segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

SUPERLIGA FEMININA 2015/16:Em busca de alternativas financeiras, Rio do Sul/Equibrasil mudará local de jogo contra Vôlei Nestlé

Em busca de alternativas financeiras, Rio do Sul/Equibrasil mudará local de jogo contra Vôlei Nestlé 

Com o início de 2016 e a situação financeira relativamente ruim em praticamente todos os setores econômicos, o time Rio do Sul/Equibrasil fará uma mudança no mando de jogo contra o Vôlei Nestlé (SP), no dia 12 de janeiro, buscando despertar o interesse de novos patrocinadores. Amparado por um apoio do município de Lages, o jogo válido pela terceira rodada da Superliga será na cidade serrana, no ginásio Jones Minoso, no bairro Universitário, às 20h15.

A diretoria da Associação Rio do Sul/Vôlei entendeu ser prudente aceitar o pedido do município de Lages para levarmos o jogo do dia 12 contra a equipe Vôlei Nestlé (SP), diante de uma garantia financeira mínima de R$ 20 mil que seria a capacidade máxima de público do ginásio Artenir Werner, mas com boas possibilidades de arrecadarmos mais do que isso, pois o ginásio de Lages tem capacidade para em torno de cinco mil pessoas e faz parte de um acordo o aumento da receita para a associação.

“Precisamos buscar novos recursos. Estamos com o orçamento bastante apertado e temos que encontrar alternativas. Além disso, Rio do Sul/Equibrasil representa Santa Catarina na competição, podendo assim oferecer a possíveis novos patrocinadores e o público, uma atração diferenciada com um jogo da Superliga”, argumentou o coordenador do time, Nilo Borgonovo.

Aliado ao fato de que os dois principais jogos do time caíram na mesma semana, dias 12 (terça-feira) contra o Osasco e 15 (sexta-feira) contra o Rexona (RJ), haverá uma maior dificuldade de obter sucesso em todos os jogos no Artenir Werner. “Com certeza, temos o maior respeito e apreço com o público de Rio do Sul e região que prestigia o voleibol em nosso ginásio. Mas não podemos deixar de lado que a associação necessita de recursos para cobrir mensalmente a folha de pagamento e outras despesas oriundas da participação da equipe na Superliga”, explicou.

Quem adquiriu ingressos para o jogo através do pacote antecipado poderá optar em assistir a partida em Lages com a mesma pulseira, pedir o dinheiro desta entrada de volta, ou até mesmo valer-se deste mesmo ingresso para um possível jogo de playoff, caso Rio do Sul/Equibrasil venha a se classificar entre os oito primeiros.

A Associação não irá disponibilizar ônibus para o jogo, mas existem diretores que já se colocaram a disposição de custear um ou dois meios de transporte para os torcedores que quiserem acompanhar a partida em Lages.

Fonte e Foto: Clóvis Eduardo Cuco Assessoria de Comunicação – Rio do Sul/Equibrasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...