sexta-feira, 18 de novembro de 2016

SUPERLIGA 2015/17: Rexona-Sesc vence São Cristóvão Saúde/São Caetano e segue invicto

Rexona-Sesc vence São Cristóvão Saúde/São Caetano e segue invicto na Superliga 2016/17

O Rexona-Sesc (RJ) segue invicto na Superliga feminina de vôlei 16/17. A equipe carioca superou, nesta sexta-feira (18.11), o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) por 3 sets a 0 (25/21, 25/14 e 25/23), em 1h20 de jogo, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). A partida foi válida pela quarta rodada do turno da competição. Foi a quarta vitória consecutiva do time do treinador Bernardinho. 



As duas equipes voltarão à quadra na próxima terça-feira (22.11). O Rexona-Sesc jogará com o Pinheiros (SP), às 19h30, no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP). Já o São Cristóvão Saúde/São Caetano lutará pela primeira vitória na competição contra o Renata Valinhos/Country (SP), no mesmo horário, no Lauro Gomes, em São Caetano (SP). 

O Rexona-Sesc aparece na liderança da competição, com 12 pontos (quatro vitórias). O São Cristóvão Saúde/São Caetano está na 10ª colocação ainda em busca do primeiro resultado positivo. 

A ponteira holandesa Anne Buijs, do Rexona-Sesc, foi eleita a melhor do jogo em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da CBV que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei. A atacante fez questão de elogiar o apoio recebido dos torcedores durante a partida. 

“Estou muito feliz porque colocamos pressão em cima delas o tempo todo. Hoje tivemos um bom aproveitamento de ataque, estamos evoluindo muito e isso é fruto do nosso trabalho diário. É muito legal contar com esta torcida incrível. Os fãs nos apoiam muito, gritam nosso nome e nos ajudam sempre. É muito divertido jogar assim, espero contar com essa ajuda em todos os jogos”, disse Anne Buijs, maior pontuadora entre as cariocas ao lado da central Carol, com 11 acertos.

Pelo lado do São Cristóvão Saúde/São Caetano, o treinador Haírton Cabral lamentou a derrota, mas elogiou a postura do time do ABC Paulista. 

“Nós conseguimos equilibrar o jogo em algumas situações, mas ainda nos desconcentramos em outros momentos e levamos três ou quatro pontos em uma passagem de saque, por exemplo. No entanto, posso dizer que a equipe teve uma postura combativa que era o que nós queríamos”, explicou Haírton Cabral. 

Apesar da derrota, o São Cristóvão Saúde/São Caetano teve a maior pontuadora do confronto, a oposta Angélica, com 12 acertos.

Fonte/foto: CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...