sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

SUPERLIGA MASCULINA 2015/16: Sada Cruzeiro vence Brasil Kirin e assume a liderança

Sada Cruzeiro vence Brasil Kirin e assume a liderança
Filipe, eleito o melhor jogador da partida, enfrenta o bloqueio do Brasil Kirin

Em um jogo extremamente disputado e decidido apenas no tie break, o Sada Cruzeiro (MG) venceu o Brasil Kirin (SP) por 3 sets a 2 (26/28, 25/22, 24/26, 25/18 e 15/12), na noite desta quinta-feira (10.12), pela oitava rodada da Superliga masculina de vôlei 2015/2016. A partida, realizada no ginásio do Taquaral, em Campinas (SP), teve 2h39 de duração e deixou o time mineiro na liderança da competição, com 20 pontos.

O Sada Cruzeiro somou dois pontos na vitória por 3 a 2 e contou com a derrota do Funvic/Taubaté (SP), que entrou na rodada como líder. O time do Vale do Paraíba passa para a segunda colocação, com 19 pontos. O Montes Claros Vôlei (MG), com 16, é o terceiro na tabela.

Nesta noite, um ponteiro de cada time se destacou a pontuação. Leal, do Sada Cruzeiro, e Lucas Lóh, do Brasil Kirin, foram os maiores pontuadores, com 20 acertos cada um. O time cruzeirense ainda contou com boa atuação do ponteiro Filipe, que, na votação popular realizada no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), foi eleito o melhor em quadra. Já com o Troféu VivaVôlei em mãos, o jogador elogiou o desempenho do seu time.

“Foi uma vitória importante e hoje foi mais questão de honra para a equipe e para todos nós, que jogamos melhor. Uma equipe como a nossa não pode vacilar como foi quando ganhávamos de 24/19. Depois disso, foi questão de honra mesmo para termos um crescimento no campeonato. Sofremos um pouco no saque, mas a equipe toda está de parabéns. A Superliga é longa e ainda temos mais um jogo difícil no sábado”, disse Filipe.

Na próxima rodada, o Sada Cruzeiro seguirá em São Paulo para enfrentar o Sesi-SP no sábado (12.12), às 18h, com transmissão ao vivo do SporT. O Brasil Kirin continuará em casa e receberá o JF Vôlei (MG) às 14h45, com transmissão ao vivo da RedeTV.

O JOGO

A primeira bola do jogo já foi bem trabalhada e terminou com o ponto para o Sada Cruzeiro, através do central Isac. A parcial teve um início equilibrado, com o time mineiro a frente por um ponto (5/4). No ace de Luizinho, o Brasil Kirin chegou ao ponto de empate (7/7). Os visitantes abriram vantagem com o ponteiro Filipe (13/10). Quando o placar apontou 15/11, Stanzioni pediu tempo. Com o central Maurício pontuando bem, o Brasil Kirin diminuiu a diferença: 19/17. O equilíbrio aumentou em 21/20. No erro do adversário, o time da casa chegou ao empate em 23/23. A disputa seguiu acirrada (26/26). Com Ceará, o Brasil Kirin fez 27/26. No bom saque de Maurício, os donos da casa fizeram 28/26.

O Brasil Kirin começou bem no segundo set, especialmente com Lucas Lóh, que marcou o primeiro ponto no ataque e o segundo no saque, abrindo 2/0 para o time da casa. Com Wallace também pontuando bem, o Brasil Kirin fez 6/3. Em grande passagem de Filipe pelo saque, o Sada Cruzeiro chegou ao empate (6/6). O placar esteve igual novamente em 10/10. Filipe pontuou e levou o Sada Cruzeiro ao comando do jogo (13/12). No bloqueio de Éder, o time cruzeirense fez 17/13. Com mais um ponto de bloqueio, o Sada fez 22/17. O central Vini entrou para sacar e conseguiu o ponto neste fundamento, diminuindo a diferença no placar (23/20). No final, o Sada Cruzeiro fechou em 25/22.

