terça-feira, 4 de agosto de 2015

TEMPORADA 2015/16: O Vôlei Brasil Kirin está de cara nova para 2015/2016

O Vôlei Brasil Kirin está de cara nova para 2015/2016

Na manhã desta segunda-feira, o elenco do Vôlei Brasil Kirin foi oficialmente apresentado para a temporada 2015/2016, em um evento diferenciado. A apresentação aconteceu na fábrica da Brasil Kirin, em Itu, onde os jornalistas puderam, após as entrevistas com atletas e comissão técnica, participar do tour Brasil Kirin, que conta a história da empresa e mostra o passo a passo da criação de seus produtos.

A equipe do Vôlei Brasil Kirin passou por uma reformulação para a temporada que está prestes a começar. Para reforçar o elenco, o time trouxe dois atletas internacionais de destaque, o levantador argentino Demian Gonzalez e o ponteiro romeno Olteanu, além de jogadores brasileiros de peso, como o líbero Tiago Brendle, o meio de rede Maurício Souza e os pontas Lucas Lóh, Ygor Ceará e Piá.

Dos atletas que disputaram a temporada passada, foram mantidos no grupo os meios de rede Vini, Luizinho e Michael, os opostos Wallace e Baiano, o levantador Jotinha e o líbero Pará. Vale destacar que Baiano e Pará são dois jogadores formados nas categorias de base do Vôlei Brasil Kirin, que cada vez mais se firma como um grande revelador de talentos do voleibol brasileiro.

O treinador Alexandre Stanzioni, que liderou o time na conquista do seu primeiro título (a Copa São Paulo, na temporada passada), segue no comando da equipe.

“Muito feliz em seguir com esse projeto tão sólido. Temos um ótimo grupo para essa temporada e quero que todos possam mostrar seu melhor voleibol em todas as competições. Nossa meta é conquistar títulos”.

As novidades do Vôlei Brasil Kirin para 2015/2016 não se limitam ao time. A equipe lançou um novo distintivo e fechou parceria com a Kappa, que será o fornecedor oficial de material esportivo do time campineiro.

“O Vôlei Brasil Kirin chamou nossa atenção por ser um projeto que possui história dentro do voleibol e conta com uma gestão profissional, se preocupando não só com alta performance, mas também com a formação de atletas e engajamento social. Além disso, a equipe sempre leva um grande público ao Taquaral e conta com grande exposição na mídia, oque nos permite armar uma série de ações para aproximar nossa marca do consumidor final”, disse o diretor da Kappa, Caio Campos.

Para a vice-presidente da Brasil Kirin, o time de vôlei faz parte da “missão” da empresa.

“Está no DNA da Brasil Kirin levar alegria ao consumidor brasileiro de diferentes formas, entre elas, pela prática esportiva. E nosso proposito é incentivar cada um a “Viver a sua Sede” Por estas razões o Vôlei Brasil Kirin tem total sinergia com a missão da nossa empresa”, declarou Juliana Nunes.

“É motivo de orgulho iniciar mais um ano deste projeto que tem rendido grandes resultados não apenas na equipe adulta, mas também nas categorias de base e na área social. Acredito que será uma temporada muito boa para todos que estão envolvidos com o Vôlei Brasil Kirin” completou Fernando Maroni, supervisor do time Campineiro e diretor de projetos da ESM, empresa de marketing esportivo que gerencia o projeto.

Outros dois destaques do Vôlei Brasil Kirin, os campeões olímpicos e mundiais André Heller e Maurício Lima também continuam no projeto, que além da equipe de alta performance e das categorias de base, possui forte atuação social em parceria com o Instituto Compartilhar, do técnico Bernardinho.

Coordenador técnico da equipe, André Heller destaca a qualidade do elenco: “Esse é meu segundo ano como coordenador técnico e posso dizer que a temporada passada, que fiz a transição de atleta para meu novo cargo, foi de muito aprendizado. Estou pronto para mais uma temporada e feliz com o time que foi formado, que tem muita qualidade e consciência de que teremos muito trabalho, mas que colheremos os resultados dos nossos esforços”.

"Esse projeto se desenvolve a cada ano e é ótimo ver que estamos mais uma vez aqui, apresentando um elenco de peso para as competições. Para mim é uma honra fazer parte de tudo isso", completou o embaixador do Vôlei Brasil Kirin, Maurício Lima.

CONHEÇA O ELENCO:

LEVANTADORES:

Demian Gonzalez: Seis vezes campeão da Liga Argentina, foi eleito melhor levantador dos últimos três sul-americanos de clubes. Altura: 1,92m

Jotinha: Experiente, com títulos de Superliga no currículo, o jogador está em sua segunda temporada no Vôlei Brasil Kirin. Altura: 1,88m

CENTRAIS:

Maurício Souza: Um dos destaques da Seleção Brasileira no Pan de Toronto, o atleta atuou no Funvic/Taubaté na temporada passada. Altura: 2,06m

Luizinho: Destaque na última temporada pela vibração e pelos bloqueios, o atleta está em seu segundo ano no Vôlei Brasil Kirin. Altura: 2,04m

Vini: Melhor saque da Superliga na temporada 2013/2014, Vini está em sua terceira temporada de Vôlei Brasil Kirin. Virou xodó da torcida pela garra e boas atuações. Altura: 1,96m

Michael: Polivalente, pode atuar também como oposto. Está em seu segundo ano de Vôlei Brasil Kirin. Trás na bagagem experiência em grandes clubes como Vôlei Futuro e São Bernardo. Altura: 2,02m

PONTAS:

Piá: Chega para o Vôlei Brasil Kirin com experiência de ter atuado em países como Romênia, Itália e Japão. Campeão sul-americano juvenil e campeão mundial infanto-juvenil. Altura: 2,03m

Ygor Ceará: Com apenas 25 anos, chamou atenção com a camisa do São Bernardo pela velocidade e capacidade defensiva. Altura: 1,92m

Lucas Lóh: De volta ao Brasil depois de uma temporada na Polônia, fez parte da Seleção Brasileira nas duas últimas Ligas Mundiais. Altura: 1,96m

Olteanu: O romeno chega como uma das principais estrelas para a temporada. Passou por Alemanha, Itália, Espanha, França e Argentina, onde atuou nos últimos quatro anos. Altura: 1,99m

OPOSTOS:

Wallace Martins: Campeão Pan-Americano e medalha de prata na Liga Mundial, ambos em 2011, está no Vôlei Brasil Kirin desde a última temporada. Altura: 2,04m

Baiano: Revelado nas categorias de base do clube, cresceu de produção nas últimas temporadas e ganhou espaço entre os adultos. Acaba de ser convocado para defender a Seleção Brasileira Sub-23. Altura: 1,95m

LÍBEROS:

Pará: Formado nas categorias de base do Vôlei Brasil Kirin. Está em sua terceira temporada entre os adultos. Acaba de ser convocado para defender a Seleção Brasileira Sub-23. Altura: 1,70m

Tiago Brendle: Atleta que saiu do Pan de Toronto com os prêmios de melhor líbero, melhor recepção e melhor defesa, além da medalha de prata conquistada com a Seleção Brasileira. Altura: 1,88m

Fonte/foto: Brasil Kirin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...