sábado, 12 de dezembro de 2015

SUPERLIGA FEMININA 2015/16: Rio do Sul/Equibrasil não resiste diante do Brasília

Fora de casa, Rio do Sul/Equibrasil luta até o fim, mas não resiste diante do Brasília

Jogando sem quatro atletas do time principal por conta dos Jogos Abertos de Santa Catarina, Rio do Sul/Equibrasil perdeu para Terracap/Brasília na capital federal na tarde deste sábado (12) pela nona rodada da Superliga Feminina. Por 3 sets a 0 (25/23, 25/17 e 25/17), o time catarinense teve dificuldade para vencer o duelo, além do Brasília ter feito um jogo bastante ofensivo. Domingas acabou levando o troféu de melhor jogadora da partida.

Mesmo com a derrota, Rio do Sul/Equibrasil mantém a quinta colocação na Superliga, mas agora tem o Brasília empatado com 16 pontos. As catarinenses tem uma vitória a mais no campeonato.

O primeiro set foi equilibrado desde o seu início. Com o grupo reduzido, Spencer Lee não fez nenhuma substituição ao longo da parcial, mas o ritmo das visitantes era muito forte. Paula Pequeno pelo lado do Brasília vinha fazendo uma bela partida, atendendo aos gritos da torcida. Helô pelo lado das catarinenses adquiriu muita regularidade no ataque, mas o set foi vencido por detalhes pelas donas da casa.

Na segunda parcial, a partida ficou mais difícil para Rio do Sul/Equibrasil pelo bom desempenho do Brasília e por alguns erros de arbitragem. O Spencer Lee protestou muito, mas o time acabou cedendo a vitória no set para o adversário.

Sacando muito bem, o time de Brasília dominou também o terceiro set. Abrindo boa pontuação, as donas da casa souberam aproveitar seu poder ofensivo com Bárbara e Roberta. A reação para o time Rio do Sul/Equibrasil ficava difícil com o crescimento das donas da casa que vinham com grande incentivo da torcida.

Para o técnico Spencer Lee, a dificuldade de jogar apenas com nove atletas trouxe um efeito, mas não serve como desculpa. “Não jogamos bem no segundo e terceiro set. O Brasília veio muito forte, com muito poder no contra ataque, e a gente teve dificuldade em ser efetivo no ataque”, comentou. Ele reconheceu que este foi um dos melhores jogos do Brasília na Superliga. “Taticamente muito preparado e focado. Quando erramos contra um time muito preparado, a vitória fica sempre mais difícil”.

O próximo jogo do time Rio do Sul/Equibrasil na Superliga é na terça-feira (15), às 20h15, contra o Pinheiros (SP). A partida é em Rio do Sul, no ginásio Artenir Werner. Os ingressos já estão à venda por R$ 15 nos pontos antecipados: Vida Ativa, Nikel Sports, Lourival Esportes, Raissa Sorvetes, Fundação Municipal de Desportos, Açougue Scoz, Farmaheinz e na Trip Tur Agência de Viagens. Na hora, a entrada custa R$ 20.

Com três vitórias, Rio do Sul/Equibrasil se garante na próxima fase dos JASC

Com o time dividido para os Jogos Abertos de Santa Catarina em Joaçaba, Rio do Sul/Equibrasil garantiu na tarde deste sábado um lugar na próxima fase da competição estadual. A equipe venceu os três jogos que disputou até o momento: Florianópolis (3 sets a 0), Concórdia (3 sets a 0) e Itajaí (3 sets a 2). Agora, o time joga neste domingo às 9h contra Lages para tentar garantir o primeiro lugar na chave e ter a melhor campanha, seguindo direto para a semifinal.

Do time principal, Duda, Fernanda, Vanessa, Jéssica, Nanda e Gabi está na competição em Joaçaba. Integram o grupo ainda as juvenis da categoria de base: Vanessa Meurer, Tainara e Renata. O técnico é Jeferson Vandresen, que é auxiliar da equipe na Superliga.

Fonte/foto: Assessoria de Comunicação – Rio do Sul/Equibrasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...