terça-feira, 31 de maio de 2016

MONTREUX VOLLEY MASTERS 2016:Brasil perde para a China na estreia do Montreux Volley Masters

Brasil perde para a China na estreia do Montreux Volley Masters

A seleção brasileira feminina B foi superada pela China na estreia do Montreux Volley Masters. Nesta terça-feira (31.05), a equipe comandada pelo treinador Wagão acabou vencida pelas chinesas por 3 sets a 0 (25/20, 25/17 e 25/22), em 1h29 de jogo, no ginásio Pierrier Clarens, em Montreux, na Suíça. 

As brasileiras folgarão na rodada de quarta-feira (01.06) e voltarão à quadra na quinta-feira (02.06), às 13h45, contra a Turquia.  

O Brasil começou a partida com a levantadora Naiane, a oposta Ana Paula, as ponteiras Rosamaria e Gabi, as centrais Fran e Mara e a líbero Laís. Entraram durante o confronto, a oposta Lorenne, a levantadora Juma, a ponteira Drussyla e a central Saraelen. 

A oposta Lorenne, que começou o terceiro set como titular, foi a maior pontuadora entre as brasileiras, com 10 pontos. Pelo lado da China, as atacantes Hui e Gong foram as maiores pontuadoras do confronto, com 16 acertos cada.

O time verde e amarelo está no grupo A que conta ainda com China, Turquia e Bélgica. O grupo B é formando por Sérvia, Holanda, Tailândia e Suíça. As seleções se enfrentarão dentro dos seus respectivos grupos e as duas melhores classificadas passarão para as semifinais.

A equipe brasileira em Montreux será formada pelas levantadoras Naiane e Juma, as opostas Rosamaria, Paula Borgo e Lorenne, as centrais Fran, Mara, Lays e Saraelen, as ponteiras Gabi Souza, Maira e Drussyla e as líberos Laís e Érica Motta.

O JOGO

A China começou melhor e fez 5/2. Quando o placar estava 10/5 para as asiáticas o treinador Wagão pediu tempo. Jogando com velocidade e bem nos contra-ataques, as chinesas fizeram 19/13. O Brasil cresceu de produção e, numa bola de segunda da levantadora Juma, encostou (20/18). A China segurou a reação do Brasil e levou a melhor no primeiro set por 25/20. 

O Brasil voltou melhor para o segundo set e deixou tudo igual no início da parcial (9/9). Com dois pontos seguidos de bloqueio, a China voltou a abrir no marcador (11/9). Quando o placar estava 15/10 para as asiáticas, o treinador Wagão pediu tempo. Mesmo com a paralisação, a China continuou melhor e fechou o segundo set por 25/17. 

A terceira parcial começou equilibrada. Depois de um longo rally, a China fez 10/9. O terceira parcial foi equilibrada até o final e quando o placar estava 22/21 para as chinesas, o treinador Wagão pediu tempo. A China foi melhor na parte final da parcial e venceu o terceiro set por 25/22 e o jogo por 3 sets a 0.

Fonte: Divulgação CBV
Foto: FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...