domingo, 15 de novembro de 2015

SUPERLIGA MASCULINA 2015/16:Montes Claros vence Brasil Kirin fora de casa e assume a liderança da Superliga

Montes Claros vence Brasil Kirin fora de casa e assume a liderança da Superliga 
Montes Claros mantém invencibilidade diante do Brasil Kirin |

A Superliga tem um novo líder. O Montes Claros venceu na noite deste sábado (14/11), fora de casa, mais um dos favoritos ao título da Superliga 2015/16: o Brasil Kirin, em Campinas. A partida foi válida pela terceira rodada da competição nacional e teve quadra dois invictos, mas só o Pequi Atômico conseguiu manter a sequência de bons resultados e seguir firme na briga pela classificação, com parciais de 16/25, 25/20, 30/32 e 23/25 e resultado final de 3 sets a 1.


O Pequi Atômico veio de duas vitórias no tiebreak. A última, dois dias antes, contra o Sesi-SP, na capital paulista. Mas a equipe norte mineira não demonstrou cansaço foi decidida a sufocar o adversário dentro de casa. A sequência positiva foi comentada pelo levantador Rodrigo Ribeiro, eleito melhor em quadra com o troféu VivaVôlei. “Excelente início de Superliga para a gente. Viemos trabalhando duro e soubemos aproveitar as oportunidades que apareceram.” O ponta Bob foi o maior pontuador do Moc, com 14 marcações.

O primeiro time do Montes Claros foi formado pelo levantador Índio, o oposto André Nascimento, os pontas Kadu e Bob Dvoranen, os centrais Salsa e Rafael e o líbero Kachel, comandados pelo treinador Marcelinho Ramos.

O jogo

Equilíbrio foi o tom da maior parte da partida, apesar de um primeiro set folgado para o lado do Montes Claros. As equipes foram trocando pontos na reta inicial, até que o Moc disparou em 8/13 e seguiu na dianteira sem perder o controle da primeira etapa, que acabou com nove pontos de diferença.

Se no primeiro set o Moc teve em um de seus pontos fortes o bloqueio, o técnico do Brasil Kirin, Alexandre Stanzioni, apostou no mesmo fundamento para empatar a partida na segunda. Com uma inversão de seus homens de rede, a equipe campineira conseguiu anular o ataque do Montes Claros e conquistar sua única vitória parcial na partida.

Foram 62 pontos de indefinição na terceira etapa. Com erros simples dos dois lados, nenhuma das equipes conseguiu se distanciar no placar, levando o set a 40 minutos de duração. O Brasil Kirin até começou à frente, mas quando o placar entrou na casa das dezenas, as duas equipes começaram a empurrar o jogo de um lado para o outro. O Montes Claros teve novamente em seu bloqueio a ação para fechar a etapa.

No quarto set, a equipe campineira parecia perdida em quadra, como foi em grande parte do jogo. O Pequi Atômico já iniciou à frente e não ficou atrás em nenhum momento durante a etapa final. Na reta final, o Brasil Kirin tentou esboçar uma reação e surpreender o Voleimoc, mas não foi o suficiente. Um Montes Claros concentrado conseguiu fechar a partida apertada, sem levar para o tiebreak com vinha sendo até então.

Ao final da partida, o oposto André Nascimento, mas uma vez um dos destaques da equipe, comentou a vitória para a Rádio Esportes Online. “Com certeza são vitórias muito importantes para a nossa caminhada na Superliga. Muito bom pontuar contra estas equipes grandes, lá para frente vai fazer muita diferença. Feliz com essa crescente e com o desempenho dos jogadores. Todos que entram estão dando conta.”

Sobre o cansaço da sequência de jogos, André completou. “Acho que já estávamos preparados. Ontem (sexta) foi um treino bem para recuperação. Estávamos focados para este jogo. Tivemos um bom descanso e alimentação para chegarmos inteiros neste jogo”, disse.


Fonte: Cid Bruno - Site Oficial do Montes Claros Vôlei
Foto: Gabriel Inamine/Divulgação Vôlei Brasil Kirin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...