sexta-feira, 10 de julho de 2015

GRAND PRIX 2015: Brasil vence Bélgica e segue invicto no Grand Prix

Brasil vence Bélgica e segue invicto no Grand Prix
Gabi foi a maior pontuadora da partida

A seleção brasileira feminina de vôlei segue invicta no Grand Prix. Nesta sexta-feira (10.07), com o apoio da torcida, o Brasil venceu a Bélgica por 3 sets a 0 (25/17, 25/16 e 25/14), em 1h21 de jogo, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Foi a quarta vitória em quatro jogos do time verde e amarelo na competição. As brasileiras e as belgas estão no grupo D, que conta ainda com a Tailândia e a Alemanha.

O Brasil voltará à quadra às 10h deste sábado (11.07) contra a Tailândia. A TV Globo, a Band e o SporTV transmitirão ao vivo. 

A ponteira Gabi foi a maior pontuadora do confronto, com 13 acertos. As centrais Carol, com 11, e Juciely, com 10, também pontuaram bem pelas brasileiras. Pelo lado da Bélgica, as atacantes Els Vandesteene e Kaja Grobelna foram as maiores pontuadoras, com nove acertos. 

Ao final do jogo, a ponteira Gabi elogiou o comportamento das brasileiras e destacou o bom desempenho do bloqueio contra as belgas. 

"Fiquei feliz pelo time. É ótimo encaixar bons bloqueios, pontuar, mas principalmente porque isso ajuda a nossa equipe. Todas as meninas estiveram muito bem. Estávamos bem posicionadas no bloqueio e conseguimos ditar o ritmo de jogo após o susto no início do primeiro set", afirmou Gabi. 

A central Carol fez uma análise da partida e chamou a atenção para a evolução da equipe brasileira ao longo do confronto. 

"Começamos um pouco devagar, e a Bélgica também teve méritos no início do set, sacando bem e marcando, fazendo com que nossas bolas não caíssem. Até por ser uma estreia em casa, tem um pouco de nervosismo, que passa com os minutos. Depois crescemos, ajustamos o bloqueio, que passou a tocar em praticamente todas as bolas. Isso deu confiança ao nosso time, a virada de bola passou a funcionar bem e colocamos pressão. Nossa equipe foi evoluindo, permitindo inclusive algumas mudanças na partida. Mas o principal foi estrear com um boa vitória, somar pontos e manter o aproveitamento no torneio”, garantiu Carol. 

O treinador José Roberto Guimarães comentou sobre o a possibilidade de colocar todas as jogadoras em quadra contra a Bélgica. 

“Depois do primeiro set, nós melhoramos o saque e o bloqueio e merecemos a vitória. Gostei da forma que nós jogamos especialmente porque tivemos a oportunidade de colocar todas as jogadoras em quadra. Precisamos dar ritmo de jogo para todas as atletas”, disse José Roberto Guimarães. 

O JOGO 

A Bélgica começou melhor a partida e fez 7/4. O Brasil cresceu de produção e, depois de um belo ataque de Carol, encostou (11/10). E foi em um bloqueio também da central Carol que o Brasil deixou tudo igual (11/11). Numa boa sequência de saques da ponteira Gabi, as brasileiras abriram três pontos (17/14). As donas da casa seguraram a vantagem até o final e venceram o primeiro set por 25/17. 

O Brasil voltou sem dar chances para a Bélgica no segundo set e fez 8/1. A levantadora Dani Lins variou bem as jogadas e Carol se destacou no ataque e no bloqueio. Com muito volume de jogo, as brasileiras fizeram 13/7. No final da parcial, o treinador José Roberto Guimarães colocou Monique e Jaqueline em quadra no lugar, respectivamente, de Joycinha e Fernanda Garay. O Brasil manteve o ritmo e venceu o set por 25/16. 

O Brasil seguiu melhor no início do terceiro set e fez 8/2. Com um bloqueio simples da levantadora Dani Lins, as brasileiras mantiveram a vantagem no marcador (12/6). O treinador belga pediu tempo. O time verde e amarelo seguiu melhor e foi para o segundo tempo técnico com seis de vantagem (16/10). As brasileiras seguiram sem dar chances para as belgas até o final da parcial e venceram o set por 25/14 e o jogo por 3 sets a 0. 

EQUIPES: 

BRASIL: Dani Lins, Joycinha, Fernanda Garay, Gabi, Juciely e Carol. Líbero – Camila Brait 
Entraram: Jaqueline, Adenízia, Monique, Bárbara, Sassá e Ana Tiemi 
Técnico – José Roberto Guimarães

BÉLGICA: Heyrman, Leys, Grobelna, Freya, Vandesteene e Ilka. 
Entraram: Jasmien, Van Gestel e Sarah Cools 
Técnico – Gert Vande Broek 

GRAND PRIX 2015

BANGCOC (TAILÂNDIA) 

(03.07) – Brasil 3 x 1 Japão (21/25, 25/21, 25/17 e 27/25) 

(04.07) – Brasil 3 x 0 Sérvia (25/20, 25/15 e 25/15) 

(05.07) – Brasil 3 x 0 Tailândia (25/18, 25/13 e 25/23) 

Fonte: CBV
Fotos: Alexandre Arruda/CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...