), no Ney Braga, em São José dos Pinhais (PR), às 17h

Fonte: CBV e Município Mais
Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...