quarta-feira, 18 de novembro de 2015

SUPERLIGA FEMININA 2015/16: Em jogo histórico e Emocionante, Concilig Vôlei Bauru derrota o Rexona

Em jogo histórico e Emocionante, Concilig Vôlei Bauru derrota o Rexona

Com grande atuação as meninas do Concilig Vôlei Bauru venceram a forte equipe do Rexona por 3 sets a 1

Se disputar pela primeira vez a Superliga Feminina de Vôlei já é um fato histórico para o Concilig Vôlei Bauru, o jogo da noite desta terça-feira (17) também entra para os registros marcantes do esporte bauruense. Jogando em casa, com o apoio de milhares de torcedores que lotaram o ginásio Panela de Pressão, a equipe comandada pelo técnico Chico dos Santos venceu as atuais tricampeãs do nacional por 3x1, parciais de 26x24, 17x25, 25x22 e 27x25, em 2h15 de partida.

O destaque bauruense na partida foi a ponteira Mari Cassemiro, com 19 pontos, e ganhadora do troféu Viva Vôlei, como melhor jogadora da noite. Nayara Félix também pontuou bem, cravando 15 bolas na quadra adversária. Pelo lado do Rexona Ades os destaques foram a ponteira Natália, com 23 pontos, e a central Carol, com 15.

Bastante emocionado ao final do jogo, o técnico Chico dos Santos ressaltou o empenho de todo elenco para chegar a um resultado tão significativo. “Só quem convive em nosso dia-a-dia sabe da dedicação e empenho dessas meninas. Após o jogo contra Osasco nós viemos treinar no domingo e todas estavam focadas em melhorar para esse jogo de hoje. Elas são muito merecedoras por essa vitória, pois estão ralando muito nos treinamentos para jogar em alto nível como nesta noite”, destacou o treinador.

Fundamento muito criticado pelo técnico na estreia, diante do Osasco, o bloqueio funcionou bem e contribuiu diretamente para a vitória bauruense com 20 pontos. “Nosso bloqueio foi fundamental hoje e isso mostra a obediência tática da equipe, pois nós treinamos muito esse fundamento após o primeiro jogo. Marcar 20 pontos de bloqueio nas atuais tricampeãs da Superliga, poucas equipes vão conseguir isso e nós conseguimos, por isso vencemos.” Os destaques do Concilig nesse fundamento foram as centrais Carol e Fernanda Isis e a ponteira Nayara Félix, com quatro pontos cada.

Eleita a melhor jogadora da partida, Mari Cassemiro afirma que é preciso manter os pés no chão e não se deixar empolgar pelo excelente resultado contra o Rexona. “Fui o destaque da partida, mas a equipe toda jogou muito bem hoje e isso mostra a força do nosso grupo. Após o paulista nós nos fechamos ainda mais e focamos em uma boa campanha na Superliga. Mas temos que saber que foi apenas o segundo jogo de uma longa jornada, não podemos nos empolgar demais com esse ótimo resultado. Que ele sirva de inspiração para muitos outros.”

A ponteira Nayara Félix segue a linha da colega. “Esse é apenas o primeiro passo da história que nós queremos cravar aqui em Bauru, não é apenas um jogo. Nós trabalhamos duro diariamente para conquistar resultados assim e não queremos ser apenas mais um na competição. Apesar de ser uma equipe nova, queremos fazer a diferença e surpreender ainda mais nessa Superliga.”

O Concilig Vôlei Bauru iniciou a partida com a levantadora Ana Tiemi (1 ponto), as centrais Fernanda Isis (11) e Carol (7), as ponteiras Mari Cassemiro (19) e Nayara Félix (15), a oposta Bruna Honório (13) e a líbero Andressa. Entraram na equipe bauruense a levantadora Camila Adão (2), as ponteiras Mari Helen (2) e Natiele (4) e a líbero Mariana.
Pelo Rexona Ades começaram a partida a levantadora Courtney (2), as centrais Mayhara (8) e Carol (15), as ponteiras Régis (7) e Natália (23), a oposta Monique (4) e a líbero Fabi. Entraram na equipe carioca a levantadora Roberta, a ponteira Drussyla (5) e a oposta Lorenne (8).

