domingo, 31 de julho de 2016

RIO 2016: Yane Marques será a Porta-Bandeira do Brasil na cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos

Yane Marques será a Porta-Bandeira do Brasil na cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016
Medalha de bronze em Londres 2012, a pentatleta disputará a competição pela terceira vez

A medalhista olímpica Yane Marques, bronze no pentatlo moderno em Londres 2012, será a porta-bandeira do Time Brasil na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, no dia 5 de agosto. Atleta mais votada pelo público na enquete do programa Fantástico, da TV Globo, Yane foi anunciada oficialmente na noite deste domingo, dia 31. O anúncio foi feito pelo presidente do Comitê Olímpico do Brasil, Carlos Arthur Nuzman.

Yane estreou nos Jogos Olímpicos em Pequim 2008. Na ocasião, a pernambucana terminou na 18a colocação, entre 36 atletas participantes. Quatro anos mais tarde, em Londres, Yane brilhou no dia de encerramento dos Jogos, conquistando uma histórica medalha de bronze no pentatlo. No Rio 2016, ela disputará a competição pela terceira vez.

"Foram algumas surpresas, né? Primeiro a indicação e agora a votação. Representa muito. Carregar a bandeira já é uma situação honrosa. Todo mundo assistindo. Quero ser uma porta-bandeira muito alegre e talvez uma porta-voz, através dessa bandeira, para que o nosso país se una mais. Quero ser uma representante de todos os brasileiros naquele momento", disse Yane em entrevista ao Fantástico.

Na enquete, vencida com 49% dos votos, Yane enfrentou dois fortes concorrentes: o velejador Robert Scheidt, que foi o porta-bandeira da delegação em Pequim 2008, e o líbero da seleção masculina de vôlei, Serginho.

Confira todos os porta-bandeiras do Brasil em Jogos Olímpicos:

Antuérpia 1920 - Afrânio Antônio da Costa (Tiro Esportivo)
Paris 1924 - Alfredo Gomes (Atletismo)
Los Angeles 1932 - Antonio Pereira Lira (Atletismo)
Berlim 1936 - Sylvio de Magalhães Padilha (Atletismo)
Londres 1948 - Sylvio de Magalhães Padilha (Atletismo)
Helsinque 1952 - Mario Jorge da Fonseca Hermes (Basquete)
Melbourne 1956 - Wilson Bombarda (Basquete)
Roma 1960 - Adhemar Ferreira da Silva (Atletismo)
Tóquio 1964 - Wlamir Marques (Basquete)
Cidade do México 1968 - João Gonçalves Filho (Polo aquático)
Munique 1972 - Luiz Cláudio Menon (Basquete)
Montreal 1976 - João Carlos de Oliveira (Atletismo)
Moscou 1980 - João Carlos de Oliveira (Atletismo)
Los Angeles 1984 - Eduardo Souza Ramos (Vela)
Seul 1988 - Walter Carmona (Judô)
Barcelona 1992 - Aurélio Miguel (Judô)
Atlanta 1996 - Joaquim Cruz (Atletismo)
Sidney 2000 - Sandra Pires (Vôlei de praia)
Atenas 2004 - Torben Grael (Vela)
Pequim 2008 - Robert Scheidt (Vela)
Londres 2012 - Rodrigo Pessoa (Hipismo)
Rio 2016 - Yane Marques (Pentatlo Moderno)

Fonte: COB
Foto: Valterci Santos/AGIF/COB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...