quinta-feira, 8 de setembro de 2016

TEMPORADA 2016/17: Vôlei Nestlé apresenta elenco para a temporada 2016/2017

Vôlei Nestlé apresenta elenco para a temporada 2016/2017


Dani Lins, Tandara, Camila Brait e as sérvias, Tijana Malesevic, vice-campeã olímpica no Rio 2016, e Ana Bjelica se juntam às demais atletas do elenco e foram apresentadas na manhã desta quinta-feira em evento no José Liberatti

O Vôlei Nestlé apresentou pela primeira vez sua força máxima para a temporada 2016/17. A reunião do elenco completo da equipe de Osasco contou com as presenças de Camila Brait e Tandara, que já estão em atividade no Campeonato Paulista, Dani Lins, que regressou ao clube após disputar os Jogos Olímpicos Rio 2016 pela seleção brasileira, e as sérvias Tijana Malesevic e Ana Bjelica. Essas foram as principais atrações do evento realizado na manhã desta quinta-feira (8) no ginásio José Liberatti. O grupo tem quatro medalhistas olímpicas em três edições diferentes: Carol Albuquerque, ouro em Pequim-2008, Dani Lins e Tandara, ouro em Londres-2012, e Malesevic, prata no Rio-2016. 

Com 31 anos, Dani Lins é uma das jogadoras mais experientes do Vôlei Nestlé. Ela é uma das líderes e referências do elenco para as competições que aparecerão pela frente. "A equipe sofreu modificações em relação à temporada passada e fui muito bem recebida neste retorno. Eu já conhecia algumas que chegaram agora e as outras também foram bem receptivas, juntamente com o Luizomar, o Jefferson e os demais profissionais do clube. Estou bem feliz de seguir vestindo a camisa do Vôlei Nestlé. Já fiz meus primeiros treinos e comecei em ritmo acelerado para poder estar à disposição o quanto antes. As expectativas são positivas e espero que tenhamos um ano de muitas conquistas e que seja melhor do que o anterior", afirmou a levantadora.

Dani Lins iniciou sua carreira em Osasco, quando tinha apenas 15 anos. "Quando comecei em Osasco, na equipe infantil, encontrei jogadoras experientes que me auxiliaram muito na passagem para o adulto. Uma delas foi a Bia (oposta e ex-jogadora), que sempre me amparou dentro e fora de quadra. Agora estou do outro lado e disponível para ajudar as mais jovens com conselhos e orientações. Quero poder contribuir com elas e passar o que aprendi quando cheguei ao time profissional. Tenho experiência de anos jogando pela seleção e em clubes grandes e passar isso para a nova geração é uma das minhas vontades", ressaltou a atleta. 

Camila Brait é a jogadora do atual elenco com mais tempo de casa. Ela chegou ao clube de Osasco na temporada 2008/09, quando tinha apenas 19 anos. A jogadora agradeceu a forma como foi recebida após ter sido cortada da seleção brasileira que participou dos Jogos Olímpicos Rio 2016. "O Vôlei Nestlé é a minha casa e não me vejo jogando em outro time. Fui muito bem recebida por todos do clube e isso me ajudou bastante neste retorno. As minhas companheiras e o Luizomar foram importantes para a minha recuperação. Estou bastante animada com essa temporada e quero retribuir em quadra", assegurou a jogadora.


As sérvias Malesevic e Bjelica


Estrangeiras estão animadas para a temporada - A ponteira Malesevic comentou sobre suas primeiras impressões do clube e os objetivos para a temporada. "Antes de vir procurei saber mais sobre o Vôlei Nestlé e tive excelentes recomendações. É um clube com muita tradição e estou feliz de fazer parte disso e poder contribuir. Mesmo com pouco tempo, já senti que a atmosfera deste grupo é incrível. Vim para conquistar bons resultados e quero representar bem o time e ajudar minhas companheiras e a comissão técnica", garantiu a jogadora.

Malesevic chegou ao Vôlei Nestlé após ter conquistado a medalha de prata nos Jogos Olímpicos Rio 2016. "A experiência de ser medalhista olímpica é incrível e me dá uma segurança de ter passado por um grande desafio e conquistado um excelente resultado. Hoje me considero mais experiente por conta disso. Estou sempre disposta a aprender e evoluir e quero contribuir para que tenhamos uma temporada vitoriosa. Meu primeiro contato com o técnico Luizomar foi durante as Olimpíadas. Fiquei contente que ele foi me assistir e vou fazer meu máximo para retribuir esse carinho", disse a ponteira. 

Acostumada a jogar fora de seu país, Bjelica ficou impressionada com a receptividade. "Estou muito feliz e posso dizer que fui recebida como se fosse uma jogadora brasileira. Nos últimos anos joguei na Turquia e Polônia e nunca foi dessa maneira. O clube tem uma organização de alto nível. Tive meu primeiro contato com o treinamento e achei excelente e bem forte. Todos foram muito carinhosos comigo e já me sinto em casa. Essa estrutura do Vôlei Nestlé é importante para mim porque sou jovem e pretendo desenvolver melhor meu vôlei e crescer como atleta", destacou a jogadora de 24 anos.