O Concilig Vôlei Bauru volta a jogar pela Superliga no próximo sábado (21), às 19h30, contra o Renata/Valinhos Country, novamente no ginásio Panela de Pressão.

O JOGO

O placar do primeiro set foi aberto com um belo ataque da ponteira Nayara, para o Concilig Vôlei Bauru. Vantagem aumentada em jogada que contou que defesa difícil da líbero Andressa e terminou com bloqueio bauruense (3x1). Bauru chegou a abrir quatro de frente após ace da ponteira Nayara (6x2), mas o time carioca reagiu a diminuiu a diferença para apenas um ponto. As donas da casa voltaram a jogar bem e chegaram ao tempo técnico com 8x5 no placar. A parada não fez bem às meninas do Concilig, que retornaram errando muito e deixando o Rexona assumir a liderança pela primeira vez no período (11x12). As visitantes se impuseram em quadra e chegaram a abrir seis de vantagem (16x20). Chico parou a partida, colocou a levantadora Camila Adão e a ponteira Natiele e o jogou mudou. Adão fez dois aces e Bauru empatou o jogo em 22 pontos. Jogo equilibrado, mas em um ataque pra fora Bauru fechou o set em 26x24, em 35 minutos.

O segundo período começou com a oposta Bruna Honório abrindo o marcador para as donas da casa. As meninas do Rexona reagiram rápido e viraram o placar para 4x3. Vantagem que só aumentou até a parada obrigatória, com o marcador em 8x5 para as visitantes. Apesar da conversa com Chico dos Santos e das mudanças em quadra, Bauru não se encontrava no jogo. Do outro lado, o Rexona virava todas as bolas e ampliava a vantagem, que chegou a oito pontos no segundo tempo técnico (18x6). Mesmo com a reação bauruense, marcando três pontos seguidos, as visitantes administraram o placar e fecharam o set em 25x17, em 31 minutos.

O Concilig Vôlei Bauru voltou para o terceiro com set com outra postura e com ataques da ponteira Nayara e bloqueios da central Carol a equipe bauruense abriu quatro de frente logo no início (5x1). O Rexona reagiu, a vantagem caiu para apenas um ponto, mas Bauru chegou à parada obrigatória em vantagem com um lindo bloqueio simples da central Fernanda Isis (8x5). O bloqueio do Concilig funcionou muito bem no período e ajudou a equipe abrir a maior vantagem no set (15x9). A equipe carioca reagiu após o tempo técnico, diminuiu a vantagem para apenas um ponto (21x20), mas não suportou o bom volume de jogo das donas da casa, que venceram o set por 25x22, em 34 minutos.

O quarto período começou equilibrado, com as duas equipes trocando pontos, sem abrir vantagem. O Concilig Vôlei Bauru conseguiu um respiro no tempo técnico, após ataque fulminante de Mari Cassemiro (8x6). As duas ponteiras bauruenses, Nayara e Cassemiro, estavam inspiradas no set e ajudaram as donas da casa a abrir três de frente (10x7). O Rexona voltou a equilibrar o set e chegou à segunda parada na frente (16x15). Chico dos Santos apostou novamente na entrada de Camila Adão para sacar e forçar o adversário ao erro na recepção. Deu certo e Bauru chegou a 22x20. Daí pra frente foi pura emoção, com o Rexona virando o marcador (24x22) e chegando set point. Mas a torcida que lotou o ginásio Panela de Pressão não deixou as meninas de Bauru desanimarem, empurraram até o fim e viram a ponteira Natália errar o ataque e o Concilig fechar o set em 27x25, em 34 minutos, e o jogo em 3x1.


Fonte: Fábio Barbosa - Assessoria Vôlei Bauru
Foto: Marina Beppu / Concilig Vôlei Bauru

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...