sábado, 3 de outubro de 2015

SUL-AMERICANO MASCULINO DE VÓLEI 2015:Brasil bate a Colômbia e está na final do Sul-Americano

Brasil bate a  Colômbia e está na final do Sul-Americano 
Brasil vence e está na final da competição

Maior vencedora do Campeonato Sul-Americano adulto masculino de vôlei, a seleção brasileira está na final para buscar o 30º título da sua história nesta 31ª edição da competição. Neste sábado (03.10), o Brasil bateu a  Colômbia  por 3 sets a 0 (25/19, 25/14 e 25/10), em 1h08, e terá a Argentina como adversária na busca pela medalha de ouro nesta primeira vez que o campeonato é disputado em Maceió (AL). A partida será às 10h15, com transmissão ao vivo da TV Globo e do SporTV, novamente no ginásio do Sesi

Ausente no ano de 1964, o Brasil chegou para este Sul-Americano com alguns desfalques (Murilo, Lipe, Maurício Borges e Otávio) e muita vontade de presentear o público alagoano e brasileiro com o título. Invicto após vitórias sobre Peru, Chile, Venezuela e Colômbia, o time brasileiro precisa de apenas mais um jogo, mas os atletas sabem que não terão facilidade diante dos argentinos. 

Maior pontuador desta partida, o central Lucão falou um pouco sobre o confronto de hoje e já sobre o de amanhã.

“Eles erraram um pouco demais e nós fomos bem no saque, o que desequilibrou o passe deles e dificultou o ataque, que é o ponto forte da Colômbia. Isso nos ajudou. Agora, vamos para a final, que vai ser um clássico. A Argentina é um baita time, independentemente de quem esteja em quadra. É um time que não erra, defende muito e tem muito volume de jogo. Vai ser um bom jogo para quem estiver vendo de casa e aqui da arquibancada”, afirmou Lucão.

Outro central em quadra neste sábado, Isac sabe que não ter perdido nenhuma partida não significa muito no momento da final. 

“Não tem jogo fácil, cada jogo tem sua história e é diferente. Temos que impor nosso ritmo e entrar com tudo na partida de amanhã. A Argentina tem uma escola muito tradicional de voleibol, eles possuem muito volume de jogo e vão querer vencer aqui. Mas, dentro de casa devemos impor nosso ritmo, errar pouco para buscarmos esse título importante. Crescemos nos últimos dois jogos e vamos buscar evoluir ainda mais”, garantiu Isac.

O técnico Bernardinho destaca a responsabilidade de jogar no Brasil, diante da torcida na busca por mais um título do Campeonato Sul-Americano.

“Temos o peso de ganhar em casa. Enfrentar essa responsabilidade talvez seja o teste mais importante para alguns jogadores que estão aqui. Já a Argentina vai jogar como franca atiradora e isso é perigoso. O cuidado tem que ser enorme amanhã para não sermos surpreendidos. Agora temos que concentrar porque há uma final a ser jogada, contra uma equipe de qualidade, com uma pressão grande para o nosso lado”, explicou Bernardinho.

O JOGO

Com Isac no saque, o Brasil abriu o jogo e fez 2/0. Com ponto de bloqueio, a equipe da casa chegou a 4/1. A seleção brasileira seguiu pontuando e ainda abriu 6/1. No ace de Evandro, o placar foi para 10/5. Com mais um ponto de saque, desta vez de Lucarelli, o Brasil marcou 13/6. A equipe dirigida pelo técnico Bernardinho administrou a boa vantagem durante a parcial (17/11). No final, melhor para o Brasil, que fechou em 25/19.

Os donos da casa saíram na frente também no segundo set: 2/0. Os colombianos, então, não permitiram que o Brasil ampliasse a diferença e equilibraram o placar até 9/7. Depois de uma bola salva por Lucas Lóh quase nas placas de publicidade, Evandro atacou e pontuou: 12/7. Depois desse momento, a seleção brasileira abriu vantagem e, no ace de Isac, fez 19/8. E, com Evandro, o Brasil fechou em 25/14.

Assim como no primeiro set, a equipe brasileira abriu boa vantagem logo no começo (5/1) e forçou a Colômbia a pedir tempo. Em boa passagem de Bruninho pelo saque, o marcador ainda foi a 7/1. A diferença foi mantida ao longo da parcial (16/8) que contou com alterações em quadra. Entraram, no Brasil, o levantador Raphael, o oposto Renan, o central Maurício Soiza e o ponteiro Kadu. A equipe da casa, então, teve tranquilidade e, no ace de Lucão, venceu por 25/10.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Evandro, Isac, Lucão, Lucarelli e Lucas Lóh. Líbero – Serginho
Entraram – Raphael, Renan e Kadu, Maurício Souza
Técnico: Bernardinho

COLÔMBIA – Jimenez, Piza, Agamez, Mosquera, Anbuila e Mendoza. Líbero – Jaramillo
Entraram – Polchlopek, Lucumi, Alomia e Renteria
Técnico: Eliseo Ramos

Outros resultados

O primeiro finalista do Campeonato Sul-Americano adulto masculino foi conhecido um pouco mais cedo, na tarde deste sábado (03.10), em Maceió (AL). A Argentina superou a Venezuela por 3 sets a 1 (25/18, 20/25, 25/16 e 25/18) no ginásio do Sesi, em 1h36, e garantiu presença na decisão do torneio. O maior pontuador do duelo foi o oposto argentino Federico Martina, que teve 21 acertos. Pelo lado da Venezuela, destaque para o oposto Flores, que conseguiu marcar 17 pontos para sua equipe.


Fonte: CBV
Foto: Alexandre Arruda - CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...