sábado, 14 de março de 2015

SUPERLIGA FEMININA 2014/15: Camponesa/Minas perde para o São Cristovão Saúde/São Caetano, por 3 a 1, e deixa escapar o quarto lugar

Camponesa/Minas perde para o São Cristovão Saúde/São Caetano, por 3 a 1, e deixa escapar o quarto lugar
Jaqueline foi a maior pontuadora da partida, com 21 pontos

Inconstante em quadra, a Camponesa/Minas não conseguiu segurar o São Cristovão Saúde/São Caetano e perdeu por 3 sets a 1, parciais de 25/18, 24/26, 23/25 e 25/27, em jogo realizado na noite desta sexta-feira, na Arena Minas Tênis Clube, pela última rodada da fase classificatória da Superliga 2014/15. Mesmo com o resultado negativo, a maior pontuadora do jogo foi a ponteira Jaqueline, com 21 pontos. Pelo time paulista, Thaisinha marcou 19 e ficou com o Troféu Viva Vôlei.

Com a derrota na Arena e a vitória do Dentil/Praia Clube, a Camponesa/Minas perdeu uma posição e terminou a fase classificatória em quinto lugar na tabela. Camponesa/Minas e Praia Clube agora se enfrentam nas quartas de final da Superliga, com o time de Uberlândia tendo a vantagem de fazer dois jogos em casa, se for necessário.

Após a partida, o técnico Marco Queiroga analisou a atuação da equipe. “Fizemos um ótimo primeiro set, mas depois não tivemos concentração na partida. Tivemos oportunidade de fecharmos os sets e não aproveitamos. Deixamos eles crescerem, não estivemos bem no saque e no bloqueio, e não tivemos agressividade para matar o jogo. Essa derrota serve para nos mostrar que não existe jogo ganho, tivemos com boas vantagens e deixamos escapar”.

O jogo

O primeiro ponto da partida foi da ponteira Jaqueline, que atacou forte e explorou o bloqueio. Na sequência, as equipes trocaram pontos até o primeiro tempo técnico, que terminou 8 a 7 para a equipe da casa. Após a parada, o time minastenista cresceu e abriu 12 a 8 em um ponto de bloqueio da levantadora Naiane. O São Cristovão Saúde/São Caetano encostou no placar, com 19 a 17 e o técnico Marco Queiroga pediu tempo. O time minastenista voltou concentrado e usou bem as jogadas de ataque para controlar a partida e fechar o set em 25 a 18.

O time paulista voltou melhor para o segundo set, enquanto a Camponesa/Minas não conseguia ter a mesma efetividade no ataque. Se aproveitando do momento de instabilidade do time minastenista, o São Cristovão Saúde/São Caetano manteve o ritmo e abriu vantagem (16 a 11). Após a parada técnica, a equipe visitante chegou a fazer 18 a 13, mas, em uma ótima reação, a Camponesa/Minas empatou em 18 a 18 e virou com 21 a 20. Em uma bobeada no fim, a equipe não sustentou a vantagem e viu o time paulista vencer por 26 a 24.

O terceiro set começou equilibrado, com as equipes bem no ataque e errando pouco. A parcial seguiu disputada até o décimo ponto. Na sequência, a ponteira Jaqueline, que tomou cartão vermelho no início da parcial, chamou a torcida na arquibancada. Empurradas pelos gritos dos torcedores, as minastenistas chegaram a abrir 16 a 12. Mas foi a vez do São Cristovão Saúde/São Caetano buscar a reação. Mais concentrado no momento decisivo, o time paulista venceu por 25 a 23 e virou a partida para 2 a 1.

O quarto set era tudo ou nada para a Camponesa/Minas, que voltou para quadra mais concentrada no jogo. Logo no início da parcial a equipe abriu vantagem, com bons ataques de Carla e Jaqueline. Walewska, com um ponto de bloqueio e um de saque, também começou bem no set. Vencendo por 16 a 9, a vitória no set parecia encaminhada, mas do outro lado novamente o time paulista reagiu e dificultou o jogo. Em mais um momento ruim, a Camponesa/Minas não teve tranquilidade para fechar a partida e acabou derrotada por 27 a 25.

Equipes:

Camponesa/Minas: Naiane, Carla, Jaque, Mari Paraíba, Walewska, Carol Gattaz e a líbero Tika. Entraram: Lia, Jordane e Valquíria. Técnico: Marco Queiroga.

 São Cristóvão Saúde/São Caetano:Thaisinha, Mara, Carol, Dani Suco, Silvana, Joyce e a líbero Nine. Entraram: Sabrina, Juma e Paula. Técnico: Hairton Cabral.

Fonte: Divulgação Minas Tênis Clube
Foto: Orlando Bento

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...