quinta-feira, 23 de julho de 2015

PAN TORONTO 2015: Em jogo emocionante, Fer Garay faz 28 pontos, Brasil mostra garra e superação, vence Porto Rico e está na final

Em jogo emocionante, Fer Garay faz 28 pontos, Brasil mostra garra e superação, vence Porto Rico e está na final do PAN TORONTO 2015

A seleção brasileira feminina de vôlei está na final dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. O Brasil conseguiu a classificação depois de perder os dois primeiros sets, buscar o resultado e sair de quadra com a vitória por 3 sets a 2 (18/25, 24/26, 25/22, 25/19 e 15/11), em 2h13 de partida. O adversário da seleção brasileira na final, que acontecerá no sábado (25.07), sairá da semifinal entre Estados Unidos e República Dominicana, que acontece neste momento.

Após o resultado, a ponteira Fernanda Garay, maior pontuadora do jogo, com 28 acertos, falou sobre o início abaixo do esperando da seleção brasileira. “É difícil apontar um motivo, mas precisamos começar com mais agressividade. O importante é que o time é muito forte, lutamos o tempo inteiro e acreditamos”, disse Garay.

A ponteira ainda elogiou as companheiras de equipe e minimizou a importância dos 28 pontos. “Temos que ressaltar a força do grupo, que soube sair de uma situação difícil e soube conseguir a vitória. Para conseguir uma boa pontuação, tive ajuda da levantadora, do passe e dessa força do time. Ao longo do jogo, me esforcei muito para que ninguém deixasse de acreditar nessa vitória”, destacou Fernanda Garay.

A central Adenízia, responsável por 14 pontos do Brasil, também comentou sobre esse início de jogo. “Nosso time começou meio devagar. Sabíamos que seria um confronto difícil, que teríamos que entrar com garra e não fizemos isso. A partir do terceiro set, mostramos o nosso voleibol e agora é foco total na final porque queremos levar o ouro para casa”, afirmou Adenízia.

A ponteira Mariana, mais conhecida como Mari Paraíba, destacou a importância de a equipe brasileira ter conseguido se estabilizar ao longo da partida. “Nosso time precisava de atitude. Começamos o jogo de forma passiva e só no terceiro set nos tocamos disso. Não dá para jogar atrás contra um time que tem ótimas atacantes. Depois conseguimos ajustar o passe, jogamos com tranquilidade e, assim, conseguimos a vitória”, ressaltou Mari Paraíba.

Feliz, mas cauteloso, o técnico brasileiro, José Roberto Guimarães, já pensa no adversário que terá na grande decisão, mesmo que ainda não o conheça;

“Sabíamos que seria difícil. Porto Rico ganhou da Argentina ontem e logicamente estava acreditando que dava para vencer hoje. Elas começaram jogando bem, nós colocamos o time delas no jogo e o grupo acreditou cada vez mais que poderia ganhar. Abriram 2 a 0 e nós tivemos que correr atrás o tempo inteiro. Agora temos que pensar em tudo que fizemos bem e mal até hoje e estudar quem passar da outra semifinal”, concluiu Zé Roberto, sobre Estados Unidos ou República Dominicana. 

O JOGO

A ponteira Fernanda Garay abriu o placar do jogo depois de uma bola bastante disputada. Contando com erros do time brasileiro, Porto Rico fez 4/1. Quando as adversárias chegaram a 6/2, o técnico José Roberto Guimarães pediu tempo. A seleção porto-riquenha ainda fez 10/5. No bloqueio de Bárbara, o Brasil diminuiu a vantagem para 12/8. Mas a seleção de Porto Rico voltou a abrir e chegou a sete de vantagem (17/10). As brasileiras reagiram e, com Fernanda Garay pontuando bem e Michelle bem no saque, fizeram 21/17. Mas, a equipe porto-riquenha não permitiu a reação do Brasil e fechou em 25/18.

Porto Rico começou em vantagem também no segundo set (3/1). No bloqueio de Bárbara, o Brasil chegou ao empate em 3/3. Depois de grande defesa de Jaqueline, Rosamaria pontuou e colocou a seleção brasileira no comando do placar: 6/5. A equipe de Zé Roberto passou a dominar o set e colocou três de vantagem (13/10). No erro da seleção brasileira, Porto Rico chegou ao ponto de empate (18/18) e Zé Roberto pediu tempo. As porto-riquenhas colocaram dois em 22/20 e o Brasil empatou em 22 pontos. As equipes estiveram empatadas novamente em 24/24. Porto Rico fechou em 26/24.

Determinada a virar o jogo, a seleção do Brasil entrou em quadra no terceiro set com energia e logo abriu 5/1. O jogo voltou a ficar equilibrado, com apenas um de vantagem para a seleção brasileira em 11/10. O empate em 14/14 deu ainda mais equilíbrio e emoção ao jogo pela semifinal do Pan. No bloqueio de Rosamaria, o placar foi a 19/15 a favor da seleção brasileira. Mas as porto-riquenhas reagiram, buscaram e encostaram no placar, deixando a final do set emocionante. O Brasil fez 23/22 e, no bloqueio de Bárbara, 24/22. No contra-ataque de Fernanda Garay, 25/22.

A seleção brasileira fez 2/0 no início do quarto set. No bom saque de Adenízia, o Brasil fez 5/2. Na bola de segunda da levantadora Macris, o placar foi para 9/5. Com ponto de bloqueio, 11/6. A vantagem que era de cinco caiu para dois (11/9) e o técnico Zé Roberto pediu tempo. O Brasil voltou a ter cinco na frente (14/9) e foi a vez de Porto Rico parar o jogo. Com a ponteira Mariana, a seleção brasileira fez 18/13. Com tranquilidade, e com Fernanda Garay pontuando bem, o time verde e amarelo chegou a 22/13. Pelo meio fundo, Mariana pontuou e levou o Brasil a 23/16. No final, 25/19.

Porto Rico abriu 2/0 no set decisivo. Na sequência, fez 6/2. Em boa passagem da levantadora Ana Tiemi pelo saque, o Brasil encostou em 6/5. Com a ponteira Mariana, tudo igual em 6/6. Na sequência, bloqueio de Joycinha e o placar foi para 8/6 a favor da seleção brasileira. O Brasil fez 11/8 e, no ace de Macris, chegou a 13/9. No final, com ponto de bloqueio, o time verde e amarelo faz 15/11.

BRASIL – Macris, Joycinha, Adenízia, Bárbara, Fê Garay e Jaqueline. Líbero – Camila Brait
Entraram – Rosamaria, Ana Tiemi, Michelle, Angélica, Mariana
Técnico: José Roberto Guimarães

GALERIA DE FOTOS


JOGOS PAN-AMERICANOS TORONTO 2015

1ª Fase
16.07 (Quinta-Feira) - BRASIL 3 x 2 Porto Rico (23/25, 28/26, 25/17, 24/26 e 15/10)
18.07 (Sábado) - BRASIL 3 x 1 Peru (25/27, 25/5, 25/17 e 25/16)
20.07 (Segunda-feira) – BRASIL 3 x 2 Estados Unidos (22/25, 25/21, 18/25, 25/22 e 15/11)

Semifinal
23.07 (Quinta-feira) – BRASIL 3 x 2 Porto Rico (18/25, 24/26, 25/22, 25/19 e 15/11)

Final
25.07 (Sábado) – Brasil x EUA

Fonte: CBV
Foto Gaspar Nóbrega/Inovafoto/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...