domingo, 1 de março de 2015

SUPERLIGA MASCULINA 2014/15:SESI-SP vence Sada Cruzeiro fora de casa e assegura a terceira colocação

SESI-SP vence Sada Cruzeiro fora de casa e assegura a  terceira colocação 
Sesi-SP bateu equipe do Sada Cruzeiro por 3 sets a 1

Sada Cruzeiro (MG) e Sesi-SP se enfrentaram neste sábado (28.02), na última rodada da fase classificatória da Superliga masculina de vôlei 14/15 e, no final, melhor para o time de São Paulo, que venceu por 3 sets a 1 (25/27, 25/22, 25/21 e 25/20), em 2h03. Ao mesmo tempo em que este jogo era realizado no ginásio do Riacho, em Contagem (MG), toda a rodada era realizada e, com o fim da primeira etapa, estão definidos os oito times que seguem adiante. O Montes Claros Vôlei (MG) foi o último a garantir a vaga no playoff. 

Também asseguraram a classificação as equipes do Sada Cruzeiro, Taubaté/Funvic (SP), Sesi-SP, Brasil Kirin (SP), Minas Tênis Clube (MG), Ziober Maringá (PR) e Vôlei Canoas (RS).

Na partida em Contagem, o Sada Cruzeiro começou a partida com o time todo que, normalmente, é reserva. E o Sesi-SP, com a formação titular, contou com dois destaques. O central Lucão foi o maior pontuador da partida, com 21 pontos, e o central Riad foi premiado com o Troféu VivaVôlei, de melhor jogador em quadra.

“A vitória de hoje foi importante para garantir a nossa terceira colocação, mas não jogamos bem. Não é porque o Sada Cruzeiro optou por entrar com o time que não costuma jogar, que nós tínhamos que entrar em quadra como foi. Além disso, tivemos muitos erros e fizemos uma apresentação abaixo do que estamos acostumados”, comentou Riad.

Pelo lado do Sada Cruzeiro, o jovem líbero Kachel teve oportunidade de jogar e comentou sobre o confronto. 

“Já tínhamos a primeira colocação garantida e esse jogo de hoje foi importante para que todos do grupo ganhassem ainda mais ritmo de jogo. Sabemos que, no playoff, é importante ter todos muito bem e tivemos a chance de colocar em quadra os que não vinham jogando tanto. Claro que entramos querendo a vitória, mas esse ponto foi muito positivo para o nosso time”, concluiu Kachel.

Demais resultados da rodada 

Nesta rodada, o Taubaté/Funvic também assegurou bom resultado ao vencer o Vôlei Canoas (RS) por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/23 e 25/15. O levantador Raphael recebeu o Troféu VivaVôlei e dois jogadores foram maiores pontuadores: Lipe, do Taubaté, e Dennis, do Canoas, com 13 pontos cada um.

Outro time a sair vencedor nesta última rodada da fase classificatória foi o Ziober Maringá (PR). Já garantido nas quartas de final, a equipe paranaense bateu o São José Vôlei (SP) por 3 sets a O (25/20, 25/20 e 25/19). O oposto Rivaldo saiu de quadra como maior pontuador após marcar 17 vezes e o líbero Tiago Brendle faturou o Troféu VivaVôlei.

UFJF (MG) e São Bernardo Vôlei (SP) se enfrentaram em Juiz de Fora (MG) e o time da casa levou a melhor ao vencer por 3 sets a 0 (25/19, 25/22 e 25/14). O oposto Bergamo foi o maior pontuador, com 15 pontos, e o central Victor Hugo foi premiado com o Troféu VivaVôlei.

O Minas Tênis Clube (MG) foi à Novo Hamburgo (RS) e venceu o Voleisul/Paquetá Esportes (RS) por 3 sets a 1 (18/25, 25/23, 25/20 e 25/13). O oposto Escobar foi o maior pontuador do confronto, com 26 acertos, e o líbero Lucianinho recebeu o Troféu VivaVôlei.

O Montes Claros Vôlei (MG) levou a melhor sobre o Brasil Kirin (SP) e está na próxima fase da Superliga. Com a vitória por 3 sets a 1 (25/23, 22/25, 25/14 e 25/21), a equipe mineira garantiu a oitava vaga. Quatro jogadores marcaram 15 pontos: Cléber e Polaco, do Montes Claros, e Gustavão e Vini, do Brasil Kirin. O Troféu VivaVôlei ficou com o central Salsa.

O JOGO

Começando a partida com o time todo considerado reserva, o Sada Cruzeiro abriu o placar do jogo com o ponteiro Winters. O jogo teve um início equilibrado, com as equipes trocando pontos (4/4). Sada Cruzeiro e Sesi-SP tiveram novo empate em 9/9. O time da casa, então, colocou três de vantagem em 12/9 e Marcos Pacheco pediu tempo. Com dois pontos de saque consecutivos de Maurício, o Sesi-SP chegou a mais um empate (12/12). Com ponto de bloqueio, o time cruzeirense voltou a abrir dois: 19/17. A diferença aumentou em 21/18 e o Sesi-SP parou o jogo. Com ace de Lucarelli, o Sesi-SP encostou em 24/23 e foi a vez de Marcelo Mendez pedir tempo. No bom saque de Kadu, o time mineiro fechou em 27/25.

O equilíbrio se manteve no início do segundo set, com os times empatados em 6/6. Com o oposto PV, o Sada Cruzeiro colocou dois de diferença em 8/6. O placar voltou a ficar igual em 10/10, mas no bloqueio de Eder Levi, o time mineiro fez 11/10. Na sequência, o Sesi-SP passou a comandar o placar e no bloqueio de Lucão fez 16/14. No ataque para fora do Sada, o Sesi-SP abriu três (18/15) e Marcelo Mendez pediu tempo. Os cruzeirenses buscaram e, em boa passagem de PV pelo saque, encostaram em 19/18. A reta final do set foi favorável ao Sesi-SP, que venceu por 25/22.

O time de São Paulo começou bem o terceiro set e abriu 5/2. O Sada Cruzeiro, no entanto, buscou e assumiu o comando do placar em 6/5. O Sesi-SP voltou a pontuar bem e fez 10/8. Com Winters explorando o bloqueio adversário, a equipe mineira chegou ao empate em 12/12. O Sesi-SP, então, assumiu o comando da parcial e colocou boa vantagem em 22/17. O Sada Cruzeiro não permitiu que o adversário escapasse no placar e, quando aproximou em 24/21, Marcos Pacheco pediu tempo.

Embalado, o Sesi-SP abriu logo 3/0 no início do quarto set. O ritmo seguiu o mesmo e, no primeiro tempo técnico, o time de São Paulo tinha quatro de vantagem (8/4). |Contando com o apoio da torcida, o Sada Cruzeiro demonstrou seu poder de reação e, quando aproximou no placar (11/9), Pacheco pediu tempo. O time da casa ainda encostou em 12/11 e, no bloqueio, deixou tudo igual: 12/12. O jogo contou com certo equilíbrio a partir deste momento e, com Lucão, O Sesi-SP fez 22/19. Na sequência, o time visitante se manteve melhor e fechou em 25/20.

EQUIPES

SADA CRUZEIRO – Fernando, PV, Eder Levi Douglas, Kadu e Winters. Líbero – Kachel
Entraram – 
Técnico: Marcelo Mendez

SESI-SP – Marcelinho, Mão, Lucão, Riad, Maurício e Lucarelli. Líbero – Serginho
Entraram – Thiaguinho, Theo, Murilo
Técnico: Marcos Pacheco


Fonte: Clarissa Laurence - CBV
Foto: Divulgação CBV
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...