A oposta está com boa expectativa para a temporada. "Meus objetivos no esporte são sempre jogar bem e me desenvolver como atleta e aqui terei condições de fazer isso a cada dia. Vou me doar ao máximo e fazer meu melhor para a equipe. O vôlei brasileiro se destaca pela sua qualidade técnica e para me dar bem preciso defender muito bem e apurar ao máximo todos os fundamentos. Quero crescer junto com a equipe durante a temporada para que possamos atingir nosso objetivo final que são as conquistas", finalizou Bjelica. 

Intercâmbio entre jovens jogadoras e atletas experientes - A experiência vivenciada por Dani Lins no passado e seu papel no presente é um exemplo da proposta do Vôlei Nestlé, que reforçou o DNA de seu projeto ao firmar parceria com o Programa Global "Nutrindo os Sonhos dos Jovens", lançado pela Nestlé na Europa em 2013 e que chegou ao Brasil no final de 2015. O programa já está sendo aplicado e gerando resultados positivos em quadra. Com enfoque voltado a gerar oportunidade aos mais jovens, o clube trouxe para seu elenco a levantadora Gabriela Zeni, de 19 anos, que passou por um período de treinos com a comissão técnica do Vôlei Nestlé e foi aprovada, ganhando sua primeira chance em um time com conquistas expressivas em competições internas e internacionais. A oposta Paula, 22, também é recém-chegada e foi titular nos cinco jogos da equipe na temporada, estando entre as principais pontuadoras em todos eles. 

O técnico Luizomar foi o responsável por conduzir o evento e apresentou as jogadoras do Vôlei Nestlé. O treinador chamou também Gilberto Rigolon, Gerente de Talentos e Desenvolvimento da Nestlé, que abordou a relevância da mescla entre jovens e experientes. "É de fundamental importância esse intercâmbio entre as jovens e as mais experientes. Isso se encaixa perfeitamente na filosofia de nosso projeto Nutrindo os Sonhos dos Jovens", enfatizou. Em seguida, Luizomar completou destacando o ineditismo do projeto. "Aliar o alto rendimento com educação é algo inédito no Brasil. Esse programa da Nestlé possibilitará a realização de cursos profissionalizantes tanto para jogadoras quando para comissão técnica", comemorou o técnico. 

Para a temporada 2016/17, o Vôlei Nestlé manteve Dani Lins, Camila Brait, Saraelen e Gabi. Além delas, o time de Osasco contratou as levantadoras Carol Albuquerque e Gabriela Zeni, as opostas Paula Borgo e Ana Bjelica, as ponteiras Tandara, Bruna Neri, Clarisse e Tijana Malesevic, e as centrais Bia e Natália Martins. A comissão técnica também passou por mudanças. O técnico Luizomar trabalha agora com dois assistentes: Spencer Lee e Jefferson Arosti. Chegaram os preparadores físicos Rafael Rocamora e Marcelo Vitorino e o supervisor técnico Antônio Berardino dos Santos, o Dininho. Leonard Barbosa é o estatístico e o departamento médico conta com o doutor Tiago Fruges Ferreira e o fisioterapeuta Thiago Moreira.

Atletas do Vôlei Nestlé 2016/17

Danielle Rodrigues Lins
Nascimento: 05/01/1985
Recife-PE 
Altura: 1,83
Posição: Levantadora 

Carolina Demartini Albuquerque
Nascimento: 25/07/1977
Porto Alegre-RS
Altura: 1,82
Posição: Levantadora

Camila de Paula Brait
Nascimento: 28/10/1988
Frutal-MG
Altura: 1,70
Posição: Líbero

Tandara Alves Caixeta 
Nascimento: 30/10/1988
Brasília-DF
Altura: 1,84
Posição: Ponteira

Gabriella Guimarães Souza
Nascimento: 14/12/1993
Niterói-RJ
Altura: 1,75
Posição: Ponteira 

Saraelen Leandro Ferreira Lima
Nascimento: 16/04/1994
Goiânia-GO
Altura: 1,84
Posição: Central

Ana Beatriz Silva Correa
Nascimento: 07/02/1992
Sorocaba-SP
Altura: 1,88
Posição: Central

Ana Paula Borgo Bedani da Cruz
Nascimento: 20/10/1993
Bauru-SP
Altura: 1,87
Posição: Oposta

Ana Bjelica
Nascimento: 03/04/1992
Belgrado (Sérvia)
Altura: 1,90
Posição: Oposta

Tijana Malesevic
Nascimento: 18/03/1991
Uzice (Sérvia)
Altura: 1,85
Posição: Ponteira

Natália Martins
Nascimento: 11/12/1984
Lorena-SP
Altura: 1,86
Posição: Central

Clarisse Benício Peixoto
Nascimento: 01/03/1987
Fortaleza-CE
Altura: 1,81
Posição: Ponteira

Bruna Marques Neri
Nascimento: 15/11/1992
Brasília-DF
Altura: 1,79
Posição: Ponteira

Gabriela Sabino Zeni
Nascimento: 01/05/1997
Barueri-SP
Altura: 1,80
Posição: Levantadora


Fonte: ZDL - Rafael Zito - ZDL 
Fotos: João Pires/Fotojump
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...