terça-feira, 23 de junho de 2015

TEMPORADA 2015/16: Meninas do Concilig Vôlei Bauru realizam trabalho regenerativo no gelo


Meninas do Concilig Vôlei Bauru realizam trabalho regenerativo no Gelo 
Alanna e Fernanda realizando o trabalho regenerativo com gelo

A comissão técnica do Concilig Vôlei Bauru não tem dado moleza para as atletas da equipe durante os treinos no Ginásio Panela de Pressão. Esta é a segunda semana de trabalhos na quadra, após três semanas de preparação intensa na areia.

Os treinos são realizados em dois períodos, com as atletas trabalhando em grupos separados por uma hora pela manhã e duas horas com todo elenco no período da tarde.

Para acelerar o processo de recuperação das jogadoras, a comissão técnica adotou o trabalho regenerativo com gelo após uma determinada sequência de treinos. “Nós temos uma carga de treinos puxada e após o quarto período de trabalho a musculatura já está totalmente fadigada, tornando a regeneração mais demorada. A imersão no gelo entra no processo para acelerar essa recuperação e deixar as atletas prontas para os próximos treinos, mais preparadas” explica o preparador físico da equipe Elder Facin.

Elder comenta que esse trabalho é realizado de acordo com o biotipo de cada atleta, até para se evitar uma possível hipotermia. “Elas ficam de três a cinco minutos no gelo, de acordo com a quantidade de massa magra e gordura que cada atleta possui. Quanto mais massa magra, menos tempo fica devido ao risco de hipotermia.”

Fernanda Isis e Dani Suco brincam durante a atividade no gelo  

Para o assistente técnico Fernando esse processo regenerativo é fundamental para o bom rendimento nos treinos e jogos. “O objetivo é que elas possam treinar sempre com cem por cento da condição física e somente com esse trabalho regenerativo isso é possível. Após essa imersão no gelo, aliada a um bom descanso, elas voltam prontas para mais uma sequência forte de treinos na quadra.”

As atletas seguem a mesma linha de raciocínio e ressaltam a importância desse trabalho na rotina de treinos. “A pré-temporada é muito puxada, nós treinamos forte em dois períodos, e esse tipo de trabalho é fundamental para termos uma boa recuperação e condições de manter o mesmo nível nos treinos”, comenta a central Dani Suco. “Além de nos preparar melhor para o treino do dia seguinte, essa imersão no gelo contribui para prevenir lesões em toda temporada. Toda equipe de alto nível tem que realizar esse tipo de trabalho”, diz a central Alanna.

Apesar do desconforto causado pela baixa temperatura, as duas garantem que esse trabalho regenerativo é bem mais tranquilo que os treinos na quadra. “O gelo é rapidinho, cinco minutos e estamos prontas. Já o treino na quadra é bem mais puxado, dura uma, duas horas. Sem falar no Chico (técnico) dando bronca na gente”, brinca Alanna. “Esse trabalho eu já fiz em outras equipes que joguei, já me acostumei. Agora, com as broncas do Chico ainda não”, diz Dani em tom de brincadeira.


Fonte; Fábio Barbosa - Assessoria Vôlei Bauru
Fotos: Marina Beppu
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...