O time mineiro voltou embalado para o terceiro set. Quando abriu 4/1, o técnico do Brasil Kirin pediu tempo. Mas, o Sada Cruzeiro ainda chegou a 6/1. Os visitantes abriram ainda mais e fizeram 10/2. A diferença seguiu boa para o time cruzeirense. Com Leal, chegou a 14/6. Lucas Lóh passou a pontuar bem e diminuiu a desvantagem para 15/10. Demonstrando boa reação, o Brasil Kirin fez 19/15. Quando o time da casa aproximou ainda mais (24/22), Marcelo Mendez parou o jogo. Na volta, bloqueio de Luizinho, e depois de estar em desvantagem de oito pontos, o Brasil Kirin encostou em 24/23. Com uma sequência grande de pontos, o time de Campinas venceu por 26/24 depois de estar em desvantagem de 24/19. 

Com dois pontos seguidos de Lucas Lóh, o Brasil Kirin fez 2/0 no começo do quarto set. O Sada Cruzeiro, então, buscou e deixou tudo igual em 3/3. Novo empate em 7/7. O atual campeão mundial não permitiu a reação do Brasil Kirin e abriu dois de vantagem em 10/8. No ace de Maurício, o time da casa fez o 11º ponto, enquanto o Sada tinha 13. A equipe mineira assumiu o domínio do set e, no ace de Filipe, chegou a 19/13. Com tranquilidade, o Sada Cruzeiro fechou o quarto set em 25/18 e levou a decisão para o tie break.

O set decisivo começou com equilíbrio: 2/2. No ponto de saque do cubano Leal, 4/3 para o Sada Cruzeiro. E também no saque, Maurício levou o Brasil Kirin ao empate em 4/4. Com Lucas Lóh, o time da casa assumiu o comando do marcador. Na troca de quadra, 8/7 para o time mineiro. Quando o adversário fez 9/7, o técnico do Brasil Kirin pediu tempo. O Sada seguiu em vantagem em 11/9. Com Filipe, o time visitante chegou a 13/10. No final, O Sada Cruzeiro fechou em 15/12.

EQUIPES

BRASIL KIRIN – Gonzalez, Wallace, Maurício, Luizinho, Ygor Ceará e Lucas Lóh. Líbero: Tiago Brendle
Entraram – Michael, Jotinha, Piá
Técnico: Alexandre Stanzioni

SADA CRUZEIRO – William, Wallace, Éder, Isac, Filipe e Leal. Líbero: Serginho
Entraram – Alan, Fernando, Winters
Técnico: Marcelo Mendez

Outros jogos da rodada

A rodada teve início com o jogo entre Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) e São José Vôlei (SP), no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR). O time da casa contou com o apoio da torcida e venceu por 3 sets a 1 (22/25, 29/27, 28/26 e 25/18). Depois de 2h33, o levantador Ricardinho recebeu o Troféu VivaVôlei de melhor da partida. Apesar do resultado negativo, o oposto Lorena foi o maior pontuador do jogo, com 26 acertos.

O Sesi-SP recebeu o JF Vôlei (MG), na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), e venceu por 3 sets a 0 (25/16, 25/23 e 31/29), em 1h37 de partida. O experiente líbero Serginho foi um dos principais destaques do confronto e foi premiado com o Troféu VivaVôlei. O oposto do time paulista, Theo, foi quem mais pontuou na partida, com 14 pontos.

O Lebes/Gedore/Canoas (RS) jogou fora de casa e conseguiu uma vitória sobre o então líder, Funvic/Taubaté (SP) por 3 sets a 2, com parciais de 25/21, 18/25, 33/31, 19/25 e 15/9, em 2h55 de confronto. O central Tarcísio teve atuação destacada e saiu de quadra com o Troféu VivaVôlei em mãos. O ponteiro Léo Caldeira, do Canoas, teve boa participação e fez 28 pontos.

O Montes Claros Vôlei (MG) contou mais uma vez com o apoio da sua torcida e, em casa, levou a melhor sobre o Voleisul/Paquetá Esportes (RS) por 3 sets a 1, com parciais de 25/23, 25/18, 28/30 e 25/18, em 2h18 de partida. O ponteiro Kadu contribuiu bem para o resultado positivo, levou o Troféu VivaVôlei e ainda foi o maior pontuador do jogo, com 16 acertos.

Fonte: Divulgação CBV
Foto: Gabriel Inamine/Brasil Kirin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...