domingo, 29 de novembro de 2015

Vôlei Nestlé supera Terracap/Brasília em cinco sets e mantém liderança da Superliga

Vôlei Nestlé supera Terracap/Brasília em cinco sets e mantém liderança da Superliga

Thaisa e suas companheiras venceram as donas da casa, por 3 sets a 2, e seguem com 100% de aproveitamento


Num dos jogos mais longos desta edição da Superliga, o Vôlei Nestlé precisou de cinco sets e quase três horas para superar o Terracap/Brasília Vôlei, parciais de 32/30, 25/20, 26/28, 26/28 e 15/13, no ginásio Sesi Taguatinga. A capitã Thaisa foi a maior pontuadora, com 25 acertos. A belga Lise Van Hecke assumiu a titularidade no meio do quarto set, contribuiu com nove bolas no chão, e recebeu o troféu VivaVôlei, melhor em quadra. A partida marcou também a estreia de Adenízia na competição. A central fez o ponto decisivo que deu a vitória para a equipe de Osasco.

Van Hecke marcou quatro acertos na quinta série e foi fundamental para o resultado positivo. "Estou muito contente por ter ajudado a equipe a conquistar essa importante vitória. Foi uma partida difícil em que tivemos que jogar cinco sets. Estou feliz por somamos mais dois pontos e continuarmos na liderança", afirmou a oposta. Quase um mês fora por lesão no pé esquerdo, Adenízia regressou e marcou, de bloqueio, o 15º ponto. "Sabíamos que teríamos dificuldades. Estava preparada para o Luizomar me utilizar e ajudar a equipe. É bom ter esses jogos porque vamos começar a pegar uma sequência forte e foi bom para ver nossos erros e trabalhar para consertar", disse a central. 

Luizomar avaliou o desempenho na partida. "Estamos em processo de construção da equipe, então tivemos um deslize quando estávamos com o jogo nas mãos no terceiro set e não aproveitamos a oportunidade de fechar. Acredito que jogar cinco sets nesse momento seja fundamental para nossas pretensões. Foi interessante ver uma Thaisa jogando o tempo inteiro, uma Adenízia entrando a partir da metade do quarto set e a Lise sendo uma bola de segurança importante no momento que nosso time estava marcado. Talvez se tivéssemos vencido por 3 a 0, como estava encaminhado, escondesse algumas coisas. Para conquistar o título esse ano vamos precisar de todo mundo. Junto podemos pensar grande", analisou o treinador. 

Com 14 pontos, o Vôlei Nestlé lidera o campeonato com a mesma pontuação do Dentil/Praia Clube. O próximo compromisso será na terça-feira (1), diante do Pinheiros/Klar, em São Paulo, no ginásio Henrique Villaboim, às 19h30. Thaisa e suas companheiras utilizaram neste sábado, pela segunda vez, o uniforme de Nescau, marca foco da quinzena (22/11 até 05/12) na promoção "Nestlé Vida em Família Faz Bem".

O jogo - Como era esperado, o primeiro set do confronto com o Terracap/Brasília foi muito equilibrado. Tanto que a maior diferença foi justamente no início, quando a equipe da casa abriu 4/1. Logo o Vôlei Nestlé reagiu e empatou em 4/4. A partir daí as duas equipes se alternaram na frente. Brasília virou os dois tempos técnicos com vantagem simples, 8/7 e 16/15. E ainda teve 4 chances para fechar a série a partir de 24/23. Thaisa, Ivna, Gabi e Carcaces impediram para empatar em 28/28. Ivna colocou seu time na frente, 29/28. Depois nova igualdade, 30/30, mas um erro de saque da equipe da casa e em seguida um de ataque deram números finais ao set, 32/30 para o Vôlei Nestlé, após 39 minutos. Os destaques foram Carcaces e Ivna, com 7 pontos cada.

A função de uma levantadora é fazer uma boa distribuição das bolas. Levantar para quem pode surpreender o adversário, evitar as jogadoras marcadas. Mas, a levantadora do Vôlei Nestlé mostra porque é campeã olímpica. Iniciou o segundo set diminuindo para 2/3 com uma bola de segunda e empatando, 3/3, com um bloqueio. Foi para o serviço com 5/4 para o adversário. Fez um ace, 5/5, e uma sequência de saques forçados que criaram contra-ataques para Thaisa e Ivna e levou seu time a 8/5 na primeira parada técnica. A partir daí, o Vôlei Nestlé teve o domínio da série. Com 3 pontos de Saraelen chegou a 16/15. Logo começou a abrir, aproveitando-se da desconcentração do adversário. Thaisa fez 21/18, Suelle marcou 24/20 e o final da parcial, 25/20 veio com um erro de Brasília.

Para vencer uma equipe precisa ter volume de jogo, variação de jogadas e destaques individuais. E o Vôlei Nestlé estava provando ter tudo isso. A capitã Thaisa iniciou a terceira parcial de forma fulminante. Fez 3 pontos seguidos e seu time chegou a 8/6 na primeira parada técnica. Com mais dois pontos da central, 13/10. Aí foi a vez de Carcaces aparecer e marcar quatro pontos, 17/14. Thaisa ampliou para 21/17 e dava a impressão que fecharia fácil a série e o jogo. Mas a equipe deixar escapar 5 match points a partir do 24/21 e permitiu a reação do time da casa, que fechou a série em 28/26, levando o jogo para o quarto set. Com 6 pontos, Thaisa foi o destaque.

Animado pela vitória na série anterior, Brasília voltou com tudo e foi abrindo vantagem até 14/8. Neste momento, a capitã Thaisa fez dois bloqueios e um ponto na sequência para recolocar sua equipe no jogo. Uma modificação feita logo a seguir também colaborou. Lise Van Hecke entrou no lugar de Ivna e fez quatro pontos seguidos empatando em 17/17. Adenízia, que acabara de fazer sua estreia na Superliga ao substituir Saraelen, marcou 18/17, de bloqueio. A partir daí, os dois times trocaram pontos e, novamente o Vôlei Nestlé, teve chance para fechar o jogo. Perdeu dois match points, 24/23, 25/24. As donas da casa se aproveitaram e viraram para 28/26 para empatar e exigir o quinto set. Van Hecke fez 5 pontos na série.

O set decisivo teve duas estrelas: a oposta belga Van Hecke, que já se destacara na série anterior, e a central Adenízia. O Vôlei Nestlé virou na frente na parada técnica, 8/7. Em seguida, Van Hecke pasosu a comandar e marcou 3 pontos, 11/10, 12/10, 13/12. Um bloqueio de Adenízia conduziu o time ao primeiro match point, 14/12. Brasília pontua e novamente Adenízia fez o bloqueio, 15/13, para fechar a partida mais difícil de sua equipes nesta Superliga.

No Vôlei Nestlé jogaram e marcaram: Dani Lins (6), Carcaces (17), Thaisa (25), Saraelen (9), Gabi (6), Ivna (13) e a líbero Camila Brait. Entraram: Diana, Suelle (4), Lise Van Hecke (9) e Adenízia (4). Técnico: Luizomar de Moura.

No Terracap/Brasília Vôlei jogaram e marcaram: Macris (3), Sara (8), Amanda (12), Paula (18), Vivian (20), Roberta (11) e a líbero Sassá. Entraram: Nati Martins (2), Ana Paula, Bárbara (14), Kasiely, Domingas e a líbero Vitória Técnico: Manu Arnaut.


Fonte: Rafael Zito - ZDL
Foto:Fotojump/Divulgação
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...