sábado, 26 de novembro de 2016

SUPERLIGA 2016/17: Fora de casa, Terracap/BRB/Brasília Vôlei vence o Camponesa/Minas

Fora de casa, Terracap/BRB/Brasília Vôlei vence o Camponesa/Minas

Em Belo Horizonte, na Arena Minas, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei aproveitou a boa sequência de resultados e conseguiu vencer o Camponesa/Minas por 3 sets a 0 na noite desta terça-feira (25). O confronto foi válido pela sexta rodada da Superliga Feminina. Com o resultado, o Brasília vai a 15 pontos e à terceira vitória consecutiva, se mantendo na terceira posição. A ponteira Amanda Campos foi eleita a melhor em quadra e levou o Troféu VivaVôlei.

Para confirmar a melhor fase do time brasiliense, Anderson escalou a formação que jogou todos os confrontos até agora. Paula Pequeno, Amanda, Andréia, Vivian, Roberta, Macrís e Silvana iniciaram em quadra. Pelo lado do clube minastenista, Hooker e Jaque ainda não puderam estrear. Ficou para o trio composto por Rosamaria, Pri Daroit e Carol Gattaz chamar a responsabilidade.

O jogo – O primeiro set foi intenso. O equilíbrio marcou os primeiros pontos e o confronto ficou empatado em 7/7. Com o apoio da torcida as mineiras viraram e tentaram abrir vantagem, mas o Brasília seguiu na cola (12/12). A troca de acertos continuou até a etapa final, quando o time capitaneado por Paula Pequeno conseguiu vencer por 23/25.

No retorno para o segundo set, os times trocavam pontos novamente, mas o Terracap/BRB/Brasília Vôlei conseguiu uma boa sequência de saques forçados e abriu sete (8/15). Com o placar a favor, as brasilienses só administraram até fechar em 20/25.

Para decidir e finalizar mais uma partida sem perder sets, o Brasília voltou da mesma forma, mas as mandantes tornaram a equilibrar o jogo nas primeiras ações (11/13). Ao final do set as brasilienses voltaram a crescer e venceram a quinta partida por 3x0, com parcial de 26/28.

O técnico Anderson Rodrigues, que enfrentou pela primeira vez seu ex-clube, elogia a atuação do grupo. “Foi um jogo muito apertado, difícil. Jogar na Arena Minas é muito complicado, mas suportamos a pressão e encaixamos bem o saque. Quando tivemos a oportunidade, matamos o jogo e é assim que devemos fazer”. Sobre o retorno à antiga casa, Anderson ressalta o respeito com o Minas. “Revi grandes amigos aqui e tenho um carinho grande por todos. Hoje fiz meu trabalho e agora é hora de seguir em frente”, disse.

A ponteira Amanda Campos, que vive um grande momento na carreira vestindo a camisa 13 do Terracap/BRB/Brasília Vôlei, garante que o trabalho das companheiras e da comissão técnica tem feito a diferença. “Tudo o que tem acontecido conosco é fruto do nosso trabalho. Cada jogo é uma história diferente e o time está amadurecendo bastante. Apesar de ter sido 3x0, foi uma partida muito dura, mas entramos com os pés no chão mantivemos o foco tático para neutraliza-las. Hoje fui o VivaVôlei, mas poderia ser qualquer uma. O importante é o trabalho em grupo”, finaliza a ponteira.

Fonte: Ponto MKT

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...