sexta-feira, 29 de abril de 2016

VÔLEI DE PRAIA: Oitavas de final em Fortaleza terão sete times brasileiros no naipe masculino

Oitavas de final do Open de Fortaleza de Vôlei de Praia terão sete times brasileiros no naipe masculino

O Brasil segue com sete chances de medalhas no torneio masculino do Open de Fortaleza. Nesta quinta-feira (28.04), sete duplas do país avançaram às oitavas de final da competição realizada na Praia do Futuro. As partidas continuam nesta sexta-feira (29.04), com entrada franca à torcida na arena montada na altura do hotel Crocobeach e transmissão dos jogos pelo site da CBV.

Os times brasileiros que avançaram não se cruzam nas oitavas de final, aumentando as chances de pódio verde e amarelo (confira abaixo os confrontos).

Quatro times terminaram na liderança de seus grupos após os jogos realizados durante a manhã: Álvaro Filho/Vitor Felipe (PB), Jô/George (PB), Oscar/André Stein (RJ/ES) e Luciano/Márcio Araújo (ES/CE). Já Pedro Solberg/Evandro (RJ), Guto/Saymon (RJ/MS) e Ricardo/Allison Francioni (BA/SC) tiveram que passar pela repescagem, nos jogos da noite, mas venceram e avançaram. Apenas Thiago/Harley (SC/DF) está fora do torneio.

Pedro Solberg e Evandro, que representarão o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016, começaram o dia superando a derrota da estreia e vencendo os argentinos Nicolas Capogrosso/Ian Mehamed por 2 sets a 0 (21/15, 22/20), ainda pela chave. Horas depois, na repescagem, triunfo sobre os venezuelanos Villafañe e Henriquez por 2 sets a 0 (21/12, 21/13), em 28 minutos. O carioca comemorou a evolução da dupla dentro da competição.

"É bom ver a gente crescendo no campeonato. É chato começar mal, mas a verdade é que não se trata de eliminatória simples, mas têm altos e baixos. Temos que saber administrar isso, e se for para jogar mal, que seja na fase de grupos, pois nos playoffs não se pode errar. Que bom que conseguimos ir bem em nosso primeiro jogo eliminatório e que estamos crescendo no torneio. Estivemos mais conectados e é assim que funcionamos bem", disse Pedro.

Ricardo e Allison começaram o dia vencendo os canadenses Binstock e Schachter por 2 sets a 0 (21/14, 21/19), em 41 minutos, pelo grupo D. Classificados à repescagem, superaram os suíços Kissling e Krattiger por 2 a 0 (21/16, 22/20), em 38 minutos e se garantiram nas oitavas. Feliz com o resultado positivo, Allison comentou a chance de jogar ao lado de um ídolo.

"Na época que comecei a treinar com a Letícia (Pessoa) ele estava jogando com o Emanuel, e só de poder treinar junto com ele já dava para ver que ele é realmente especial. Ter a oportunidade de poder jogar ao lado dele é algo muito motivador, inspirador mesmo. Quero absorver toda a experiência que ele puder me passar e aproveitar cada dica que ele me der para conseguir crescer no esporte", disse Allison.

Luciano e Márcio Araújo superaram os israelenses Netanel Ohana/Alon Sanderovich por 2 sets a 0 (21/14, 21/12), em 32 minutos, e ficaram em primeiro no grupo H, indo direto às oitavas. Eles encaram os atuais campeões pan-americanos, os mexicanos Virgen/Ontiveros.

"Realmente é muito bom poder jogar em casa, jogar no Brasil, jogar já classificado e diminuir um pouco o ritmo para evitar o desgaste, já que queremos chegar até domingo. Então não forçamos tanto o saque, tentamos guardar um pouco as energias. O mais importante é me concentrar. Tive um problema com minha filha, que foi hospitalizada, mas já está tudo bem, o pior já passou", comentou o medalhista olímpico.

Vice-campeões da etapa de Fortaleza do Circuito Brasileiro, Jô e George também se garantiram de maneira invicta às oitavas de final. Na última rodada do grupo C, superaram os irmãos alemães Bennet Poniewaz/David Poniewaz por 2 sets a 1 (16/21, 21/16, 15/11), em 45 minutos. Na próxima fase os adversários serão os canadenses Binstock/Sam Schachter.

Guto e Saymon (RJ/MS) começaram o dia tropeçando contra os primos chilenos Esteban e Marco Grimalt: 2 a 0 (26/24, 21/14). O carioca e o sul-mato-grossense se recuperaram e conseguiram a vaga na próxima fase eliminando os suíços Quentin Metral e Michel Zandbergen na repescagem por 2 sets a 0 (21/15, 21/12), em 30 minutos de partida.

Oscar e André Stein mantiveram a boa fase e derrotaram os franceses Romain Di Giantommaso e Maxime Thiercy por 2 sets a 0 (21/17, 21/9), em 31, garantindo a primeira posição na chave F. Eles também encaram canadenses nas oitavas de final, enfrentando Pedlow/O'Gorman por um lugar entre os oito melhores do torneio.

Os paraibanos Álvaro Filho e Vitor Felipe também seguem invictos na competição. Na manhã desta quinta-feira eles superaram os austríacos Christoph Dressler e Thomas Kunert por 2 sets a 0 (21/13, 24/22), em 40 minutos. Nas oitavas de final os medalhistas pan-americanos terão pela frente os alemães Erdmann/Kay Matysik.

Thiago e Harley (SC/DF) entraram em quadra pelo grupo B durante a manhã e foram superados pelos gregos Georgios Kotsilianos e Nikos Zoupanis, por 2 sets a 0 (21/16, 21/18). Mesmo assim, avançaram à repescagem, mas acabaram eliminados ao perderem para os alemães Erdmann e Matysik por 2 sets a 1 (21/19, 17/21, 15/9), em 50 minutos.

A parada na capital cearense encerra uma série de eventos do Circuito Mundial realizados no Brasil. Maceió (AL), em fevereiro, e Vitória (ES), em março, sediaram etapas Open. O Rio de Janeiro, sede dos Jogos Olímpicos, recebeu um Grand Slam também em março. O torneio em Fortaleza também será da categoria Open, que vale menos pontos que um Grand Slam.

Os campeões da etapa de Fortaleza recebem 500 pontos no ranking geral e uma premiação de 11 mil dólares. Ao todo, são 150 mil dólares em premiação nos dois naipes. Após a parada na capital cearense o Circuito Mundial segue para a Europa, onde será realizado o Open de Sochi, na Rússia, de 3 a 8 de maio. Outros oito eventos ocorrem até a disputa dos Jogos Olímpicos.

JOGOS DAS OITAVAS DE FINAL:
Kvamsdal/Sørum (NOR) x Ricardo/Allison (BRA) 
Luciano/Márcio Araújo (BRA) x Virgen/Ontiveros (MEX) 
Oscar/André (BRA) x Pedlow/O'Gorman (CAN) 
Jô/George (BRA) x Binstock/Schachter (CAN)
Faiga/Hilman (ISR) x Kotsilianos/Zoupanis (GRE) 
Esteban Grimalt/Marco Grimalt (CHI) x Pedro/Evandro (BRA) 
Álvaro Filho/Vitor Felipe (BRA)x Erdmann/Matysik (GER)
Gibb/Patterson (USA) x Guto/Saymon (BRA)

Fonte/foto: CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...