sábado, 18 de junho de 2016

LIGA MUNDIAL 2016:Brasil vence a Argentina por 3 sets a 0

Brasil vence a Argentina por 3 sets a 0 

Lucarelli, maior pontuador da partida, com 19 acertos, em ação

O Brasil conseguiu, na tarde desta sexta-feira (17.06), a segunda vitória na Liga Mundial. A equipe masculina de vôlei venceu a Argentina por 3 sets a 0 (25/21, 25/13 e 26/24), em 1h19 de partida, e acumula duas vitórias, depois de bater, também, o Irã na estreia. O time dirigido pelo técnico Bernardinho é o maior vencedor da Liga Mundial, com nove títulos.

Neste sábado (18.06), a seleção brasileira volta à quadra para o terceiro e último jogo da etapa. Às 23h10, o Brasil enfrentará os Estados Unidos novamente na Arena Carioca 1, com transmissão da Globo e do SporTV. A noite ainda será marcada por uma homenagem que a Confederação Brasileira se Voleibol (CBV) prestará a 78 atletas olímpicos desde Tóquio/64.

Um dos principais destaques da partida de hoje, o ponteiro Lucarelli saiu de quadra como maior pontuador, com 19 acertos – 16 de ataque, dois de saque e um de bloqueio. Depois do jogo, o atacante elogiou o desempenho da equipe brasileira e a troca de jogadores – Douglas no lugar de Murilo e Isac no de Maurício Souza – é importante.

“A mudança de jogadores ajuda a colocar todo mundo com ritmo de jogo. Nós ainda temos alguns jogos pela frente, e sabemos que temos muito a evoluir ainda, mas nossos treinos têm sido muito bons, com altíssimo nível e isso é muito bom para todos e acaba refletindo em nosso desempenho em quadra”, disse Lucarelli.

O central Isac voltou a jogar como titular da seleção brasileira depois de se recuperar de um desgaste na coluna, que o deixou de fora dos trabalhos iniciais da equipe. Reintegrado ao grupo desde o começo da semana passada, o jogador foi, nesta tarde, responsável por oito pontos do Brasil.

O capitão do Brasil, Bruninho, analisou o desempenho da equipe a cada parcial e garantiu estar satisfeito com mais um resultado positivo e, especialmente, pela calma necessária para a vitória.

“No geral foi um bom jogo. Conseguimos um padrão de saque, defesa e contra-ataque muito bom. Desperdiçamos alguns ataques, principalmente no primeiro set, mas, no segundo, conseguimos concretizar esses contra-ataques, o que nos ajudou a abrir boa vantagem. No terceiro set a partida ficou mais apertada por mérito da Argentina, que conseguiu forçar mais o saque. Mas, mantivemos a paciência e conseguimos sair desta situação complicada para conseguimos a vitória”, disse Bruninho.

Estreante em Liga Mundial, o ponteiro Douglas Souza, de 20 anos, jogou como titular e comemorou a oportunidade. “Está acontecendo tudo muito rápido. Em um ano eu estava disputando um Mundial infantojuvenil, no seguinte fui ao pódio no Pan (de Toronto 2015), e, em seguida, estou aqui com a seleção principal. Achei que não fosse jogar nesta primeira etapa, mas o Bernardinho confiou no meu potencial e está servindo como um grande teste, inclusive com a experiência de ter uma arena inteira gritando o meu nome”, concluiu Douglas.

O Brasil é o maior vencedor da Liga Mundial, com nove títulos (1993, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010) e entra nesta 27ª edição da Liga Mundial na busca pelo 10º título. Além disso, a seleção brasileira é recordista de pódios da competição: subiu em 19 das 26 edições, tendo nove medalhas de ouro, cinco de prata e quatro de bronze.

O JOGO

O primeiro set começou bastante equilibrado, com a Argentina em vantagem no 9/8. O Brasil buscou e, embalado pela torcida, chegou ao ponto de empate em 10/10. O placar seguiu igual em 14/14, 15/15 e 16/16. A partir deste momento, a seleção brasileira impôs seu ritmo e abriu boa vantagem em 20/16. No bloqueio simples de Isac, o Brasil fez 21/17. Os argentinos reagiram e conseguiram equilibrar novamente em 23/21. Mas, no bloqueio de Lucarelli, a equipe da casa fechou em 25/21.

O Brasil teve um ponto de diferença em 3/2. Logo depois, com grande saque de Lucarelli, o placar foi para 5/2 e os argentinos pediram tempo. No bloqueio de Lucão, o time da casa fez 7/3. Com Lucarelli, a equipe fez 10/5. A diferença no placar se manteve em cinco pontos em 14/9. No bloqueio de Douglas, o Brasil fez 16/9. Lucão pontuou no ataque, fez 20/11 para a equipe da casa, e a Argentina pediu tempo. O placar foi a 24/11, o time visitante ainda pontuou três vezes, mas o Brasil fechou em 25/13.

O terceiro set foi bastante equilibrado. A Argentina abriu 8/6 e o Brasil empatou em 8/8. O marcador ficou igual em diversos momentos (9/9/, 11/11, 14/14). A seleção da casa conseguiu abrir dois de vantagem em 16/14 e, depois de um longo rally e contando com erro do adversário, o Brasil fez 20/17. O time dirigido pelo técnico Bernardinho ainda fez 22/19, mas os argentinos buscaram e chegaram ao empate em 24 pontos. Com dois pontos seguidos de Lucarelli, a seleção brasileira fechou em 26/24.

EQUIPES

BRASIL – Bruninho, Wallace, Lucão, IsacSouza, Lucarelli e Douglas. Líbero – Serginho
Entraram – Evandro, William
Técnico: Bernardinho

ARGENTINA – De Cecco, Lima, Solé, Ramos, Bruno e Poglajen. Líbero – González
Entraram – Martinez, Uriarte, Palacios, Crer e Imhoff
Técnico: Julio Velasco


Fonte: CBV
Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...