terça-feira, 15 de março de 2016

SUPERLIGA FEMININA 2015/16: Camponesa/Minas vence o Rio do Sul/EquiBrasil e garante vaga na semi


Camponesa/Minas vence o Rio do Sul/EquiBrasil e garante vaga na semi da Superliga

Rio do Sul (SC) – O segundo jogo das quartas de final da Superliga Feminina foi bem diferente do primeiro, realizado em Belo Horizonte. O Camponesa/Minas soube se impor em quadra e, com muita tranquilidade, derrotou o Rio do Sul/EquiBrasil por 3 a 0, finalizando a série melhor de três do playoff. Com o segundo triunfo, as minastenistas garantiram vaga na semifinal da competição e, agora, vão enfrentar o vencedor do duelo entre Dentil/Praia Clube e Sesi-SP, que disputam o terceiro jogo, nesta sexta-feira (18/3). As parciais da partida, realizada na noite desta terça-feira, no interior de Santa Catarina, foram: 25/20, 25/21 e 25/14. A ponteira Carla foi a maior pontuadora do jogo, com 14 acertos, enquanto a também ponta Mari Paraíba foi eleita a melhor jogadora em quadra e ficou com o Troféu Viva Vôlei.

O time comandado pelo técnico Paulo Coco esteve melhor na maior parte do jogo. Apesar de ter saído atrás no placar no primeiro set, as minastenistas tiveram tranquilidade para, aos poucos, surpreenderem as adversárias, que, até então, só haviam perdido, em casa, para o Rexona-Ades, na primeira fase, e, ainda, pelo placar de 3 sets a 2, em uma partida tumultuada e marcada por falhas de arbitragem. O Camponesa/Minas entrou em quadra sabendo da força das adversárias em seus domínios, mas não se intimidou com os 1.300 torcedores que estiveram no Ginásio Municipal Artenir Werner e deu um verdadeiro show na segunda partida dos playoffs.


A ponteira Mari Paraíba, melhor jogadora em quadra, falou da vitória e destacou a força e a união do time. “Estou muito feliz. Sabíamos das dificuldades que a gente encontraria aqui dentro, mas viemos focadas para fazer um jogo melhor do que fizemos lá em BH. Foi isso, conseguimos cumprir o planejado e, agora, é aguardar o próximo adversário, independentemente de quem for, vamos nos preparar para fazer grandes jogos. O nosso time está muito unido e, assim, ganhamos mais forças”, comentou Mari Paraíba.


O primeiro set já mostrava para as jogadoras do Camponesa/Minas que seria pressão do início ao fim. Sem se intimidar com o barulho do torcedor, o time mineiro foi disputando o ponto a ponto com o adversário e só conseguiu abrir vantagem no finalzinho: 25 a 20. No segundo o set, as minastenistas cometeram algumas falhas na recepção e no bloqueio, o que obrigou Paulo Coco colocar a central Valquíria, que mais uma vez, ajudou o time no setor defensivo. A segunda parcial foi bem equilibrada e o Camponesa/Minas esteve atrás no placar até a segunda parada técnica (16 a 13), quando o treinador promoveu modificações no time, que virou em 25 a 21, fazendo 2 a 0 no jogo.


No terceiro set, as minastenistas não deram chances para o aguerrido Rio do Sul. Com um ritmo forte no ataque, o Camponesa/Minas fechou o jogo com tranquilidade, ao fazer 25 a 14, garantindo, assim, vaga para a próxima fase da Superliga Feminina.

O treinador minastenista também avaliou o resultado e disse que o time mostra muita maturidade e evolução, o que dá mais confiança para sonhar mais alto. “Chegamos entre as quatro forças do Brasil. Isso mostra a gente um caminho certo e que temos um elenco forte. Apesar de algumas jogadoras serem jovens e precisam amadurecer, elas mostram que estão se firmando no voleibol brasileiro e são importantes para o nosso grupo. Agora é preparar bem para termos mais ambição no campeonato, sabemos que é muito difícil, mas a gente também sabe que temos uma equipe para brigar de igual para igual com qualquer outro time. Vamos trabalhar neste sentido, independentemente do adversário, queremos fazer uma boa semifinal e, quem sabe, sonhar com uma final”, planejou o treinador minastenista.

A equipe retorna para Belo Horizonte na manhã desta quarta-feira e chega à capital mineira no meio da tarde. As atletas terão folga e retornam aos treinamentos na sexta-feira.

EQUIPES:

Camponesa/Minas: 
Naiane, Rosamaria, Mari Paraíba, Carla, Carol Gattaz, Mara e a líbero Léia. 
Entraram: Karol Tormena, Tandara, Laís e Valquíria. 
Técnico: Paulo Coco
.
Rio do Sul/EquiBrasil: Helô, Fran, Lú, Ju Nogueira, Isabela, Mimi Sosa e a líbero Tatiana. Entraram: Giovana, Juliana Paz, Jéssica, Camila e Vanessa. Técnico: Spencer Lee.
Árbitros: Rogério Espicalski, do Espírito Santo, e James Beal, de Santa Catarina.

Fonte: Minas Tênis Clube
Fotos: Clóvis Eduardo Cuco/Rio do Sul
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...