sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

SUPERLIGA FEMININA 2015/16: Sem Giovana, Rio do Sul/Equibrasil perde em São Paulo para o Pinheiros/Klar


Sem Giovana, Rio do Sul/Equibrasil perde em São Paulo para o Pinheiros/Klar


No penúltimo jogo do returno da Superliga, Rio do Sul/Equibrasil não conseguiu repetir a boa atuação nas rodadas anteriores e acabou perdendo para o Pinheiros/Klar nesta sexta-feira (19) em São Paulo. Por 3 sets a 0 (22/25, 21/25 e 22/25), a equipe catarinense volta para Santa Catarina sem somar pontos na classificação da competição nacional, mas se mantém em quinto lugar provisoriamente. O Terracap/Brasília está uma posição atrás com o mesmo número de pontos e duas vitórias a menos, mas joga neste sábado na capital federal contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP).


Sem contar com a levantadora Giovana, por conta de um estiramento no ligamento do joelho direito e a oposta Duda que ainda se recupera de lesão no quadril, o técnico Spencer Lee manteve apenas Luciana na posição de levantadora e Helô, no ataque. A opção de inversão de rede ficou comprometida, mas o time catarinense entrou em quadra para tentar apresentar todo o seu potencial que a colocou entre as melhores equipes nesta temporada e classificado com antecipação para os playoffs.

O jogo começou com o Pinheiros/Klar muito agressivo, buscando o resultado com muita garra. Apesar da vontade, Rio do Sul/Equibrasil também impôs seu ritmo e deu trabalho para as donas da casa. O confronto foi definido apenas nos pontos finais para a equipe paulistana.

Buscando reagir, as catarinenses até tiveram uma boa vantagem no placar. Mas o Pinheiros chegou com personalidade e aos poucos foi tomando seu espaço enquanto Rio do Sul/Equibrasil praticamente estacionou com 19 pontos. A virada das paulistas aconteceu e ampliou ainda mais a vantagem em sets.


Precisando da virada, as catarinenses tinham que correr atrás do placar. Até o segundo tempo técnico as meninas tinham vantagem no placar, mas por detalhes o Pinheiros virou nos momentos decisivos. As paulistas fecham o set e mantém vivas as chances de classificação para os playoffs.

A falta da levantadora Giovana, que vinha atuando como titular no time rio-sulense, comprometeu. Mas não é o motivo da derrota das catarinenses na opinião do técnico Spencer Lee. O volume de jogo do adversário foi melhor, mesmo que Rio do Sul tenha ficado limitado ao longo da partida. “Sentimos um pouco de dificuldade em trabalhar algumas bolas em momentos decisivos. E o adversário vinha com determinação, pressionado pela colocação no campeonato, o que é natural que elas cresçam. Mas a gente pode melhorar e vamos trabalhar isso para a última rodada”, salientou o treinador.

A levantadora Giovana fez exames na quinta-feira em Rio do Sul e constatou-se um estiramento no ligamento do joelho direito. A lesão não é grave, mas exigirá tratamento e repouso para recuperação até a última rodada. A oposta Duda realizou durante a semana uma artro ressonância magnética no quadril e o resultado deve ser apresentado na próxima semana. Ainda sentindo dores, a jogadora permanece sem realizar exercícios de alta intensidade e mantém fisioterapia regularmente.

Fonte e Foto: Clóvis Eduardo Cuco Assessoria de Comunicação – Rio do Sul/Equibrasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...