quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

SUPERLIGA FEMININA 2014/15:Em casa, Sesi-SP tira a invencibilidade do Praia Clube


Em casa, Sesi-SP tira a invencibilidade do Praia Clube
Pri Heldes levou o troféu Viva Vôlei

Equilíbrio é a palavra que define o confronto de cinco sets desta terça-feira (1/12) entre Sesi-SP e Praia Clube. O time feminino de vôlei do Sesi-SP superou o Dentil Praia Clube por 3 sets a 2 (25/21, 26/28, 22/25, 25/17 e 15/13). As atletas do técnico Talmo de Oliveira acabaram com a invencibilidade do time de Uberlândia (MG) após seis rodadas da Superliga 15/16.

No confronto entre as equipes, o Sesi-SP saiu na frente, e na sequência cada time venceu um set, chegando ao empate em 2 a 2. No desempate, as meninas da Vila Leopoldina souberam ter mais controle emocional, seguraram as adversárias e garantiram mais dois pontos para a equipe paulista. Com o resultado, a equipe de Talmo de Oliveira venceu seu segundo confronto consecutivo, chegando aos 10 pontos e mantendo a sétima posição na classificação geral.

Vencedora do troféu Viva Vôlei, a levantadora Pri Heldes, dividiu o prêmio com o grupo e elogiou o controle da equipe e o crescimento após um começo abaixo do que era esperado.

“Ganhar o troféu (Viva Vôlei) é sempre bom, mas isso é fruto do trabalho da equipe. A gente vem trabalhando muito, mesmo com um começo de resultados negativos, o time está junto e vem treinando muito para melhorar cada vez mais e hoje foi o resultado de tudo, esse troféu não é só meu não, é do time”, comentou Pri Heldes, que ainda fez uma análise da vitória.

“Essa vitória só fortalece, a gente está precisando disso, ter uma virada boa e manter o grupo unido cada vez mais. A Superliga está muito difícil, muito dura, cada jogo é muito importante e isso só serve para fortalecer. Elas vieram muito confiantes pelos resultados que alcançaram, é muito difícil tirar isso delas, mas nós conseguimos, foi lindo.”

Na pontuação geral do jogo, Alix foi a maior pontuadora, com 28 pontos. Pelo Sesi-SP, com uma diferença de apenas quatro pontos, Jaqueline aparece na liderança com 24 acertos, seguida por Fabiana e Dayse, com 17 cada.

O Sesi-SP entrou em quadra com Fabiana, Andreia, Jaqueline, Angélica, Dayse, Pri Heldes e a líbero Suelen. Entraram Ellen, Sabrina e Carol Leite. O Dentil/Praia Clube começou com Walewska, Claudinha, Ramirez, Alix, Natasha, Michelle e a líbero Tássia. Entraram Juliana, Malú, Pri Daroit e Jú Costa.

Agora as meninas da Vila Leopoldina se preparam para enfrentar o Camponesa/Minas fora de casa. O jogo está marcado para sábado (5), às 16h, na Arena Minas Tenis Clube.

O jogo

Com o objetivo de garantir mais três pontos e seguir crescendo na competição, as meninas da Vila Leopoldina entraram com garra total para o jogo desta terça-feira. Atrás apenas na primeira parcial técnica (6/8), o Sesi-SP logo encontrou o empate (12/12) após um ataque da ponteira Jaqueline vinda do fundo e passou a comandar o jogo. Cometendo poucos erros e virando bem as bolas, as atletas do técnico Talmo de Oliveira abriram dois pontos de vantagem e ficaram com a segunda parcial técnica (16/14). Mais uma vez aparecendo forte no jogo, Jaqueline não só atacou bem como cravou um ace e garantiu o primeiro set em 25/21.

Mais equilibrado, o segundo set começou apertado, com as duas equipes aproveitando todas as chances. Após uma reclamação da oposta Ramirez, o árbitro não aceitou o tom utilizado pela atleta e a advertiu com um cartão vermelho, dando para o Sesi-SP o oitavo ponto, o que o levou à frente na primeira parcial técnica do set (8/6). Ampliando a vantagem para quatro pontos, o técnico do Praia Clube, Picinin, parou a partida para acalmar os ânimos. Deu certo. O time de Uberlândia chegou ao empate em 13/13 e na sequência soube aproveitar alguns erros de defesa do Sesi-SP e virou em 19/20. Com a virada, foi a vez de Talmo parar o jogo. Recuperando o entrosamento, as meninas da Vila voltaram para a briga e chegaram a abrir 25/24, mas no detalhe, o Praia Clube ficou com o set - 26/28.

Mantendo a força do set anterior, as adversárias voltaram melhor para o terceiro set. Com um ace da central Natasha, garantiram a primeira parcial técnica (6/8). Após algumas rodadas de bola a central Fabiana e a levantadora Pri Heldes acertaram a mão no bloqueio e depois de dois pontos seguidos no fundamento chegaram à segunda parcial técnica com 16/13. Com Dayse muito bem em quadra, as meninas do Sesi-SP ampliaram a vantagem para cinco pontos (18/13), indicando uma certa tranquilidade no jogo. Mas, após alguns pontos da oposta Ramirez, o Praia Clube não só igualou o marcador (19/19) como virou, garantindo mais um set (22/25) e virando o placar geral.

Contando com o apoio da torcida, o Sesi-SP começou melhor no quarto set. Com ponto de saque da levantador Pri Heldes, o time da Vila Leopoldina garantiu a primeira parcial técnica com 8/5. Sofrendo com uma nova crescente das adversárias no jogo, Talmo chamou a oposta Sabrina para o jogo no lugar da Andreia, mudando um pouco o momento do time em quadra. Acionada pela levantadora, a oposta respondeu à altura e de quebra ajudou o time a reacender no set, garantindo a segunda parcial técnica (16/13) e o set com 25/17.

O tie break começou com uma sequência forte da oposta Ramirez, que ajudou o Praia a abrir 3 a 1. Respondendo à altura, Fabiana acertou alguns ataques e deixou tudo igual (7/7). Após a troca de lado Pri Heldes acertou um ace e mais uma vez manteve o time na briga (11/11). Sem que ninguém abrisse grande vantagem, as duas equipes mantiveram atenção nos detalhes para não perder a mão. Mas, após um erro de ataque do Praia Clube, o Sesi-SP aproveitou a deixa e fechou o set em 15/13.


Fonte: Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp
Foto: Raphael Amoroso/Fiesp
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...