terça-feira, 31 de maio de 2016

MERCADO DA BOLA: Vôlei Nestlé confirma chegada da campeã olímpica Carol Albuquerque

Vôlei Nestlé confirma chegada da campeã olímpica Carol Albuquerque
Motivada, a levantadora de 38 anos retorna ao time de Osasco em busca de seu terceiro título de Superliga.

 A levantadora Carol Albuquerque jogará no Vôlei Nestlé na temporada 2016/17. A jogadora de 38 anos tem um currículo vitorioso no vôlei brasileiro e demonstra enorme motivação para ampliar o número de conquistas de sua carreira. Na segunda-feira (30), Carol esteve no ginásio José Liberatti para uma sessão de fotos, que marcaram o início de sua quarta passagem pelo clube de Osasco. Campeã olímpica em Pequim-2008, ela retorna em busca de seu terceiro título de Superliga, sendo os dois primeiros conquistados no time da cidade. 

Carol chegou em Osasco pela primeira vez em 2000/01. Seu primeiro troféu de Superliga foi em 2004/05 e o segundo, em 2009/10, já com a Nestlé como patrocinador. "Estou feliz por integrar o elenco do Vôlei Nestlé mais uma vez e por estar retornando para Osasco. Me sinto em casa na equipe que mais atuei. Será minha quarta passagem e adoro a torcida de Osasco e as pessoas que trabalham no clube. Fiquei um ano parada e estou bastante motivada, contente e com a cabeça descansada. Espero que seja uma ótima temporada e que consigamos atingir nossos objetivos, chegar em todas as finais e conquistar os títulos. Espero ganhar minha terceira Superliga", disse a levantadora.

A jogadora revela que recebeu ofertas de outros clubes, mas não teve dificuldade para decidir. "Recebi propostas de outros times, mas quando recebi a do Vôlei Nestlé não pensei duas vezes. É um orgulho muito grande estar com 38 para 39 anos e jogar em um clube de alto nível. A Nestlé apoia incondicionalmente o esporte e o vôlei de Osasco oferece todas as condições para as jogadoras. Estão sempre motivando a torcida com eventos para atrair mais público e tornar o jogo ainda mais atrativo", afirmou a atleta. 

Consagrada, Carol acredita que a mescla de experiência e juventude é sempre positiva na montagem de um elenco. "Essa mescla de atletas experientes com mais novas é muito boa. Até porque as mais jovens precisam ter a referência de atletas consagradas e com títulos. Essa junção só vai fazer o time crescer. Jogar em Osasco é muito bom, mas tem pressão e uma cobrança grande. Os adversários sempre querem ganhar do Vôlei Nestlé, pois é um time que todas gostariam de estar e sei disso por também já ter estado do outro lado. A pressão é grande e ter esse respaldo das mais velhas sempre ajuda", ressaltou. 

No Vôlei Nestlé, a levantadora retoma sua parceria com Dani Lins. As duas atuaram juntas no Sesi-SP, na temporada 2013/14. "Gosto muito da Dani Lins. A gente se dá muito bem e já falei com ela quando acertei minha volta. Fizemos uma parceria de sucesso no Sesi, quando levamos a equipe para a final da Superliga. Tenho certeza que essa parceria dará certo novamente no Vôlei Nestlé. Uma vai motivar a outra para fazer com que a equipe esteja sempre em crescimento. Juntas faremos o melhor pelo time", finalizou a levantadora.

Carol é a primeira novidade confirmada pelo Vôlei Nestlé. Antes da chegada dela, o clube já havia divulgado as renovações de contrato de Dani Lins, Camila Brait, Saraelen e Gabi. Em sua última passagem, Carol era a capitã da equipe e foi teve a honra de levantar a taça da Superliga 2009/10, quando o Sollys/Nestlé derrotou o Rexona-Ades, no ginásio do Ibirapuera, por 3 sets a 2. Ainda em 2010, ela foi eleita a melhor levantadora do Sul-Americano de Clubes (campeã) e do Mundial de Clubes (vice-campeã). 

Carolina Demartini de Albuquerque nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, no dia 25 de julho de 1977. Com o sonho de ser jogadora de vôlei, chegou em São Paulo com 16 anos e disputou sua primeira Superliga pelo Tensor/Pinheiros na temporada 1995/96, com 18 anos. Por clubes, a atleta tem como principais conquistas seis títulos do Campeonato Paulista, dois troféus de Superliga e um tricampeonato Sul-Americano. Pela seleção brasileira, Carol esteve no elenco que venceu os Jogos Olímpicos de Pequim-2008, os Jogos Pan-Americanos de Winnipeg-1999, a Copa do Campeões 2005 e o tricampeonato do Grand Prix: 2005, 2006 e 2008. Além do time de Osasco, Carol jogou por Pinheiros, Macaé, Múrcia-ESP, e Sesi-SP.

Fonte:ZDL - Rafael Zito
Foto: (João Pires/Fotojump
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...