sexta-feira, 4 de março de 2016

SUPERLIGA FEMININA 2015/16: Rio do Sul/Equibrasil recebe Dentil/Praia Clube na última rodada do segundo turno

Rio do Sul/Equibrasil recebe Dentil/Praia Clube na última rodada do segundo turno da Superliga
Duelo entre as maiores pontuadoras do campeonato é ingrediente para Rio do Sul/Equibrasil e Dentil/Praia Clube nesta sexta-feira em Santa Catarina

Mesmo na última rodada do returno e já classificado para os playoffs da Superliga, Rio do Sul/Equibrasil quer manter a o incrível desempenho que teve em casa nesta temporada. E para isso, terá que enfrentar o Dentil/Praia Clube (MG) nesta sexta-feira (4), às 21h30, no ginásio Artenir Werner. Em 10 jogos como mandante, as catarinenses venceram nove confrontos. E este último compromisso do time comandado por Spencer Lee na fase classificatória da Superliga é encarado com a mesma responsabilidade e seriedade que os confrontos anteriores.

Spencer Lee está esperançoso para este jogo. A ausência de Giovana e Duda podem parecer entraves para o bom desempenho da equipe. Mas o treinador garante que do jeito que Rio do Sul tem treinado, as coisas podem ser bastante favoráveis.

“Eu acredito que o Praia Clube venha com uma postura grande, poderosa, típica de quem assumiu com garra o 2° lugar na Superliga Nacional. Mas nossa casa é nosso recanto. Nossa bomba de energia. Se temos problemas, nossas meninas ajudam a resolver. Se não resolvem, a massa nas arquibancadas faz o seu papel. Foi assim durante praticamente todos os jogos do campeonato. Então, as meninas precisam aproveitar todo esse potencial coletivo e também o fator externo, da arquibancada”, refletiu Spencer Lee.

Apenas um ponto separa a ponta norte-americana Alix Klineman do Praia Clube e a oposta Helô da equipe Rio do Sul/Equibrasil na disputa pelo ranking de maior pontuadora da Superliga. Até o momento a leve vantagem é da brasileira que espera fazer um belo jogo em casa e dar um presente para a torcida que foi muito fiel ao time durante a temporada.

“Espero que seja um grande jogo. Por mais que na tabela não represente um resultado expressivo, para nós, e acredito que para elas também, o mais importante é continuar trilhando um grande caminho, até o final da competição”, comentou a oposta rio-sulense.

Helô é enfática ao desejar que o time jogue o seu melhor voleibol nesta partida e também nos próximos compromissos: “precisamos visar a sequência dos playoffs, que será duríssima”, destacou.

Permanece a dúvida ainda sobre a possibilidade da levantadora Giovana poder disputar esta partida ao final da semana. A jogadora teve um estiramento no ligamento do joelho direito no jogo contra Brasília há duas semanas e como a lesão é um pouco mais grave, a atleta tem realizado apenas tratamento e fisioterapia, ficando de fora dos treinos. Já a oposta Duda se recupera de lesão no quadril e aguarda posicionamento médico para avaliar a possibilidade de voltar aos treinos e participar de jogos.

Rio do Sul/Equibrasil está em sexto lugar na tabela e subirá uma posição caso marque três pontos no jogo contra o Praia Clube e o Terracap/Brasília não faça nenhum ponto diante do Valinhos, também na última rodada. Em todo caso, as catarinenses não tem como perder a sexta colocação na Superliga, o que já é um resultado inédito na história de Rio do Sul em cinco anos na competição nacional.

Rio do Sul/Equibrasil x Dentil/Praia Clube (MG)

Sexta-feira, 4 de março – 21h30

Ginásio Artenir Werner – Bairro Canoas em Rio do Sul (SC)

Ingressos antecipados – R$ 15

– Nikel Sports

– Vida Ativa

– Lourival Esportes

– Raissa Sorvetes

– FarmaHeinz

– Loja Açúcar

– Trip Tur Agência de Viagens

– Açougue Scoz

Fonte/foto: Assessoria de Comunicação – Rio do Sul/Equibrasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...