domingo, 25 de setembro de 2016

SUPERLIGA METROPOLITANA 2016: Camponesa/Minas vence o Boca Juniors e conquista o título invicto

Camponesa/Minas vence o Boca Juniors e conquista o título invicto da Superliga Metropolitana 2016

Após um início de jogo confuso, o Camponesa/Minas deu show na final da Superliga Metropolitana, na Argentina. O time minastenista conquistou uma virada espetacular no primeiro set, após perder por 14 a 3 e virar para 25 a 18, e depois dominou a partida, vencendo o Boca Juniors por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/18 e 25/13. Com o resultado, a equipe conquistou o título da competição internacional de forma invicta. Antes, o Camponesa/Minas venceu os times argentinos Estudiantes, Ciudad de Buenos Aires e San Lorenzo, todos pelo placar de 3 a 0, na primeira fase. Na semifinal, um duelo brasileiro contra o Fluminense, e mais uma vitória, dessa vez por 3 sets a 1, de virada.

Após a partida, a ponteira Pri Daroit, eleita a melhor jogadora do torneio, falou sobre a conquista do título. “Foi uma competição muito boa para o crescimento do time. Estou feliz por poder ajudar a equipe e por levar esse titulo para o Brasil. O time começou nervoso, temos muitas meninas novas, algumas disputando a primeira final, mas, aos poucos, entramos no ritmo, sem desesperar. A união fez a diferença para conseguirmos virar o jogo”.

Pri Daroit com o troféu de melhor jogadora do torneio 

Capitã do Camponesa/Minas, Carol Gattaz também falou após a vitória. “Começamos muito frias e desconcentradas. Não podemos jogar tão desconcentradas assim. Mas, depois, nos acostumamos e o jogo começou a fluir. Essa competição me surpreendeu positivamente, um torneio como esse incentiva novas atletas e essa troca de experiências é muito importante”.

O jogo

Um início de set para esquecer e uma virada espetacular. Assim foi o primeiro set do jogo para o Camponesa/Minas. Após sair perdendo por 14 a 3, sem acertar o passe e o ataque, a equipe teve forças para reagir e buscar a virada. Com uma boa sequência de Carol Gattaz no saque, a equipe chegou ao empate em 16 a 16 e depois se manteve em vantagem. Pri Daroit no ataque e Mara no bloqueio também foram destaques na grande virada da equipe, que, no fim, venceu por 25 a 18.

No segundo set, um novo começo, equilibrado e bem disputado. O Camponesa/Minas se manteve sempre à frente, mas sem grandes vantagens no placar. A equipe só conseguiu se distanciar já na reta final, com outra boa atuação de Pri Daroit no ataque, e venceu por 25 a 18. Na volta para o terceiro set, o time minastenista se impôs desde o início, sem dar chances ao Boca Juniors. Controlando as ações da partida e buscando o título, o Camponesa/Minas conquistou a vitória no set por 25 a 13 e fechou o jogo em 3 sets a 0.

Equipe: 

Camponesa/Minas: Naiane, Karol Tormena, Pri Daroit, Domingas, Mara, Carol Gattaz e Léia (líbero). 
Entraram: Natália, Fran, Renata e Karine. 
Técnico: Paulo Coco.

Superliga Metropolitana
20/9 – Camponesa/Minas (3 x 0) Estudiantes
21/9 – Camponesa/Minas (3 x 0) Ciudad de Buenos Aires
22/9 – Camponesa/Minas (3 x 0 ) San Lorenzo
23/9 – Camponesa/Minas (3 x 1) Fluminense
24/9 – Final – Camponesa/Minas (3x0) Boca Juniors

Fonte: Minas Tênis Clube
Fotos: Federação Metropolitana de Vôlei
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...