terça-feira, 19 de janeiro de 2016

SUPERLIGA FEMININA 2015/16: Em casa, Rexona-AdeS vence São Cristóvão Saúde/São Caetano por 3 sets a 0

Em casa, Rexona-AdeS vence São Cristóvão Saúde/São Caetano por 3 sets a 0
Rexona-AdeS alcançou a 14ª vitória na Superliga 15/16

O Rexona-AdeS (RJ) alcançou a 14ª vitória na Superliga feminina de vôlei 15/16. Nesta terça-feira (19.01), a equipe carioca venceu o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) por 3 sets a 0 (25/23, 25/11 e 25/20), em 1h3o de jogo, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). A partida foi válida pela quinta rodada do returno da competição.

O resultado manteve o time carioca na segunda colocação na classificação geral, com 40 pontos (14 vitórias e uma derrota). O Dentil/Praia Clube (MG) lidera, com 42 pontos, mas com um jogo a mais do que as cariocas. O São Cristóvão Saúde/São Caetano está na décima colocação, com 15 pontos (cinco resultados positivos e 11 negativos).

As duas equipes voltarão suas atenções para a primeira rodada da Copa Banco do Brasil. Rexona-AdeS e São Cristóvão Saúde/São Caetano estarão novamente frente a frente na próxima sexta-feira (22.01), às 19h30, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ).

A central Juciely teve atuação destacada, foi eleita a melhor em quadra e ficou com o Troféu VivaVôlei. A jogadora comentou a atuação das cariocas diante do time do ABC Paulista.

“Nós começamos com uma certa dificuldade. Sabíamos que enfrentaríamos um time que está em uma crescente, fazendo bons jogos com grandes equipes, e alternamos bons e maus momentos. Começamos mal, fomos muito bem no segundo, mas no terceiro voltamos a falhar. Tivemos que contar com a força de nosso grupo e da torcida para sair com mais uma vitória”, disse Juciely.

No São Cristóvão Saúde/São Caetano, o treinador Haírton Cabral lamentou as oportunidades perdidas pelas visitantes.

“Podemos dizer que 70% do jogo foi disputado. Faltou um pouco de tranquilidade em alguns momentos quando estávamos na frente do placar como no terceiro set, mas não podemos lamentar muito. Já temos que seguir treinando forte para os nossos próximos desafios na competição”, analisou Haírton Cabral.

O JOGO

O primeiro set começou disputado ponto a ponto. Numa colocada da ponteira Natália, o time carioca foi para o primeiro tempo técnico com um de vantagem (8/7). E também foi Natália que fez um ace para o time carioca segurar a liderança no marcador (10/9). A ponteira Gabi conseguiu um ponto de contra-ataque e as donas da casa abriram dois pontos (14/12). O set ficou disputado ponto a ponto. Quando o São Cristóvão Saúde/São Caetano abriu dois pontos (22/20) o treinador Bernardinho pediu tempo. A central Juciely fez um ace e o time carioca empatou (22/22). O Rexona-AdeS foi melhor na parte final da parcial e venceu o primeiro set por 25/23.

Numa bola de segunda da levantadora Thompson, o Rexona-AdeS fez o primeiro ponto do segundo set. Bem no bloqueio, as cariocas abriram dois pontos (4/2). Depois de um longo rally com grandes defesas em ambos os lados, a diferença em favor do time da casa subiu para cinco (7/2). Quando o placar estava 9/2 para as cariocas o treinador Haírton Cabral pediu tempo. Mesmo com a paralização, o time da casa seguiu jogando com velocidade e foi para o segundo tempo técnico com 12 de vantagem (16/4). O Rexona-AdeS não deu chances para o time do ABC Paulista até o final da parcial e venceu o segundo set por 25/11.

O Rexona-AdeS veio com duas substituições para o terceiro set. Entraram Mayrara e Roberta e saíram, respectivamente, Carol e Thompson. A terceira parcial começou equilibrada e o time visitante foi para o primeiro tempo técnico com dois de vantagem (8/6). O time do ABC Paulista cresceu de produção e abriu cinco pontos (13/8). Bem no saque e no bloqueio, as cariocas deixaram tudo igual no marcador (15/15). O final da parcial foi equilibrado, mas o time da casa foi melhor nos momentos decisivos e fechou a terceira parcial por 25/20 e o jogo por 3 sets a 0.

Confronto paulista

No confronto entre equipes da cidade de São Paulo, melhor para o Sesi-SP. A equipe da Vila Leopoldina venceu o Pinheiros/Klar (SP) por 3 sets a 2 (25/18, 23/25, 25/21, 20/25 e 15/8), em 2h22 de jogo, no Henrique Villaboim. A ponteira Ellen brilhou na partida, foi a maior pontuadora com 26 pontos e ficou com o Troféu VivaVôlei. 

EQUIPES:

REXONA-ADES – Thompson, Monique, Gabi, Natália, Carol e Juciely. Líbero – Fabi 
Entraram – Lorenne, Roberta, Drussyla e Mayhara
Técnico – Bernardinho 

SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE/SÃO CAETANO – Ana Maria, Lia, Thaisinha, Sonaly, Larissa e Andressa. Líbero – Silvana 
Entraram – Soninha, Ciça e Thayña 
Técnico – Haírton Cabral

Fonte e Foto: Divulgação CBV

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...