sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

SUPERLIGA 2016/17: Montes Claros Vôlei vence e tira a invencibilidade do Brasil Kirin

Montes Claros Vôlei vence e tira a invencibilidade do Brasil Kirin na Superliga

Em noite de homenagens e com os cerca de 3.100 torcedores vestidos de verde em homenagem a Chapecoense, o Montes Claros Vôlei (MG) conseguiu a vitória e, consequentemente, a quebra da invencibilidade do Vôlei Brasil Kirin (SP). Nesta quinta-feira (01.12), a equipe mineira venceu por 3 sets a 1 (21/25, 25/17, 25/18 e 25/22), em 2h02 de partida realizada no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) pela sétima rodada da Superliga masculina de vôlei 2016/2017. 

O líbero Gian brilhou na noite de hoje e ajudou o time mineiro com passes precisos e boas defesas. Com isso, foi o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e, eleito o melhor em quadra, foi premiado com o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei.

Outro destaque do time mineiro ficou por conta do oposto Luan Weber. Na partida válida pela sétima rodada do turno da principal competição do calendário nacional, o atacante foi o maior pontuador, com 24 acertos. 

Outro destaque do time mineiro ficou por conta do oposto Luan Weber. Na partida válida pela sétima rodada do turno da Superliga masculina, o atacante foi o maior pontuador, com 24 acertos. 

Após a partida, o técnico Marcelinho Ramos elogiou o desempenho de sua equipe. “Trabalhamos sério e sempre para vencer, mas respeitamos muito os outros adversários e temos muito para buscar. Foi importante para dar confiança ao grupo, já que viemos de uma sequência de três jogos contra três das melhores equipes do país e fizemos três jogos incríveis”, destacou o treinador, sobre Sesi-SP, Funvic Taubaté (SP) e Brasil Kirin.

O time mineiro foi superado pelo Sesi-SP na quinta rodada por 3 a 1 e venceu as duas partidas seguintes pelo mesmo placar. Desta vez em casa, o treinador destacou a importância de um resultado satisfatório diante de seus torcedores. “A torcida estava merecendo uma grande vitória aqui dentro e fiquei feliz por isso”, concluiu Marcelinho Ramos.

Na próxima rodada, o Montes Claros Vôlei seguirá em casa e receberá o atual campeão da Superliga, Sada Cruzeiro (MG), na quarta-feira (07.12). O Vôlei Brasil Kirin jogará apenas no sábado (10.12), quando irá ao Vale do Paraíba enfrentar o Funvic/Taubaté.

O JOGO

Bruno Temponi abriu o placar do jogo com ponto de contra-ataque para o Brasil Kirin. Com Jonatas, o Montes Claros fez 2/2. O time paulista seguiu bem e abriu 5/2. No bloqueio de Diogo, o Brasil Kirin fez 8/3. A equipe visitante ainda fez 10/6. Os donos da casa buscaram e, no bloqueio de Jonatas, chegaram ao ponto de empate em 11/11. O Brasil Kirin voltou a pontuar e com Maurício Souza no bloqueio fez 14/12. Com Bob, o Montes Claros deixou igual novamente: 14/14. Mais uma vez o time paulista reagiu e, quando fez 17/14, Marcelinho Ramos pediu tempo. Com Baiano, que havia acabado de entrar, o Brasil Kirim chegou a 20/16. O Montes Claros encostou em 20/19 e foi a vez de Horacio Dileo parar o jogo. Com dois pontos de saque seguidos de Vini, o grupo paulista marcou 24/20. E o Brasil Kirin fechou em 25/21.

O Montes Claros abriu o placar do segundo set e fez 2/0. A equipe da casa seguiu com ritmo forte e marcou 6/1. Neste momento, Horacio Dileo pediu tempo. No bloqueio simples de Temponi, o Brasil Kirin reduziu bem a diferença no placar para 9/6. Com Luan Weber pontuando mais, o time mineiro chegou a 15/8. Com Bob na entrada de rede, o placar foi a 16/9. A vantagem do Montes Claros foi de seis em 18/12. Na sequência, o s donos da casa chegaram a 23/16. Sem enfrentar grandes dificuldades e contando com o oposto Luan em melhor momento, o Montes Claros fechou o segundo set em 25/17.

A terceira parcial começou com equilíbrio e o empate em 4/4. Depois de uma bola bastante disputada, o Montes Claros pontuou e fez 9/6. Contando com erros do adversário, o time mineiro ainda chegou a 13/8. Quando o placar apontou 16/8, o treinador do Brasil Kirin pediu um tempo. De oito, a diferença caiu para seis em 17/11. No bloqueio de Salsa, o Montes Claros Vôlei fez 19/12. Com Luan explorando o bloqueio adversário, 21/14. Com o ponteiro Bob pontuando bem, o time mineiro fechou o set em 25/18.

O quarto set começou com uma bola muito disputada, com grandes defesas do líbero Gian, que foi premiado com o ponto para o time do Montes Claros. No ace de Luan, a equipe mineira fez 3/1. Com ponto de saque de Vini, o Brasil Kirin encostou no placar: 6/5. Depois, no bloqueio de Temponi, 8/7 para o time paulista. O placar ficou igual em 14/14. Com Luan, a equipe de Montes Claros abriu quatro de vantagem (19/15), forçando o treinador adversário a pedir tempo. O Brasil Kirin diminuiu a diferença no marcador para 20/18. A vantagem mineira esteve em dois em 23/21. No final, vitória do Montes Claros por 25/22.

EQUIPES

MONTES CLAROS VÔLEI – Murilo Radke, Luan Weber, Salsa, Robinho, Bob e Jonatas. Líbero – Gian
Entraram – Alê, Rafael
Técnico: Marcelinho Ramos

VÔLEI BRASIL KIRIN – Jotinha, Rivaldo, Vini, Maurício Souza, Diogo e Temponi. Líbero – Tiago Brendle
Entraram – Baiano, Rodriguinho, Ygor Ceará, Matheus
Técnico: Horacio Dieleo

Fonte/foto: CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...