segunda-feira, 14 de março de 2016

SUPERLIGA FEMININA 2015/16:Vôlei Nestlé supera Terracap/Brasília e é o primeiro semifinalista da Superliga

Vôlei Nestlé supera Terracap/Brasília e é o primeiro semifinalista da Superliga
 Thaisa foi a melhor em quadra e ganhou o VivaVôlei

O Vôlei Nestlé está classificado para as semifinais da Superliga 2015/16. O time de Osasco venceu o Terracap/Brasília Vôlei nesta segunda-feira (14) , no ginásio Sesi Taguatinga, por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 25/18 e 25/14, em 1h32min. Thaisa e suas companheiras fecharam a série por 2 a 0 e aguardam o vitorioso do confronto entre Rexona-Ades e Pinheiros/Klar, que disputam a segunda partida nesta terça-feira. Com 15 acertos, Thaisa foi a maior pontuadora e eleita a melhor em quadra, recebendo o troféu VivaVôlei. 


A capitã saiu satisfeita com o rendimento do time. "Fomos taticamente obedientes e seguimos à risca a estratégia do Jefferson. Não fiz tantos pontos de bloqueio, mas amorteci várias bolas que foram importantes para o contra-ataque. Vínhamos pecando nesse fundamente e nestes dois jogos melhoramos bastante. Jogamos bem focadas, com a cabeça na quadra e agora a gente manda um beijo e toda a força para o Luizomar", analisou Thaisa.

Dani Lins também destacou a boa atuação tática da equipe. "Trabalhamos bem taticamente, defendemos bastante, o que deixa o adversário irritado. Isso foi importante para começamos bem a fase semifinal. Sobre o Luizomar a gente sempre brinca para ele ficar calmo, pois sabe que ele é coração. Dissemos que aqui estava tudo sob controle. E conseguimos um resultado importante."

O técnico interino Jefferson Arosti analisou a partida. "Tivemos um bom crescimento do primeiro jogo para esse. A vitória de hoje vem sendo construído desde sábado. Ganhamos na sexta, ficamos tristes com a situação do Luizomar, mas no sábado já nos preparamos para conquistar essa vaga, não só para ele, mas para o time que tinha o objetivo de chegar à semifinal. Trabalhamos no domingo, já aqui em Brasília, para corrigir nossos erros ofensivos e, hoje pela manhã, os defensivos. Fizemos uma bela partida, pressionando o tempo inteiro e quando fomos pressionados conseguimos sair da situação adversa."

Neste segundo duelo, o Vôlei Nestlé foi comandado por Jefferson Arosti, assistente técnico do Luizomar. Ele havia assumido a equipe durante a primeira partida, quando o treinador passou mal na virada do primeiro para o segundo set e precisou ser levado ao hospital. Este foi o 11º embate diante do Brasília Vôlei e o time de Osasco venceu todas, sendo dez pela Superliga e uma vez pela Copa Banco do Brasil. Garantido entre os quatro melhores da competição nacional, o Vôlei Nestlé retorna para São Paulo nesta terça-feira. 

Luizomar já está em casa - Depois de realizar todos os exames, o técnico Luizomar recebeu alta do HCor no final da tarde desta segunda-feira (14) e já está em casa. "Agradeço aos doutores Leopoldo Piegas, do HCor, e Tiago Ferreira, do Vôlei Nestlé. Fui muito bem recebido e tratado no HCor e mais uma vez o Vôlei Nestlé mostrou sua estrutura. Quero agradecer às pessoas que me mandaram mensagens e demonstraram carinho e preocupação comigo. O time está em boas mãos e tenho certeza que o Jefferson vai comandar com muita qualidade no jogo de hoje. Estou muito feliz por estar liberado para voltar a fazer o que amo", disse o treinador.

O técnico foi acompanhado de perto pelo médico do Vôlei Nestlé desde sua entrada no hospital, sexta-feira (11), até a saída. "O Luizomar recebeu alta no final da tarde desta segunda, após realizar exames complementares. Não apresentou novos episódios de arritmia durante a internação e os exames não demonstraram doenças do coração. Está apto ao retorno às atividades e deve reintegrar-se ao elenco nos próximos dias", explicou o doutor Tiago Ferreira.

O jogo - O Vôlei Nestlé começou a partida com grande volume e concentração. Saque forçado, bloqueio bem montado e ótimo aproveitamento nos ataques e contra-ataques. A fórmula deu certo, tanto que abriu vantagem após 10/10 e só foi ampliando: 16/14, 19/15, 24/18 e fechou com um erro do adversário em 25/18. Além da boa distribuição de Dani Lins, destaque maior para Thaisa, com 6 pontos, e Adenízia, com 4, sendo três de bloqueio.

Se no primeiro set, as centrais dominaram, no segundo foi a vez das ponteiras brilharem. Carcaces e Gabi foram absolutas. A cubana com seus ataques fulminantes pelo alto e Gabi, com largadas e bolas bem colocadas. Sem correr riscos, as visitantes marcaram 8/5. Dois pontos de Gabi e três de Carcaces levaram o Vôlei Nestlé ao segundo tempo técnico: 16/12. E a diferença foi aumentando com novos pontos de Gabi, que marcou 6 vezes, e Carcaces, 5, ao fechar em 25/18.

Confirmando o ritmo das séries iniciais, a equipe de Osasco voltou determinada com Dani Lins encontrando sempre a jogadora melhor colocada e fazendo até ace no 3/2. Sem dificuldade marcou 8/5 e logo 11/6, com três pontos de Adenízia. Ivna fez 16/8. A central Thaisa anotou mais três, 20/9. E rapidamente Gabi fechou o set em 25/14 e o jogo em 3 a 0. Thaisa fez 5 pontos e Gabi, Carcaces e Adenízia, 4 cada. 

No Vôlei Nestlé jogaram: Dani Lins (5), Ivna (6), Thaisa (15), Adenízia (9), Gabi (10), Carcaces (12) e a líbero Camila Brait. Técnico: Jefferson Arosti.

No Terracap/Brasília Vôlei jogaram: Macris (2), Bárbara, Paula (6), Amanda (2), Vivian (1), Roberta (6) e a líbero Sassá. Entraram: Natália (1), Ana Paula, Sara, Kasiely (6), Domingas (10) e a líbero Vitória. Técnico: Manu Arnout.

Fonte: Rafael Zito - ZDL Comunicação
Foto: João Pires/Fotojump) 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...