quarta-feira, 9 de março de 2016

SUPERLIGA MASCULINA 2015/16: Juiz de Fora fecha Superliga com vitória sobre Sada Cruzeiro e aguarda Seletiva

Juiz de Fora fecha Superliga com vitória sobre Sada Cruzeiro e aguarda Seletiva

O Juiz de Fora Vôlei encerrou sua campanha na Superliga 2015/16 com vitória. A equipe virou para cima do líder Sada Cruzeiro e fechou o jogo em três sets a dois, com parciais de 22×25, 25×27, 25×21, 25×23 e 15×10, na noite desta quarta-feira, no ginásio da UFJF. O central Diego foi eleito o melhor jogador em quadra, ficando com o troféu VivaVôlei.

A escalação inicial dos juiz-foranos foi: Mauricio (levantador), Thiago Maciel (oposto), Djalma e Renato (ponteiros), Diego e Igor (centrais) e Fabio Paes (líbero). No decorrer do jogo, entraram os levantadores Felipe Hernandez e Tarik, o central Ninão e o líbero Tatinho.

Decisivo principalmente no tie-break, Diego comentou sobre o jogo e a preparação da equipe para o próximo desafio: “Foi mais uma partida muito difícil. Mesmo sabendo que jogaríamos a Seletiva, não ‘largamos’ os últimos confrontos – continuamos nos dedicando. Apesar de não estarmos onde desejávamos neste momento da competição, ainda temos a chance de assegurar nossa vaga para a próxima temporada. Terminar com vitória é importante, dá um gás, pois teremos adversários complicados, com vários dias de jogos seguidos, sem descanso. Precisamos continuar trabalhando”.

Alessandro Fadul analisou o desempenho do time, já pensando na Seletiva: “Começamos o primeiro set muito mal. Até melhoramos, mas não conseguimos nos recuperar a tempo. Do segundo set em diante, construímos cenários favoráveis. Fizemos algumas mudanças que julgamos necessárias e o time acabou saindo de um cenário adverso, virando o jogo. A equipe está de parabéns pela forma como se comportou durante a partida. Esperamos manter o ritmo até a Seletiva, pois o objetivo é assegurar a vaga na próxima Superliga, para o nosso torcedor, para o projeto e para Juiz de Fora”.

Despedida

Renato Hermely fez nesta quarta-feira sua última partida pelo JF Vôlei. Aos 32 anos, o ponteiro aceitou uma proposta da Indonésia e não disputará a Seletiva. Ele foi o sétimo maior pontuador da fase classificatória da Superliga 2015/16, com 308 tentos. Após a vitória, emocionado, Renato se despediu: “Joguei seis edições da Superliga, e essa foi a melhor em todos os aspectos, principalmente pela torcida. Sempre que atuava contra Juiz de Fora sentia um calor diferente. Agora tive a oportunidade de estar do lado de cá, recebendo todo o apoio. Gostaria de ter continuado, mas tenho quase 33 anos e preciso pensar no meu futuro. Recebi uma oferta irrecusável, não tive escolha. Apesar da passagem curta, já me sinto juiz-forano e tenho o desejo de voltar. O grupo é qualificado e tenho certeza de que vai conseguir se adaptar à minha ausência e buscar a vaga na próxima edição”.

Data marcada

A CBV definiu a data de disputa da Seletiva para a próxima edição da Superliga. A competição vai acontecer na semana do dia 27 de março. A sede ainda não foi definida. Maurício Bara, diretor do JF Vôlei, comentou sobre o planejamento da equipe e as chances de conseguir atrair a competição para Juiz de Fora: “É um outro campeonato, com variáveis totalmente diferentes. Temos três semanas até lá. Já estamos inclusive recolhendo material sobre os possíveis adversários, para que nos preparemos da melhor forma possível. O grande motivador para tentarmos trazer a disputa para cá é o nosso torcedor, que sempre faz a diferença ao nosso favor. Vamos apresentar uma proposta, e torcemos para que ela seja a melhor”.

Fonte:Assessoria de comunicação
Foto:Acesso Comunicação Júnior
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...