sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

SUPERLIGA FEMININA 2015/16: No tie-brake, Rio do Sul/Equibrasil vence fora de casa o São Caetano

No tie-brake, Rio do Sul/Equibrasil vence fora de casa o São Caetano
Com duas viradas e “Deus nos acuda” no quarto set, catarinenses levam a melhor no ABC Paulista

Repetindo o bom duelo do primeiro turno, quando Rio do Sul/Equibrasil e São Cristóvão Saúde/São Caetano levaram o jogo ao tie-brake em Santa Catarina, as duas equipes fizeram um jogo empolgante do começo ao fim nesta sexta-feira (12) na cidade de São Caetano do Sul (SP). E novamente, Rio do Sul/Equibrasil saiu-se melhor e nos detalhes, venceu no set desempate (25/20, 21/25, 21/25, 25/21 e 15/12). A central Camila Paracatú foi escolhida como a melhor atleta do jogo.

As catarinenses sabiam do desafio e da necessidade de abrir o jogo em vantagem para melhor administrar o placar. E foi com diferença entre três e quatro pontos que o time cuidou para que o São Caetano não chegasse a igualar a parcial. 

Só que o São Caetano deu o troco logo em seguida. Abriu no segundo set uma grande margem de pontuação e veio cuidando para que as visitantes não se aproximassem.Da mesma forma como começou o segundo set, Rio do Sul/Equibrasil demorou para buscar o equilíbrio em quadra. O São Caetano abriu pontuação e administrou bem a situação durante toda a parcial. Apesar das catarinenses encostarem no placar ao final do set, o time mandante segurou a reação e passou à frente no jogo.

Sem querer deixar escapar pontos preciosos na partida fora de casa, Rio do Sul/Equibrasil foi pra cima. Em um set muito equilibrado, o time de Spencer Lee teve frieza para buscar uma reação e virar o jogo no placar em 15 a 15. A reação veio em seguida com o time mais ligar e a conquista do set, levando a decisão ao tie-brake.

A decisão viria em um set empolgante e com maturidade para as catarinenses. Era a hora de decidir quem levaria a vitória para casa e Rio do Sul saiu-se melhor quando o jogo estava em 6 a 6. Na sequência, a pressão mudou de lado para as donas da casa, mas as meninas do técnico Spencer Lee souberam caminhar com a vantagem e fechar o jogo em mais uma vitória.

Para Spencer Lee, o jogo foi equilibrado do início ao fim e Rio do Sul teve seus méritos de buscar em momentos difíceis. “Jogamos um pouco abaixo no segundo e terceiro sets, mas no ‘Deus nos acuda’ do quarto set a gente acordou e soube levar o jogo para a decisão. No final tivemos a sabedoria de ampliar a vantagem quando mais precisávamos e fechamos. Foi muito merecido pelo jogo que fizemos e pela regularidade”, salientou o treinador.

O próximo desafio das catarinenses na Superliga é na terça-feira (16) em casa. A equipe enfrenta o Terracap/Brasília Vôlei (DF), às 20h15 no ginásio Artenir Werner. Os ingressos estão à venda por R$ 15 antecipados em pontos de venda na cidade de Rio do Sul. Na hora do jogo, a entrada custa R$ 20.

Fonte e Foto:Clóvis Eduardo Cuco Assessoria de Comunicação – Rio do Sul/Equibrasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...