sábado, 4 de julho de 2015

GRAND PRIX 2015:Brasil bate a Sérvia e conquista a segunda vitória no Grand Prix

Brasil bate a Sérvia e conquista a segunda vitória no Grand Prix 
Seleção brasileira conquistou a segunda vitória no Grand Prix 2015

Atual campeã, a seleção brasileira feminina de vôlei conseguiu o segundo resultado positivo na edição 2015 do Grand Prix. Neste sábado (04.07), o Brasil venceu a Sérvia por 3 sets a 0 (25/20, 25/15 e 25/19), em 1h19 de jogo, no Indoor Stadium Huamark, em Bangcoc, na Tailândia. Com o resultado as brasileiras mantiveram a liderança isolada do grupo A, com seis pontos. No grupo do time verde e amarelo estão Sérvia, Tailândia e Japão.

O Brasil terá como próximo desafio no Grand Prix a Tailândia às 6h30 (horário de Brasília) deste domingo (05.07). O SporTV e a Band transmitirão ao vivo. 
As centrais Juciely e Carol foram as maiores pontuadoras da partida, com 11 pontos cada. A oposto Joycinha também pontuou bem, com 10 acertos. Na Sérvia, a atacante Busa foi a maior pontuadora, com 10 pontos. 

A central Juciely comentou sobre a atuação das brasileiras contra as europeias e chamou a atenção para o estilo de jogo das sérvias. 

“Foi um resultado positivo para nós. Sabemos que ainda precisamos evoluir em alguns fundamentos, mas estamos no caminho certo. O jogo de hoje foi diferente da partida contra o Japão. A Sérvia tem um estilo de jogo com bolas altas e sentimos um pouco isso no começo da partida, mas conseguimos nos adaptar e alcançamos a vitória. Gostei da concentração do grupo”, disse Juciely, que espera um jogo difícil amanhã contra a Tailândia. 

“Agora, já temos que pensar na Tailândia. Será um confronto completamente diferente, com muitas defesas, volume de jogo, além do apoio da torcida. Acredito que nosso saque será fundamental para quebrar a linha de passe da Tailândia”, analisou Juciely. 

O treinador José Roberto Guimarães também já está com a atenção voltada para o jogo contra a Tailândia. 

“O nosso começo no Grand Prix foi positivo, com duas vitórias e seis pontos, mas já estou com a cabeça no jogo de amanhã. A Tailândia vai jogar em casa, com o apoio da torcida e já iniciou o Grand Prix com um resultado positivo sobre a Sérvia. Elas têm bastante volume de jogo, defendem bem e estão motivadas”, disse José Roberto Guimarães. 

O JOGO

O jogo começou equilibrado. Se aproveitando dos erros das brasileiras, a Sérvia abriu três pontos (9/6). Com um ace da central Carol, o Brasil diminuiu a vantagem no placar (10/9). A meio de rede seguiu com uma boa sequência de saques e o time verde e amarelo virou o marcador (11/10). O set ficou disputado ponto a ponto. A levantadora Dani Lins jogava com velocidade e as atuais campeãs do Grand Prix abriram dois pontos (16/14). Quando o Brasil tinha 21/18 no placar, o técnico da Sérvia pediu tempo. Mesmo com a paralisação, o Brasil dominou a parte final do set e venceu a primeira parcial por 25/20. 

Brasil começa bem o segundo set e faz 4/1. Em uma bola rápida de china da central Juciely, a diferença no placar subiu para cinco pontos (10/5). No segundo tempo técnico, a vantagem das brasileiras era de sete pontos (16/9). A Sérvia conseguiu quatro pontos seguidos e encostou no marcador (16/13). Neste momento, as brasileiras voltaram a dominar as ações na parcial e o treinador José Roberto Guimarães colocou em quadra a levantadora Macris, a oposto Monique e a ponteira Mari Paraíba. O time verde e amarelo seguiu no comando das ações até o final e levou a melhor no segundo set por 25/15. 

O terceiro set começou equilibrado. O Brasil foi para a primeira parada técnica da parcial com um de vantagem (8/7). Bem no saque e no bloqueio, as brasileiras abriram três (13/10). A Sérvia cresceu de produção e empatou o marcador (15/15). Se aproveitando dos erros das europeias, o time verde e amarelo abriu dois na reta final da parcial (20/18). O Brasil seguiu melhor até o final e venceu o set por 25/19 e o jogo por 3 sets a 0. 

EQUIPES

BRASIL – Dani Lins, Joycinha, Gabi, Natália, Juciely e Carol. Líbero – Camila Brait e Léia 
Entraram – Monique, Macris, Mari Paraíba e Léia 
Técnico: José Roberto Guimarães 

SÉRVIA – Busa, Malesevic, Drpa, Popovic, Savic e Radenkovic. Líbero – Cebic 
Entraram – Molnar, Mirkovic e Helic 
Técnico: Branko Kovacevic

Fonte : Divulgação CBV
Foto:Divulgação FIVB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...