quarta-feira, 30 de setembro de 2015

SUL-AMERICANO FEMININO DE VÔLEI 2015: Brasil vence Chile e conquista segunda vitória no Sul-Americano

Brasil vence Chile e conquista segunda vitória no Sul-Americano

A seleção brasileira feminina de vôlei alcançou o segundo resultado positivo no Sul-Americano. Depois de estrear com vitória sobre o Uruguai, o time verde e amarelo venceu, nesta quarta-feira (30.09), o Chile por 3 sets a 0 (25/16, 25/6 e 25/15), em 1h02 de jogo, no Coliseo Northon Madrid Picot, em Cartagena, na Colômbia. Com o resultado, as brasileiras assumiram a liderança isolada do grupo B, com seis pontos. 

O Brasil está no grupo B ao lado da Argentina, do Chile e do Uruguai. As argentinas, que ainda hoje enfrentam as uruguaias, aparecem em segundo lugar, com três pontos. A outra chave é composta por Colômbia, Peru, Venezuela e Paraguai. No Sul-Americano, as seleções se enfrentarão dentro dos seus respectivos grupos e as duas mais bem classificadas passarão às semifinais.

O time verde e amarelo terá um clássico sul-americano na última partida da equipe brasileira pela fase classificatória. O Brasil duelará com a Argentina às 19h (Horário de Brasília) desta quinta-feira (01.10). O site www.voleysur.org transmitirá ao vivo. 

O treinador José Roberto Guimarães escalou uma equipe diferente em relação a partida de estreia das brasileiras, com a levantadora Roberta, a oposto Monique, as ponteiras Gabi e Mari Paraíba, as centrais Carol e Adenízia e a líbero Léia, onde apenas Gabi havia sido titular no primeiro jogo do Brasil. 

Carol e Sheilla assistem à partida sendo refrescadas por um dos ventiladores do ginásio ()

A central Carol foi a maior pontuadora do confronto, com 13 pontos. As ponteiras Gabi, com 10, e Mari Paraíba, com oito também pontuaram bem pelas brasileiras. Pelo lado do Chile, a atacante Contreras foi quem mais pontuou, com seis acertos.

A central Carol fez uma análise da vitória sobre o Chile e ressaltou a importância do confronto para dar ritmo de jogo ao grupo brasileiro. 

“Respeitamos todos os adversários e temos sempre que dar o nosso melhor em quadra, pois estamos representando o nosso país. O Zé Roberto mexeu bastante na equipe para o jogo de hoje e isso foi positivo, pois todo o grupo ganhou ritmo de jogo. Amanhã vamos enfrentar a Argentina e temos que seguir concentradas buscando a nossa evolução”, disse Carol. 

O treinador José Roberto Guimarães comentou sobre a importância do Sul-Americano na preparação para os Jogos Olímpicos do Rio. 

“Penso que faltam 310 dias para os Jogos Olímpicos do Rio e fazemos uma parte física caprichada com a equipe brasileira. O Sul-Americano é uma etapa para o próximo ano e usamos isso da melhor maneira possível. Também conversamos bastante sobre foco e postura que precisamos ter no dia a dia. Temos que seguir nesse ritmo até o final do Sul-Americano”, afirmou José Roberto Guimarães. 

O JOGO

A seleção feminina começou sem dar chance para o Chile e fez 4/0. O treinador chileno pediu tempo. Mesmo com a paralisação, as brasileiras foram para o primeiro tempo técnico com quatro de vantagem (8/4). Bem no saque e nos contra-ataques, as brasileiras abriram sete pontos (16/9). O Brasil manteve o domínio da partida até o final e venceu o primeiro set por 25/16 com um boqueio da central Adenízia. 

Com um ace da ponteira Mari Paraíba, o Brasil fez 3/0 no início do segundo set. O saque das brasileiras dificultava a recepção chilena e o time verde e amarelo foi para o primeiro tempo técnico vencendo por 8/1. Concentradas e sem dar chances para as chilenas, as brasileiras dominaram toda a segunda parcial e venceram o set por 25/6. 

Novamente com um saque eficiente, o Brasil abriu seis pontos no início do terceiro set (8/2). Se aproveitando dos erros das chilenas, a vantagem do time verde e amarelo subiu para nove pontos (18/9). O time verde e amarelo manteve a concentração até o final e venceu o set por 25/15 e o jogo por 3 sets a 0. 

TABELA E JOGOS DO BRASIL 

Grupo A

Colômbia 
Peru 
Venezuela 
Paraguai 

Grupo B

Brasil 
Argentina 
Chile 
Uruguai 

Jogos do Brasil: 

(29.09) – Brasil 3 x 0 Uruguai (25/14, 25/11 e 25/15) 
(30.09) – Brasil 3 x 0 Chile (25/16, 25/6 e 25/15) 
(01.10) – Brasil x Argentina, às 19h (Horário de Brasília)

Fonte: CBV
Fotos: Fabio Leme
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...