domingo, 30 de outubro de 2016

SUPERLIGA FEMININA 2016/17:Vôlei Nestlé vence São Caetano na estreia da Superliga

Vôlei Nestlé vence São Caetano na estreia da Superliga
Camila Brait ganhou o VivaVôlei

Sem contar com a habitual eficiência das ponteiras titulares, o Vôlei Nestlé precisou de quatro sets - 25/18, 25/22, 22/25 e 25/20 - e 1h45min para superar o São Cristóvão Saúde/São Caetano, no início da noite deste sábado (29), no ginásio José Liberatti. Quem brilhou foram a central Bia e a ponteira Gabi, maior pontuadora do time com 14 acertos, além da líbero Camila Brait, aniversariante da semana, ganhadora do troféu VivaVôlei. Na terça-feira, o adversário será o Rio do Sul, às 19h30, em Osasco.


Camila Brait fez uma avaliação do jogo e acredita que o time deixou a quadra com uma lição. "Jogamos muito bem os dois primeiros sets, mas no terceiro perdemos a concentração. Caiu o rendimento em todos os fundamentos. Precisa melhorar nesse aspecto e nunca achar que o jogo está ganho. Fica uma lição para que o time entre atento do início ao fim da partida. Com a nossa queda elas cresceram e jogaram bem e com passe na mão, o que tornou nossa vitória ainda mais. O importante é que fizemos 3 a 1 e conquistamos os três pontos", disse a líbero. 

O técnico Luizomar também detectou e pontuou a queda de rendimento e acha que serve de alerta para o Vôlei Nestlé. "Começamos o jogo muito bem. Abrimos uma parcial de 11 a 3, mas depois caiu o ritmo da equipe. Passamos a não ser mais eficientes, principalmente na virada de bola. Apesar da vitória, o time deixou a desejar. Caiu a concentração. Foi uma semana difícil após o título do Paulista, mas a equipe tem que virar a página rapidamente e pensar na Superliga que é um campeonato difícil e em casa não podemos ter essa queda de rendimento que tivemos a partida da metade do segundo set", afirmou o treinador. 

O jogo - O Vôlei Nestlé começou forte, sem errar e com ótima performance da central Bia. Abriu 10/2 e obrigou o São Caetano a mexer na equipe titular. Uma sequência de falhas na recepção permitiu a reação das visitantes, que encostaram em 15/13. Neste momento, brilharam Paula e Tandara e o controle do jogo voltou para as donas da casa. Resultado: 25/18. Paula fez 5 pontos e Bia 4.

Desatento e sem manter o ritmo da parcial inicial, o Vôlei Nestlé permitiu que São Caetano dominasse o placar. Chegou a abrir 12/8 até Bia ir para o saque. Desestabilizou o passe adversário, fez duas defesas difíceis e levou seu time ao empate em 12/12. Troca de pontos, mas o equilíbrio do Vôlei Nestlé prevaleceu: 20/17, com Bia. E logo finalizou a série em 25/22, com Saraelen, destaque com 6 pontos. 

Terceiro set disputado, com os dois times alternando bons e maus momentos. Placar equilibrado até 18/18. O São Caetano abre 4 pontos de vantagem: 22/18 e logo 24/19. Gabi, que entrou no lugar de Tandara ainda no segundo set, vai para o saque e consegue encostar em 24/22, mas não é suficiente. São Caetano vence 25/22. A ponteira foi a melhor do Vôlei Nestlé na série com 8 pontos. 

As duas equipes voltaram dispostas a prolongar os pontos, sem deixar a bola cair. E o equilíbrio prevaleceu até 9/9, quando a sérvia Bjelica substituiu Paula e fez três pontos seguidos: 13/12. Aí foi a vez de Bia levantar a torcida e marcar três vezes: 18/13. Novamente no comando, as donas da casa mantiveram a eficiência e definiram o set em 25/20, garantindo a vitória na estreia por 3 a 1. Destaque, Bjelica com 5 pontos.

Pelo Vôlei Nestlé jogaram e marcaram: Dani Lins, Paula, Tandara, Malesevic, Bia, Saraelen e a líbero Camila Brait. Entraram: Carol Albuquerque, Bjelica, Nati Martins e Gabi. Técnico: Luizomar de Moura.

Pelo São Cristóvão Saúde/São Caetano jogaram e marcaram: Diana, Angélica, Paula, Fernanda Tomé, Caroline, Marjorie e a líbero Erika. Entraram: Glauciele, Edinara e Cacá. Técnico: Fernando Gomes. 

Fonte: Rafael Zito - :ZDL
Foto: Luiz Pires/Fotojump
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...