sábado, 10 de dezembro de 2016

SUPERLIGA 2016/17: Sada Cruzeiro vence clássico contra o Sesi-SP e segue invicto

Sada Cruzeiro vence clássico contra o Sesi-SP e segue invicto na Superliga

No clássico do voleibol brasileiro recheado de estrelas, melhor para o Sada Cruzeiro (MG). Neste sábado (10.12), em um jogo extremamente disputado, a equipe mineira superou o Sesi-SP por 3 sets a 2 (25/23, 18/25, 29/27, 16/25 e 15/11), em 2h15 de jogo, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). Foi a nona vitória consecutiva da equipe comandada pelo treinador Marcelo Mendez na Superliga masculina de vôlei 16/17. A partida foi válida pela nona rodada do turno da competição. O time paulista não contou com o ponteiro Murilo que sentiu uma lesão no ligamento do cotovelo. 

O resultado manteve o Sada Cruzeiro na liderança da competição, com 26 pontos. O Sesi-SP aparece em segundo lugar, com 20 pontos (seis resultados positivos e dois negativos). 

O ponteiro cubano Leal se destacou na partida e foi eleito o melhor em quadra em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da CBV que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei. O atacante ainda foi o maior pontuador do confronto, ao lado do oposto Theo, do Sesi-SP, com 22 acertos. 

As duas equipes voltarão à quadra no próximo sábado (17.12). O Sada Cruzeiro duelará com o Funvic Taubaté (SP), às 19h30, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG). Já o Sesi-SP terá pela frente o JF Vôlei (MG), às 18h, em Juiz de Fora (MG). 

O JOGO 

O jogo começou disputado ponto a ponto. Numa boa sequência de saques do ponteiro Douglas Souza, o Sesi-SP fez 6/2. O saque e o bloqueio dos paulistas funcionavam e os donos da casa abriram seis pontos (13/7). O Sada Cruzeiro cresceu de produção e encostou (14/11). Se aproveitando dos erros do Sesi-SP, o Sada Cruzeiro diminuiu a vantagem para um ponto (18/17). Com um ace do levantador William, o time mineiro empatou (22/22). Os visitantes foram melhores na parte final da parcial e venceram o primeiro set por 25/23. 

O Sada Cruzeiro manteve o bom momento no início do segundo set e fez 5/1. Numa boa sequência de saques do ponteiro Douglas, o Sesi-SP empatou (6/6). Quando a equipe paulista abriu quatro pontos (14/10), o treinador Marcelo Mendez pediu tempo. Mesmo com a paralisação, o Sesi-SP seguiu melhor e com um ponto de ataque do central Lucão fez 20/14. O Sesi-SP dominou a parcial até o final e venceu o segundo set por 25/18. 

O Sada Cruzeiro voltou melhor para o terceiro set e fez 6/4. Com três erros seguidos do time mineiro, o Sesi-SP virou o marcador (11/10). O set ficou disputado ponto a ponto. Bem no saque e com o levantador Bruninho inspirado, o time paulista abriu quatro (19/15). O Sada Cruzeiro cresceu de produção e encostou (19/18). Numa boa sequência de saques do ponteiro Leal, o time mineiro abriu dois (21/19). O final da parcial foi extremamente equilibrado e o time mineiro levou a melhor por 29/27 com um ponto de saque do cubano Leal. 

O Sada Cruzeiro fez 6/4 no início do quarto set. O saque dos donos da casa dificultou a recepção mineira e o Sesi-SP abriu cinco pontos (13/8). O Sesi-SP seguiu ditando o ritmo da parcial e fez 19/11 com um ace do levantador Bruninho. O Sesi-SP dominou a parcial até o final e venceu o quarto set por 25/16. 

O quinto set começou equilibrado. Depois de uma disputa na rede, o Sada Cruzeiro fez 4/2. Quando os mineiros fizeram 5/2, o treinador Marcos Pacheco pediu tempo. O Sada Cruzeiro seguiu melhor e fez 8/5. Os mineiros seguraram a vantagem até o final e venceram o set por 15/11 e o jogo por 3 sets a 2. 

EQUIPES: 

Sesi-SP – Bruninho, Theo, Douglas Souza, Fábio, Aracaju e Lucão. Líbero – Serginho 
Entraram – Riad, Alan, Rafinha e Vaccari
Técnico – Marcos Pacheco 

Sada Cruzeiro – William, Evandro, Rodriguinho, Leal, Simon e Eder. Líbero – Serginho 
Entraram – Cachopa, Filipe, Alan, Léo e Éder Levy 
Técnico – Marcelo Mendez 

Fonte/foto: CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...