sexta-feira, 25 de novembro de 2016

SUPERLIGA 2016/17: Fora de casa, Vôlei Brasil Kirin bate o Minas Tênis Clube e segue invicto

Fora de casa, Vôlei Brasil Kirin bate o Minas Tênis Clube e segue invicto

Minas Tênis Clube (MG) e Vôlei Brasil Kirin (SP) fizeram uma partida bastante equilibrada na noite desta quinta-feira (24.11) no encerramento da quinta rodada do turno da Superliga masculina de vôlei 2016/2017. No final, melhor para o time paulista, que venceu por 3 sets a 1, com parciais de 28/26, 21/25, 25/19 e 25/21, depois de uma disputa que levou 2h01, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG).

Nesta noite, o líbero do Brasil Kirin, Tiago Brendle, foi o jogador que mais agradou a torcida campineira. Mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Brendle foi eleito o melhor da partida e foi premiado com o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei.

“Sabíamos da dificuldade da partida, porém entramos focados em manter nossa invencibilidade. O time vem crescendo, apresentando qualidades e corrigindo defeitos. Precisamos pontuar ao máximo visando desde sempre os playoffs”, explicou o líbero do Brasil Kirin, Tiago Brendle.

Mesmo com o resultado negativo do seu time, o ponteiro Thiago Vanole, do Minas Tênis Clube, foi o jogador que mais pontuou nesta noite, marcando 19 vezes para o seu time.

As duas equipes voltam a jogar pela Superliga no próximo sábado (26.11) já pela sexta rodada do turno. O Minas Tênis Clube terá o duelo mineiro pela frente, na partida contra o atual campeão e líder, Sada Cruzeiro (MG), às 21h30, com transmissão do SporTV. Já o Vôlei Brasil Kirin voltará para Campinas (SP) para receber o Bento Vôlei/Isabela (RS) às 18h.

O JOGO

O central Bruno abriu o jogo com ponto de bloqueio para o Minas Tênis Clube. O Vôlei Brasil Kirin devolveu e fez 4/2. O time da casa empatou em 4/4, e a equipe de Campinas voltou a abrir dois em 6/4. Mais uma vez o Minas buscou e assumiu o comando do placar em 7/6. O set seguiu disputado ponto a ponto (11/11). Em uma bola de toque de Diogo, o Brasil Kirin colocou dois de vantagem: 17/15. Nery Tambeiro pediu tempo. Na volta, Rivaldo marcou mais um para o time visitante. A diferença de três caiu para um em 20/19 e o Brasil Kirin pediu tempo. No erro do adversário, o Minas deixou tudo igual em 20 pontos. Com Temponi no ataque e Maurício no bloqueio, 22/20. Os donos da casa buscaram e, no ace de Abouba, fizeram 22/22. O placar voltou a ficar igual em 24/24. No final, com Rivaldo, o Brasil Kirin fechou em 28/26.

O segundo set também começou com equilíbrio. No bloqueio simples de Temponi, o time visitante empatou em 3/3. Depois de bom levantamento de Gelinski, Vanole pontuou e o Minas abriu dois (6/4). No bloqueio de Abouba, o time mineiro marcou 11/7 e Horacio Dileo pediu tempo. O Minas ainda chegou a 12/8. A vantagem do time da casa seguiu boa em 17/12. Com Vanole explorando o bloqueio adversário, o Minas Tênis Clube fez 20/15. O Brasil Kirin reagiu e no ace de Rivaldo diminuiu a diferença para 22/19. Mas, o time mineiro manete o bom ritmo e venceu o set por 25/21.

Maurício Souza abriu a terceira parcial com ponto de bloqueio. De novo com o central, desta vez no saque, o Brasil Kirin fez 7/3. Com Diogo, o time visitante chegou a 11/8. Quando o placar passou a ser 13/9, Nery Tambeiro pediu tempo. O Brasil Kirin seguiu sem dar chances ao adversário e, em boa passagem de Vini pelo saque, chegou a 18/12, forçando o treinador do Minas a pedir mais um tempo. Com Abouba pontuando bem e, no bloqueio de Bruno, o time da casa reduziu a diferença para 21/17. No final, com Diogo, 25/19 para o Brasil Kirin.

Como as anteriores, a quarta parcial teve um início bastante disputado, com o empate em 5/5. O time de Campinas abriu dois em 8/6. Com Diogo, o placar foi para 10/7 a favor do Brasil Kirin. No bloqueio de Maurício Souza, 13/10. Quando o marcador apontou quatro de diferença (16/12), Nery Tambeiro parou o jogo. O Minas aproximou no placar (16/14) e foi a vez de Horacio Dileo pedir tempo. Mas, o time do Brasil Kirin voltou a pontuar bem e fez 23/18. No final, vitória por 25/21.

EQUIPES

MINAS TÊNIS CLUBE – Gelinski, Bisset, Flávio, Bruno, Thiago Vanole e Tiago Mão. Líbero – Rogerinho
Entraram – Abouba, Samuel, Carísio, Felipe
Técnico: Nery Tambeiro

VÔLEI BRASIL KIRIN – Jotinha, Rivaldo, Maurício Souza, Vini, Temponi e Diogo. Líbero – Tiago Brendle
Entraram – Ygor Ceará, Matheus, Bonora e Krauchuk
Técnico: Horacio Dileo

Fonte/foto: CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...