sexta-feira, 25 de setembro de 2015

CAMPEONATO PAULISTA DE VÔLEI FEMININO 2015:Na Homenagem à Sorocaba, Vôlei Nestlé vence São Cristóvão Saúde/São Caetano

Na Homenagem à Sorocaba, Vôlei Nestlé vence São Cristóvão Saúde/São Caetano
Equipe comandada por Luizomar marcou 3 a 0 e fechou a fase de classificação invicta e na liderança

Um jogo especial merecia uma apresentação à altura. E o Vôlei Nestlé não decepcionou a torcida sorocabana que lotou o ginásio Gualberto Moreira na noite desta sexta-feira (25). Venceu o São Cristóvão Saúde/São Caetano por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/16 e 25/17, em 1h24min. Com o resultado, a equipe de Osasco encerrou a fase de classificação do Campeonato Paulista invicta e na liderança com 18 pontos, após seis vitórias. A partida foi uma homenagem da Nestlé à cidade de Sorocaba, sede do Leite Moça, time mais vitorioso do vôlei nacional na década de 90. 

Carcaces iniciou a temporada na reserva, preparando-se preparando fisicamente. Ela fez sua primeira partida como titular e foi a maior pontuadora, com 20 acertos. "O Luizomar me disse que sairia jogando e tive o apoio de todas as minhas companheiras. Estava tranquila e feliz em quadra. O brasileiro vive intensamente o vôlei e isso é incrível. As pessoas são fanáticas pelo esporte. É um orgulho grande para nós que estávamos em quadra e também para as ex-jogadoras que merecem todo o reconhecimento", afirmou a cubana.

A semana em Sorocaba foi repleta de carinho e Luizomar ficou ainda mais feliz com a vitória para premiar o público da cidade. "Tivemos uma semana bacana e recebemos muito carinho. O mais importante foi brindar essa torcida que recordou os tempos de glórias e títulos do Leite Moça e desse ginásio. Eles vieram para recordar e assistiram uma grande exibição da nossa equipe. Saio feliz pela forma como fomos recebidos e muito mais pela maneira que a equipe confirmou a liderança da competição. A Carcaces estava sendo preparada e fez uma grande partida", analisou o treinador.

Antes do jogo, Luizomar foi ao centro da quadra e chamou Sérgio Negrão, técnico do Leite Moça. "A vida é feita de oportunidades e fico muito feliz porque o Sérgio Negrão me deu a chance de vir trabalhar em uma equipe extremamente vencedora como era o Leite Moça. Era um sonho de qualquer profissional e agarrei com unhas e dentes. Meu carinho por ele é enorme e ele merece todas as homenagens", disse o comandante do Vôlei Nestlé. Sérgio Negrão ficou muito emocionado com a homenagem: "Há 22 anos eu vivi os melhores anos da minha vida profissional. Nesta quadra este time foi tricampeão paulista, tri da Superliga e campeão mundial", relembrou, sendo muito aplaudido pelas 2.200 pessoas presentes. 

Além de Sérgio Negrão, estiveram em Sorocaba as ex-atletas Josiane, Kerly, Miriam e Maria Alice e os componentes da comissão técnica Pedro Souza, Cláudio Bacci Martins, Luiz Fernando Sola, Marco Antônio Trigo, Robson Soró e Benedito Crispi. 

O jogo - Vôlei Nestlé e São Cristóvão Saúde/São Caetano fizeram um início de partida equilibrada, mas com as mandantes anotando 8 a 7. O jogo seguiu disputado e a vantagem de apenas um ponto permaneceu na segunda parada técnica: 16 a 15. A partir daí Luizomar e suas comandadas deslancharam com ótimo aproveitamento de ataques e contra-ataques, com Carcaces marcando nove pontos. Saraelen, com cinco, também contribuiu para o 25 a 17 da primeira parcial, em 27 minutos. 

A cubana seguiu desequilibrando: 11 a 3. São Caetano não se encontrava em quadra pelo bom desempenho das adversárias, que abriram 16 a 8. Dominante, o Vôlei Nestlé foi superior em todos os fundamentos e não deixou a equipe do ABC esboçar reação. Carcaces marcou seis pontos e contou com a ajuda de Elisângela, Gabi e Marjorie, todas com três. Com um erro do rival, o time de Osasco fechou por 25 a 16, em 28 minutos. 

O bloqueio do Vôlei Nestlé apareceu decisivo na terceira parcial, com quatro pontos. Diana distribuiu bem o jogo e a pontuação foi bastante dividida, com Saraelen e Marjorie com quatro acertos. Elisângela colocou o time de Osasco em vantagem na primeira parada técnica: 8 a 6. Carcaces bloqueou e a diferença aumentou: 15 a 11. O "paredão" de Saraelen apareceu e o placar registrou 23 a 16. Gabi, capitã do time, fechou a partida com um ataque pela ponta: 25 a 17, em 29 minutos. 

No Vôlei Nestlé jogaram e marcaram: Diana, Carcaces (20), Marjorie (12), Saraelen (11), Gabi (11), Elisângela (7) e a líbero Dani Terra. Entraram: Carla (1), Cacá e Suelle. Técnico: Luizomar de Moura.

No São Cristóvão Saúde/São Caetano jogaram e marcaram: Ana Maria (1), Thaisinha (11), Andressa (5), Larissa (6), Juliana (5), Soninha (2) e a líbero Silvana. Entraram: Thainá, Ciça (1) e Bruna (5). Técnico: Ayrton Cabral.

Nestlé na década de 90 - A história da Nestlé no vôlei feminino já dura mais de 20 anos, uma parceria que se mostrou sólida e bem-sucedida, colecionando vitórias e recordes ao longo das últimas décadas. O começo foi em 1992, quando a empresa fortaleceu seu apoio ao esporte ao patrocinar o time de Sorocaba, que no início foi nomeado como Leite Moça e, posteriormente, já na cidade de Jundiaí, Leites Nestlé. De 1992 a 1999 a Nestlé foi campeã Mundial de Clubes (1994), tricampeã Sul-Americana (1996, 1997 e 1998), tricampeã da Superliga (1994/95, 1995/96 e 1996/97) e tricampeã Paulista (1993, 1995 e 1998).



Fonte:ZDL - Rafael Zito
Foto: João Pires/Fotojump
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...